Frederico de Barros Barreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Barros Barreto
Barros Barreto
16° Presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil
Mandato: 29 de janeiro de 1960
até 28 de janeiro de 1962
Antecessor(a): Orozimbo Nonato
Sucessor(a): Lafayette de Andrada
Ministro do Supremo Tribunal Federal do Brasil
Mandato: 17 de maio de 1939
até 20 de maio de 1963
Nomeação por: Getúlio Vargas
Antecessor(a): Costa Manso
Sucessor(a): Hermes Lima
Dados pessoais
Nascimento: 1 de junho de 1895
Recife, Pernambuco
Falecimento: 18 de maio de 1969 (73 anos)
Rio de Janeiro, Guanabara
Alma mater: Faculdade de Direito do Rio de Janeiro

Frederico de Barros Barreto (Recife, 1 de junho de 1895Rio de Janeiro, 18 de maio de 1969) foi um magistrado brasileiro.

Filho de Manuel de Barros Barreto e Antonieta Thompson de Barros Barreto, formou-se na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, em 1915.

Nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal em 1939, foi nomeado presidente do STF em 1960.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Manoel da Costa Manso
Ministro do Supremo Tribunal Federal
17 de maio de 1939 — 20 de maio de 1963
Sucedido por
Hermes Lima
Precedido por
Orozimbo Nonato
Presidente do Supremo Tribunal Federal
1960 — 1962
Sucedido por
Antônio Carlos Lafayette de Andrada


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.