Futanari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Futanari (?二成、双成、二形?); uma palavra composta que significa "duas formas" em japonês e que se utiliza para designar hermafroditas e, em sentido mais abrangente, pessoas andróginas. Normalmente se encontra esse tipo de personagem em animes, mangás, ou em histórias de conteúdo adulto "hentai" (conhecidos no Brasil por "animação pornográfica").[1] Futanari representa hermafroditas. Tecnicamente, o termo também abrange personagens femininos com ambos os tipos de órgãos sexuais, mas esses são normalmente excluídos.[2]

Originalmente a língua japonesa se referia a qualquer personagem ou pessoa real que possuísse traços masculinos e femininos como futanari. Isso mudou na década de 1990 como personagens futanari desenhados terem se tornado mais populares em anime e mangá. Hoje, o termo geralmente se refere a personagens hermafrodita fictícios (desenhados), de aparência feminina. Futanari também é usado como o termo para um gênero específico dentro da mídia relacionada a hentai (anime pornográfico ou mangá) que retrata tais personagens.[3][4]

Para diferenciar entre personagens fictícios e mulheres trans reais, a língua japonesa adotou o termo wasei-eigo newhalf (ニューハーフ nyūhāfu?) para mulheres trans.

O mangá de Futanari tornou-se popular nos anos 90 e rapidamente se tornou uma parte difundida da indústria, polinizando-o com vários gêneros. Hot Tails de Toshiki Yui foi descrito como o exemplo mais conhecido do gênero no Ocidente.[5]

Em anime destinado a um público amplo, as histórias de mudança de gênero ou crossdressing sempre foram populares. Exemplos populares incluem anime como Ranma ½, Kämpfer e Futaba-Kun Change! (em que o personagem principal muda de masculino para feminino),[6] e My Me! Strawberry Eggs (que tem um tema mais cross-dressing). A série de light novels e anime Wagaya no Oinari-sama ("Deidade da Raposa do Nosso Lar") apresenta uma divindade de raposa feminina que frequentemente aparece como um homem humano.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Definitions». All Words.Com. Consultado em 30 de setembro de 2008 
  2. «futanari». Urban Dictionary. Consultado em 30 de setembro de 2008 
  3. Jacobs, Katrien (2007). Netporn: DIY Web Culture and Sexual Politics. Lanham: Rowman & Littlefield. pp. 103–104. ISBN 9780742554320.
  4. Leite Jr, Jorge (June 2012). "Labirintos conceituais científicos, nativos e mercadológicos: pornografia com pessoas que transitam entre os gêneros". Cadernos Pagu (38): 99–128. doi:10.1590/S0104-83332012000100004. ISSN 0104-8333.
  5. Thompson, Jason (2007). Manga: The Complete Guide. New York: Del Rey Books. p. 452. ISBN 9780345485908.
  6. Timothy Perper; Martha Cornog. "Sex, Love, and Women in Japanese Comics". International Encyclopedia of Sexuality.
Ícone de esboço Este artigo sobre LGBT é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.