Ford Fusion Hybrid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ford Fusion Hybrid
Ford Fusion Hybrid 2nd gen.jpg
Visão Geral
Produção 2009— presente
Fabricante Ford
Modelos relacionados Ford Fusion
Mercury Milan Hybrid
Lincoln MKZ Hybrid

O Fusion Hybrid é um automóvel híbrido compacto da Ford movido a gasolina e electricidade, que foi lançado nos Estados Unidos em março de 2009 como modelo 2010, simultâneamente com seu gêmeo, o Mercury Milan Hybrid.[1] O Fusion Hybrid é fabricado na planta da Ford localizada em Hermosillo, México.[2]

A segunda geração foi lançada nos Estados Unidos em outubro de 2012 como modelo 2013.[3] O nova linha Fusion, além de uma apariencia completamente renovada, oferece três opções de motor, gasolina convencional, uma nova plataforma híbrida e uma versão híbrida plug-in, o Ford Fusion Energi.[4]

Tecnologia[editar | editar código-fonte]

Primeira geração do Ford Fusion híbrido

O Ford Fusion Hybrid compartilha a mesma plataforma e sistema de transmissão do Mercury Milan Hybrid e do Lincoln MKZ Hybrid, e atingem a mesma economia de combustível.[5][6]

O Fusion híbrido está equipado com dois motores, um motor propulsor a gasolina e um motor elétrico a bateria acoplado a um gerador. A tração elétrica é usada na partida e o motor a combustão entra em ação automaticamente quando o veículo aumenta a velocidade ou é preciso recarregar a bateria. Os freios regenerativos também recuperam energia. Em modo elétrico (modo EV) o Fusion pode atingir uma velocidade de até 75 kph[2] e tem uma autonomia de até 3,2 quilômetros impulsado exclusivamente pelo motor elétrico.[7] O motor a gasolina de 2.5 litros capaz de desenvolver 158 cavalos a 6.000 rpm e o elétrico de 36 cavalos de potencia, e conta com um cambio continuamente variável (CVT)[8] que potencializa ainda mais a redução de seus níveis de consumo. Combinados, os dois propulsores entregam até 193 cv, permitindo que o Fusion vá de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos. Em trâfego urbano, um tanque cheio permite uma autonomia de até 1 126 quilômetros (700 mi).[2][7][9][10]

O panel digital do Fusion Hybrid mantém os registros das melhorias atingidas no estilo "eco-driving" (acima) e do tipo de propulsão que está sendo ulizado pelo veículo (abaixo).

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (U.S. EPA) certificou a economia de combustível do Fusion Hybrid 2010 en 17,3 kms/litro (41 mpg) em rodovia e 15,2 kms/litro (36 mpg) em cidade. Entre os automóveis híbridos disponíveis no mercado americano somente é superado pelo Toyota Prius modelos 2009 e 2010.[2][11]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Durante os nove meses que o Fusion Hybrid esteve disponível nos Estados Unidos em 2009, foram vendidos 15.554 unidades e o Milan Hybrid vendeu 1.486 veículos.[12] Em Agosto de 2010 o Ford Fusion Hybrid acumulou vendas no mercado americano de 30.158 unidades, e nesse mes tornou-se o segundo automóvel híbrido mais vendido de 2010 depois do Toyota Prius, com vendas de 14,604 veículos, superando o Honda Insight, o Toyota Camry Hybrid, o Nissan Altima Hybrid e o Honda Civic Hybrid.[13]

Em 2010, o Fusion Hybrid ganhou o prêmio do Melhor Carro do Ano de América do Norte de 2010, anunciado no North American International Auto Show in Detroit.[14]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Um Fusion Hybrid doado pela Ford foi O Carro Presidencial do Brasil em 2010.

A versão brasileira do Fusion Hybrid foi apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo em outubro de 2010. As vendas começaram em novembro de 2010 a um preço de R$133.900, a um custo cerca de R$ 50 mil mais caro que o versão a gasolina.[15][16] Importado do México, o funcionamento do motor e sistemas de combustível do Fusion Hybrid tem sido testados com as misturas de etanol E20 a E25 usadas no Brasil.[17]

O Fusion Hybrid foi o segundo automóvel híbrido a ser vendido no Brasil depois do Mercedes-Benz S400, mas o Fusion Hybrid é o primeiro modelo do tipo híbrido completo, já que no S400 o motor elétrico não pode sozinho movimentar o carro.[15]

Em novembro de 2010 a montadora Ford entregou em regime de comodato um Fusion Hybrid para uso como Carro Presidencial do Brasil.[18] Até julho de 2011, o Fusion híbrido tinha vendido somente 10 unidades no Brasil.[19]

Segunda geração[editar | editar código-fonte]

Ford Fusion Hybrid Titanium segunda geração.
O Ford Fusion Energi é a versão híbrido plug-in da segunda geração.
Ford Fusion Energi 2017.

