André Cavalcanti d'Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2018)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de André Cavalcanti d'Albuquerque (décima quarta assinatura). Acervo Arquivo Nacional

André Cavalcanti d'Albuquerque (Pesqueira, 18 de fevereiro de 1834Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 1927) foi um político e magistrado brasileiro.

Filho de José de Siqueira Cavalcanti e Maria da Penha Cavalcanti, formou-se na Faculdade de Direito do Recife, em 1859.

Foi promotor público no Recife, deputado provincial por duas vezes e chefe de polícia na Paraíba, Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro.

Com a Proclamação da República foi eleito deputado à Constituinte de 1891 e nomeado juiz do distrito federal, em 1891.

Nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal em 1897, foi elevado ao cargo de presidente do STF em 1924.

Após sua morte, André Cavalcanti virou nome de rua, no centro da cidade do Rio de Janeiro, no bairro de Santa Teresa (Lapa).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
José Hygino Duarte Pereira
Lista de ministros do Supremo Tribunal Federal
12 de junho de 1897 – 13 de fevereiro de 1927
Sucedido por
José Soriano de Souza Filho
Precedido por
Hermínio Francisco do Espírito Santo
Presidente do Supremo Tribunal Federal
1924 — 1927
Sucedido por
Godofredo Xavier da Cunha


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.