Língua ladakhi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladaque
Falado em: Índia, China, Paquistão
Região: Caxemira (Ladaque e Baltistão)
Total de falantes: 600 mil, todos dialetos
125 mil ladaque (1997),
130 mil Purik (1991),
340 mil Balti (1992)
Família: Sino-tibetana
 (Tibeto-Birmanesa)
  Bodo
   Ladaque
Escrita: Tibetana
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: lbj

A Língua ladaque (ལ་དྭགས་སྐད་dwags skad}}), também chamada Bodhi ou ainda Tibetano arcaico ocidental quando inclui os dialetos Balti, e Burigue (ou Purigue ou Purki) é a língua predominante na região de Ladaque em Jammu e Caxemira, Índia, sendo falada também no Baltistão (CaxemiraChina e Paquistão). A língua é muito próxima da língua tibetana e seus falantes têm muito em comum com os demais tibetanos, incluindo o Budismo tibetano.

Falantes[editar | editar código-fonte]

Ladaque tem cerca de 200 mil falantes na Índia, estimados 12 mil no Tibete) República Popular da China, principalmente na área de Changtang.

São vários os dialetos ladaques:

  • o próprio ladaque (ou Lehskat, nome originado de Leh, capital de Ladaque);
  • Shamskat, falado a noroeste de Leh;
  • Stotskat, falado a sudoeste, no vale do Indo
  • Nubra, falado no norte.

Variantes faladas no alto Ladaque e em Zangskar têm muitas características do ladaque mas também muitas dos dialetos ocidentais do Tibetano Central. A maioria desses dialetos ladaques não apresentam tons, mas Stotskat e os do Tibetano Central têm tons como a maioria das línguas Tibetano-Centrais (não ladaque) tem.

Escrita[editar | editar código-fonte]

Há uma escrita romanizada do ladaque pela Transliteração Wylie com, por exemplo, o th denotando a aspiração da dental t. Porém, a real e principal escrita do ladaque é a Tibetana, um abugida com 30 símbolos para consoantes e 5 para os sons vogais A, E, I, O, U.

Pronúncia[editar | editar código-fonte]

Há muito do fenômeno de diglossia em ladaque, com essa língua ter uma pronúncia muito mais semelhante à língua tibetana do que aos demais dialeto tibetanos. Os ladaques pronunciam muitos dos prefixo, sufixos e letras iniciais que são silentes em Amdo, ham, Ü-Tsang ou tibetano de Lassa. Essa tendência é mais forte para o oeste de Leh e no lado paquistanês da Linha de Controle, no Baltistão, onde todos prefixos são pronunciadas. Por exemplo, um tibetano pronuncia sta ('eixo') como [ta], mas um ladaque falaria [sta] e, enquanto um tibetanos pronuncia ’bras ('arroz') como [dre], um ladaque diz [dras] e no Distrito de Kargil (Burig) pronuncia [bras].

Amostra de textos[editar | editar código-fonte]

  • འཇུ་ལེགས་ (Jule) = Olá; Grato: Adeus
  • (སྐུ་)ཁམས་བཟང་ཡིན་ན་ལེགས། ((sku) Khamzang ina le) = Como vai você?
  • ཉེ་རང་ག་རུ་སྐྱོད་ད (Nyerang karu skyod da?) = Onde você está indo?
  • ག་ནས་སྐྱོད་པ་ཡིན། (kane skyod spin?) = De onde é você?
  • ཅུ་ལི་མ་ཞིམ་པོ་རག (culi ma zhimbo rag) = Os apricots estão muito bons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]