Ford Belina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ford Belina
1990 Belina Ghia raro estado de conservação.jpg 1990 Ford Del Rey Scala Ghia
Visão Geral
Nomes
alternativos
Ford Del Rey Scala
Produção 1970 - 1991
Fabricante Ford
Modelo
Carroceria Station Wagon
Modelos relacionados Ford Del Rey
Ford Corcel
Ford Pampa
Cronologia
Não possui
Ford Royale

A Belina, também chamada de Del Rey Scala, foi um automóvel fabricado pela Ford, na versão station wagon. Lançada em 1970 e descontinuada em 1991, sendo substituído pelo Ford Royale. Pertencia às famílias Corcel e Del Rey. Na família Corcel, era chamada de Belina. Já na família Del Rey, era chamada de Del Rey Scala.

Estava disponível somente na versão três portas (enquanto o Del Rey e o Corcel I tinham versões quatro portas).

Belina II[editar | editar código-fonte]

Em 1978, a Belina recebeu um banho de atualidade, quando passou a ser denominada Belina II, incorporando as principais alterações do Corcel II, com linhas retas. As versões eram a L, mais simples, e luxosa LDO[1].

Del Rey Scala[editar | editar código-fonte]

Derivada do Del Rey, a Scala foi lançada em 1981, sendo uma evolução da Belina. Disponível em uma única versão: Ouro. Com acabamento superior, introduziu equipamentos inéditos à categoria: travas e vidros elétricos, console de teto com relógio digital, luzes de leitura e um painel que trazia até manômetro de pressão do óleo. O ar-condicionado era opcional. Inicialmente, a direção hidráulica não era oferecida, nem como opcional. Era equipada com motor 1.6 de 69 cv. Em 1984 recebeu freios a disco ventilados na dianteira e sua potencia aumentou um pouco: 73 cv.

Em 1985 recebeu um facelift, como nova frente e mudanças no interior. Passou a ser oferecida em duas versões: GLX e Ghia. Em 1986 recebeu direção hidráulica e motor CHT E-Max[2].

Houve também uma versão 4X4, lançado em 1985 e descontinuado em 1987, devido a alta incidência de avarias mecânicas no sistema[3].

Em 1987, voltou a ser chamada de Belina[2]. Sua produção durou até 1991, quando foi descontinuada para dar lugar a Ford Royale.

Séries especiais[4][editar | editar código-fonte]

  • Cinco Estrelas: lançada em 1982 para Corcel II e Belina, vinha com rodas esportivas, pintura em dourado metálico (havia opção por três outras cores), relógio digital e conta-giros. Nova série aparecia em 1984 com tom cinza metálico exclusivo, faixas laterais, as mesmas rodas e um bagageiro para a Belina.
  • Astro: também de 1985, trazia para o Corcel e a Belina L faixas laterais, o relógio digital de sempre, calotas e revestimento de bancos como o do Escort XR3, além de bagageiro na perua. Vinha em prata ou dourado.
  • Série Especial: Edição com apenas 1.800 unidades, lançada em 1988. Trata-se de uma versão intermediária entre L e GLX. Diferenciais: bagageiro no teto com acabamento preto, para-choques pretos com borracha protetora, rodas e calotas do modelo GLX, relogio digital e luzes de leitura no teto [5].

Referências

  1. http://quatrorodas.abril.com.br/materia/ford-belina-ii-700192 Quatro Rodas. Grandes Brasileiros: Ford Belina II
  2. a b http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/grandes-brasileiros-ford-del-rey-scala/ Quatro Rodas. Grandes Brasileiros: Ford Del Rey Scala
  3. http://quatrorodas.abril.com.br/materia/ford-belina-4x4-749759 Quatro Rodas. Grandes Brasileiros: Ford Belina 4x4
  4. http://bestcars.uol.com.br/bc/informe-se/passado/historia-ford-corcel-belina-del-rey-pampa/ Best cars Web Site. Ford Corcel: uma família que atendeu a muitas outras
  5. Revista Quatro Rodas - Novembro de 1988 - Edição 340

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.