Josei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Josei (女性?) que significa "mulher" em japonês, é a definição dada aos mangás normalmente voltados para o público feminino adulto.1 Enquanto revistas para meninas são chamadas de shōjo, para meninos são chamadas de shōnen, e para homens Seinen. O Josei é um amadurecimento do shōjo.

São geralmente histórias da vida adulta com foco no cotidiano feminino, mostrados de forma mais realista, enquanto os mangás shōjo apresentam romances idealizados. O estilo do traço usado geralmente é mais sóbrio. Suas histórias tendem a ser menos fantasiosas tanto o shōjo quanto o seinen, sendo que o uso de fantasia e ficção científica é raro nos Josei. Outra característica dos Josei é a liberdade para se criar as histórias, pois não existem restrições. Pode-se colocar cenas explícitas de sexo em histórias Josei sem que sejam consideradas pornográficas. Uma vertente crescente é a abordagem da homossexualidade nos últimos anos, pois a cultura japonesa considera romântico o amor proibido entre duas pessoas do mesmo sexo. Sendo chamado de yaoi, quando masculino e de yuri, quando feminino. Naturalmente, também existem revistas especializadas em determinados gêneros, como ficção cientifica, esportes, humor e até alguns fetiches sexuais, com histórias voltadas para a o sadomasoquismo, por exemplo.

Também não existe a pressão para a criação de produtos como brinquedos e jogos de console, não que isso impeça mangás Josei de terem animes de sucesso e suas linhas de brinquedos e jogos de console, de vez em quando. Como a maioria dos Josei possuem características mais realistas, suas adaptações em geral são para jdrama em filmes, novelas e seriados de televisão com atores reais, sendo muito poucos os Josei transpostos para anime. Ainda não existe uma entrada significativa de Joseis e Seinens no ocidente, sendo que muitos poucos foram lançados e a maioria dos títulos disponíveis são traduções feitas por fãs na internet como: Pet Shop of Horrors, Papa to Kiss in the Dark, Honey and Clover, Gokusen, Nodame Cantabile, Paradise Kiss e Michiko e Hatchin.

No Japão, as revistas de histórias em quadrinhos (mangás) possuem vários estilos e gêneros, que depois são relançadas em coletâneas como os mangás lançados no Brasil. Por isso, essas revistas são classificadas de acordo com o público-alvo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Francisca Goldsmith. The Readers' Advisory Guide to Graphic Novels. [S.l.]: ALA Editions, 2009. 112 p. 0838910084, 9780838910085
Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.