Drag king

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os drag kings são principalmente artistas performáticos do sexo feminino que se vestem de drag masculino e personificam os estereótipos de gênero masculinos como parte de uma rotina individual ou de grupo.[1] Um típico show de drag pode incorporar dança, atuação, comédia stand-up e canto, ao vivo ou sincronizando os lábios com faixas pré-gravadas.[2] Os drag kings costumam atuar como personagens masculinos exageradamente machos,[3] retratando masculinidades marginalizadas, como trabalhadores da construção civil, rappers, ou eles personificam celebridades masculinas como Elvis Presley, Michael Jackson e Tim McGraw.[4]

Referências

  1. Aronoff, Jen (19 de outubro de 2005). «Competitive Drag Kings Strut Stuff: With some spit and polish, women perform in growing world of cross-dressing pageantry». The University of South Carolina Daily Gamecock. Consultado em 29 de julho de 2007. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2007 
  2. Dujour, Dick (24 de agosto de 2006). «Drag King Contest». San Francisco Bay Times. Consultado em 29 de julho de 2007 
  3. Beckner, Chrisanne (29 de setembro de 2005). «Best of Sacramento - Drag King: Buck Naked». Sacramento News & Review. Consultado em 29 de julho de 2007 
  4. Long, Cris (22 de julho de 2007). «Bring Out the Kings!: Gage Gatlyn». Out Impact. Consultado em 29 de julho de 2007. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2007