Grammy Award para Best Rap/Sung Performance

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grammy Award para Best Performance Rap/Sung
Descrição Prémio atribuído a artistas pela qualidade final de temas Rap com partes cantadas
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 2002
Última cerimónia 2018
Detentor National Academy of Recording Arts and Sciences
Sítio oficial

Best Rap/Sung Performance (Best Rap/Sung Collaboration até 2017) é uma das categorias do Grammy Award, uma cerimônia estabelecida em 1958 e originalmente denominada como Gramophone Awards.[1] Esta categoria é concedida para os artistas com canções de qualidade no gênero musical Rap e/ou cantado. As várias categorias são apresentadas anualmente pela National Academy of Recording Arts and Sciences dos Estados Unidos em "honra da realização artística, proficiência técnica e excelência global na indústria da música gravada, sem levar em conta as vendas ou posições nas tabelas musicais".[2]

De acordo com o guia de descrição da categoria para o Grammy Award de 2010, o prêmio é concedido para artistas de uma performance recém-gravada de Rap/"tema cantado".

Eve e Gwen Stefani ganharam o prêmio com "Let Me Blow Ya Mind" em sua primeira edição em 2002. As duas artistas também foram nomeadas pela segunda vez em 2006 com "Rich Girl", mas não repetiram o feito. O rapper americano Jay-Z venceu sete vezes nesta categoria. Kanye West venceu o prêmio quatro vezes e foi nomeado para a honra por dez outras obras. Rihanna é a artista feminina com mais vitórias na categoria, com cinco. Houve mais artistas norte-americanos vencedores do prêmio que artistas de qualquer outra nacionalidade, embora tenha sido ganho também por uma cantora de Barbados (Rihanna) cinco vezes e uma cantora do Reino Unido (Estelle). T-Pain recebeu o maior número de indicações na categoria, mas não conseguiu qualquer prêmio.

A categoria passou a ter o título de Best Rap/Sung Performance em 2017 com o objetivo de expandir a categoria para além de colaborações entre rappers e cantores para artistas solo que transitam entre o rap e o canto. Dessa forma, a categoria agora premia "performances solo e colaborativas contendo elementos de R&B e rap na melodia e na música".[3]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Jay-Z venceu sete vezes a categoria.
Gwen Stefani, a primeira vencedora da categoria.
Em 2009, 2010, 2012 e 2013 Kanye West foi o vencedor.
Por oito anos não-consecutivos, Rihanna foi indicada, sendo vencedora em quatro.
Alicia Keys, vencedora em 2011.
Kendrick Lamar, vencedor em 2016.
Ano Artista(s) Nacionalidade Vencedor Indicados Ref.
2002 Eve com Gwen Stefani  Estados Unidos
 Estados Unidos
"Let Me Blow Ya Mind" [4]
2003 Nelly com Kelly Rowland  Estados Unidos
 Estados Unidos
"Dilemma" [5]
2004 Beyoncé com Jay-Z  Estados Unidos
 Estados Unidos
"Crazy in Love" [6]
2005 Usher com Ludacris e Lil Jon  Estados Unidos
 Estados Unidos
 Estados Unidos
"Yeah!" [7]
2006 Jay-Z e Linkin Park  Estados Unidos
 Estados Unidos
"Numb/Encore" [8]
2007 Justin Timberlake com T.I.  Estados Unidos
 Estados Unidos
"My Love" [9]
2008 Rihanna com Jay-Z  Barbados
 Estados Unidos
"Umbrella" [10]
2009 Estelle com Kanye West  Reino Unido
 Estados Unidos
"American Boy" [11]
2010 Jay-Z com Rihanna e Kanye West  Estados Unidos
 Barbados
 Estados Unidos
"Run This Town" [12]
2011 Jay-Z com Alicia Keys  Estados Unidos
 Estados Unidos
"Empire State of Mind" [13]
2012 Kanye West com Rihanna, Kid Cudi e Fergie  Estados Unidos
 Barbados
 Estados Unidos
 Estados Unidos
"All of the Lights" [14]
2013 Jay-Z & Kanye West com Frank Ocean e The-Dream  Estados Unidos
 Estados Unidos

 Estados Unidos

 Estados Unidos

"No Church in the Wild" [15]
2014 Jay-Z com Justin Timberlake  Estados Unidos

 Estados Unidos

"Holy Grail" [16]
2015 Eminem com Rihanna  Estados Unidos Barbados "The Monster" [17]
2016 Kendrick Lamar com Bilal, Anna Wise e Thundercat  Estados Unidos
 Estados Unidos

 Estados Unidos

 Estados Unidos

"These Walls" [18]
2017 Drake  Canadá "Hotline Bling" [19]
2018 Kendrick Lamar com Rihanna  Estados Unidos Barbados "Loyalty"
  • 6black - "Prblms"
  • GoldLink com Brent Faiyaz and Shy Glizzy – "Crew"
  • Jay-Z com Beyoncé – "Family Feud"
  • SZA featuring Travis Scott – "Love Galore"
[20]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Grammy Awards at a Glance» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 6 de Setembro de 2011. 
  2. «Overview» (em inglês). National Academy of Recording Arts and Sciences. Consultado em 6 de Setembro de 2011. 
  3. «THE RECORDING ACADEMY® ANNOUNCES RULE AMENDMENTS AND DATES FOR THE 59TH ANNUAL GRAMMY AWARDS PROCESS». The GRAMMYs. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
  4. «Complete List Of Grammy Nominees». CBS News. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  5. «Complete list of Grammy nominees; ceremony set for Feb. 23». San Francisco Chronicle. Hearst Corporation. p. 4. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  6. «Complete list of Grammy nominations». The Seattle Times. The Seattle Times Company. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  7. «Fast Facts: List of Grammy Nominees». Fox News Channel. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  8. «Blues, Folk, Reggae and World Music Nominees and Winners». Los Angeles Times. Tribune Company. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  9. «49th Annual Grammy Nominees». CBS News. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  10. «The Complete List of Grammy Nominees». The New York Times. The New York Times Company. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  11. Rich, Joshua. «Grammy nominations announced!». Entertainment Weekly. Time Inc. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  12. «Grammy Awards: List of Winners». The New York Times. The New York Times Company. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  13. «53rd Annual Grammy Awards nominees list». Los Angeles Times. Tribune Company. Consultado em 22 de dezembro de 2011. 
  14. «Television Nominees». Grammy. Consultado em 19 de Fevereiro de 2011. 
  15. «Past Winners Search». The GRAMMYs. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
  16. «Past Winners Search». The GRAMMYs. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
  17. «Past Winners Search». The GRAMMYs. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
  18. «Grammy Awards 2016: See the Full Winners List | Billboard». Billboard. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  19. «59th Annual GRAMMY Awards Winners & Nominees». The GRAMMYs. Consultado em 6 de dezembro de 2016. 
  20. «Grammy 2018: Veja os vencedores da premiação». G1. 29 de janeiro de 2018. Consultado em 29 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]