Eleições legislativas portuguesas de 1973

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
‹ 1969 • Flag of Portugal.svg • 1975
Eleições legislativas portuguesas de 1973
150 deputados à Assembleia Nacional
28 de outubro de 1973
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  2 096 020
Votantes : 1 393 294
  
66.4% Green Arrow Up.svg 6.2%
União Nacional.png
Acção Nacional Popular
Votos: 1 393 294  
Lugares obtidos: 150 Green Arrow Up.svg 15.4%
  
100.00%
Red flag waving.svg
Oposição Democrática
Votos: 0  
Lugares obtidos: 0  
  
0.00%
Distribuição final de lugares
Eleições legislativas portuguesas de 1973

As eleições legislativas portuguesas de 1973 foram as últimas realizadas durante a vigência da Constituição de 1933. Realizaram-se em 28 de Outubro, tendo sido eleitos os 150 deputados da Assembleia Nacional. A Acção Nacional Popular elegeu a totalidade dos deputados, tendo a Oposição Democrática, que constituia as CDEs, denominações distritais dos democratas de várias tendências políticas, como os militantes e simpatizantes do PCP e do PS, então na clandestinidade, e de outras tendências, desistido por considerar que não existiam condições para a realização de eleições livres.

Os trabalhos da nova Legislatura iniciaram-se em 15 de novembro de 1973 e terminaram com a dissolução em 26 de abril de 1974.

Resultados Nacionais[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Acção Nacional Popular 1 393 294 100 Baixa12,01
150 / 150
Aumento20
Oposição Democrática (CDE)(a) 0 0 Baixa11,80
0 / 130
Votos Inválidos 0 0,00
Total 1 393 294 100 150 Aumento20
Eleitorado/Participação 2 096 020 66,4 Aumento3,9
Fonte [1]
(a) A CDE desistiu por considerar que não existiam condições para a realização de eleições livres.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Eleições portuguesas

  1. Inter-Parliamentary Union