Frayssexualidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bandeira da fraissexualidade.

Fraissexualidade, frayssexualidade ou, por vezes, ignotassexualidade é um espectro da área cinza da assexualidade em que uma pessoa só sente atração sexual se não tiver vínculo afetivo. A atração pode desaparecer caso se desenvolva uma conexão emocional e/ou afetiva. De certa forma, o surgimento de atração na fraissexualidade está condicionado quase que unicamente às pessoas desconhecidas, chegando até a sentir atração imediata por estas.[1][2][3][4]

Na fraissexualidade, assim como outros espectros da área cinza, está em uma zona de indefinição de identidade sexual, por não especificar necessariamente para qual sexo biológico ou gênero alguém frai direciona sua atração (já que aqui a não existência de conexão é o mais importante) deste modo, quando uma atração surge, ela não dependerá de tais características.[5][6][7]

A fraissexualidade é geralmente tida como oposta à demissexualidade.[8][9][10][11][12]

O termo[editar | editar código-fonte]

A atribuição do termo fray como sexualidade é creditada ao usuário edensmachine do Tumblr, conta desativada, e existe ao menos desde 2014. O termo frayssexual é, provavelmente, um neologismo advindo de fray do inglês, que significa briga, que poderia representar a falta ou quebra de laços afetivos em pessoas brigando.[1][13][14]

Bandeira[editar | editar código-fonte]

A bandeira fray geral foi feita por Lyric, ou pridearchive no Tumblr, em 28 de julho de 2014, que atribuiu os seguintes significados às cores:

  • Azul e ciano representam a ausência de proximidade. São opostas ao amarelo e vermelho, que representam amor platônico e romântico, respectivamente;
  • Branco representa a ausência de atração; e o
  • Cinzo que representa a área cinza e/ou a confusão associada com sentimentos fray.[1]

Condicionantes e orientações[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Assexualidade cinza

Muito embora os espectros da área cinza não levem em conta as orientações sexual e/ou romântica como condicionantes à atração experimentada pelos mesmos. Como os exemplos

  • da própria fraissexualidade que apresenta como condição ao surgimento de atração a inexistência de conexão emocional com alguém;
  • da demissexualidade que apresenta como condição ao surgimento de atração a formação de uma conexão emocional profunda com alguém;[15]
  • da noetissexualidade que apresenta como condição ao surgimento de atração à mentalidade;

É comum que pessoas grace (isto é, pessoas que se identificam em espectros da área cinza)[16] se identifiquem com alguma orientação sexual, assim sendo, é necessário diferenciar sexualidade como um todo de seus aspectos de orientação, seja sexual e/ou romântica. Assim, alguém pode se identificar como frai, ou outro espectro da área cinza, e como hétero, homo, bi etc. ao mesmo tempo.[17][18][19][20] Tal rotulação é relevante para reconhecer e/ou completar uma identidade, identificando as relações que venham a desejar seguir.[21][22][23][24]

A combinação de rótulos também ajudam na comunicação de uma identidade a outros, assim:

  • alguém que se identifique como hétero fraissexual está expressando sua atração frai apenas direcionado ao sexo oposto;
  • ou alguém que se identifique como homo fraissexual está expressando sua atração frai apenas direcionado ao mesmo sexo.

E assim por diante com outros rótulos (bi, pan etc.).[25][26]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c «» Fray». Consultado em 28 de agosto de 2021 
  2. Garza, Pei (9 de dezembro de 2018). «Fraisexualidad: la orientación que seguro tienes y no sabías | Pei Garza» (em espanhol). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  3. «Conheça Algumas Identidades e Orientações do Espectro Assexual». Consultado em 13 de setembro de 2021 
  4. «Sentirse atraído solo por los desconocidos se llama fraisexualidad». es-us.vida-estilo.yahoo.com (em espanhol). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  5. «Fraisexualidad: sentirte atraído por alguien por quien pierdes interés tras conocerle». La Vanguardia (em espanhol). 18 de novembro de 2018. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  6. m360.cl. «Fraisexualidad: lo viste, te gustó, lo conociste y te dejó de gustar - m360.cl». www.m360.cl (em Spanish). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  7. «¡Que siempre no! Descubre cómo la fraisexualidad afecta las relaciones personales». www.todoparaellas.com (em spanish). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  8. «Frayssexual | Wiki | Desabafa Amino». Desabafa | aminoapps.com. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  9. «Fraisexuales: quiénes son y cuáles son sus ¿crueles? preferencias». VIX (em espanhol). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  10. «Fraisexual: la razón por la que te enamoras de alguien que no conoces». culturacolectiva.com (em inglês). 22 de março de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  11. «Identidades Assexuais #1 – aroaceiros». aroaceiros.com. 15 de abril de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021. Cópia arquivada em 5 de junho de 2021 
  12. «Graysexual: o que é a assexualidade cinza, tipos e teste». br.psicologia-online.com. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  13. «Dicionário». Comunidade Assexual. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  14. «Fraisexual - AsexualpediA». es.asexuality.org. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  15. «If You've Never Experienced Lust At First Sight, You Could Be Demisexual». InStyle (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2021 
  16. «Greysexual». LGBTA Wiki (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2021 
  17. SEXUALIDADE: SEXO, GÊNERO, ORIENTAÇÃO SEXUAL E IDENTIDADE DE GÊNERO, consultado em 26 de agosto de 2021 
  18. «Psicologia, sexualidade e gênero: identidade de gênero e orientação sexual são a mesma coisa?». Blog. 25 de maio de 2020. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  19. «General FAQ | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  20. «'I Prefer Having Sex With People I Don't Know Well—Here's How My Partner and I Are Making It Work'». Well+Good (em inglês). 16 de fevereiro de 2021. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  21. «'Once I Start Liking Someone, I Don't Want Sex Anymore': What It's Like Being Fraysexual». Pedestrian TV (em inglês). 16 de fevereiro de 2021. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  22. «What Is Fraysexuality?». Poly Land (em inglês). 29 de março de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  23. «What is fraysexuality and could this describe you?». bodyandsoulau (em inglês). 19 de fevereiro de 2021. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  24. «What Are Fraysexuality And Frayromanticism? - SheThePeople TV» (em inglês). Consultado em 13 de setembro de 2021 
  25. «Relationship FAQ | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  26. «Romantic Orientations | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021