A segunda geração foi lançada nos Estados Unidos em outubro de 2012 como modelo 2013.[3] O nova linha Fusion, além de uma apariencia completamente renovada, oferece três opções de motor, gasolina convencional, uma nova plataforma híbrida e uma versão híbrida plug-in, o Ford Fusion Energi.[4] O Energi plug-in foi lançado em janeiro de 2013.[20]

Híbrido convencional

O Fusion Hybrid 2013 é mais eficiente que a geração anterior, e a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) certificou a economia de combustível em 47 mpg, com a mesma eficiencia para os ciclos combinado, cidade e estrada. Esta economia de comustível é a mesma atingida pelo Ford C-Max Hybrid 2013, devido a que os dois modelos usam o mesmo sistema de propulsão.[21]

Fusion Energi

O Fusion Energi 2013 tem uma autonomia elétrica certificada pela EPA de 34 km (21 mi) e uma autonomia total com tanque cheio de gasolina e bateria totalmente recarregada de 992 km (620 mi) segundo a EPA.[22] A EPA certificou a economia de combustível do Energi em modo elétrico em 100 mpg equivalente (MPG-e) ou 2.4 L de gasolina equivalente/100 km. A economia de combustível do Fusion Hybrid é a mesma do plug-in Ford C-Max Energi 2013.[23] Operando em modo híbrido, o Energi foi certificado pela EPA com uma economia de combustível de 43 mpg, 44 mpg em cidade e 41 mpg em estrada.[24]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «US Hybrid Sales in March 2009 Down 44% Year-on-Year; Monthly New Vehicle Market Share of 2.5%» (em inglês). Green Car Congress. 3 de abril de 2009. Consultado em 6 de junho de 2009 
  2. a b c d «2010 Ford Fusion» (PDF) (em inglês). Ford Motor Company. Consultado em 6 de junho de 2009  See specs for the hybrid model
  3. a b Ford Motor Company (2 de novembro de 2012). «Ford C-MAX Hybrid Outsells Toyota Prius v in First Full Sales Month, Helps Ford Set Hybrid, Small Vehicle Sales Records». Media Ford. Consultado em 18 de novembro de 2012 
  4. a b Ford. «2013 Fusion». Ford. Consultado em 10 de junho de 2012 
  5. Mike Floyd (2010). «2011 Lincoln MKZ Hybrid» (em inglês). Motor Trend. Consultado em 5 de abril de 2010 
  6. «Ford Introduces 2011 Lincoln MKZ Hybrid; Projected 41 mpg City» (em inglês). Green Car Congress. 31 de março de 2010. Consultado em 5 de abril de 2010 
  7. a b «Ford Fusion Hybrid» (em inglês). Hybrid Cars. Consultado em 6 de junho de 2009 
  8. Ford Fusion Hybrid 2.0 CVT, acesso em 17 de outubro de 2013.
  9. Ted West. «2010 Ford Fusion 4dr Sdn S FWD» (em inglês). New York Times. Consultado em 6 de junho de 2009 
  10. Bill Vlasic (30 de dezembro de 2008). «Ford Hybrid Emphasizes High Mileage» (em inglês). New York Times. Consultado em 6 de junho de 2009 
  11. «Hybrid Vehicles: Compare side-by-side» (em inglês). U.S. Department of Energy e U.S. Environmental Protection Agency. Consultado em 9 de agosto de 2009  Clique em modelos 2010.
  12. «December 2009 Dashboard: Year-End Tally» (em inglês). HybridCars. 20 de janeiro de 2010. Consultado em 26 de janeiro de 2010 
  13. «August 2010 Dashboard: Hybrids Down, Clean Diesels Up» (em inglês). HybridCars.com. 7 de setembro de 2010. Consultado em 9 de setembro de 2010 
  14. Jerry Garret (11 de janeiro de 2010). «Detroit Auto Show: Ford Sweeps Car and Truck of the Year». New York Times (em inglês). Consultado em 27 de setembro de 2010 
  15. a b Luís Guilherme Barrucho (23 de outubro de 2010). «Fusão verde: o primeiro híbrido completo do Brasil». Veja (revista). Consultado em 24 de outubro de 2010 
  16. Luís Guilherme Barrucho (28 de outubro de 2010). «Fusion híbrido é R$ 50 mil mais caro que a versão a gasolina». UOL CarSale. Consultado em 28 de outubro de 2010 
  17. Valor Econômico (1 de outubro de 2010). «Sonho do carro elétrico está mais perto do brasileiro». Protec. Consultado em 24 de outubro de 2010 
  18. Lula recebe um Ford Fusion Híbrido no Salão do Automóvel
  19. Beatriz Ferrari (5 de outubro de 2011). «Toyota lança o híbrido Prius no Brasil, mas vendas começam só em 2012». Veja (revista). Consultado em 10 de outubro de 2011 
  20. Jay Cole (1 de fevereiro de 2013). «January 2013 Plug-In Electric Vehicle Sales Report Card». Inside EVs. Consultado em 1 de fevereiro de 2013 
  21. Nikki Gordon-Bloomfield (18 de setembro de 2012). «2013 Ford Fusion Hybrid Gets EPA-Approved 47MPG All-Round». Green Car Reports. Consultado em 18 de setembro de 2012 
  22. Ford Press Release (17 de janeiro de 2013). «EPA rates Ford Fusion Energi plug-in hybrid with 620-mile range, 21 in EV mode». Green Car Congress. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  23. Jerry Garrett (31 de dezembro de 2012). «Ford Fusion Energi MPGe Hits Triple Digits, E.P.A. Says». The New York Times. Consultado em 17 de janeiro de 2013  Click on the icon "Midsize cars" and "Compacts and subcompacts"
  24. U. S. Environmental Protection Agency and U.S. Department of Energy (17 de janeiro de 2013). «New Plug-in Hybrids». Fueleconomy.gov. Consultado em 17 de janeiro de 2013