Luis Islas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Islas
Informações pessoais
Nome completo Luis Alberto Islas Ranieri
Data de nasc. 22 de dezembro de 1965 (51 anos)
Local de nasc. Buenos Aires,  Argentina
Altura 1,86 m
Apelido El Loco
Informações profissionais
Clube atual Boyacá Chicó
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1982
1983-1986
1986-1988
1988-1989
1989-1990
1990-1994
1995
1996
1996-1997
1998-1999
2000
2000-2001
2002-2003
2003-2004
Chacarita Juniors
Estudiantes
Independiente
Atlético de Madri
Logroñés
Independiente
Newell's Old Boys
Platense
Toluca
Huracán
Tigre
León
Talleres
Independiente
021 (0)
107 (0)
048 (0)
00? (?)
035 (0)
141 (0)
015 (0)
010 (0)
053 (0)
019 (0)
012 (0)
044 (0)
034 (0)
008 (0)
Seleção nacional
1984-1994 Flag of Argentina.svg Argentina 30 (0)

Luis Alberto Islas Ranieri (Buenos Aires, 22 de dezembro de 1965) é um ex-futebolista argentino que jogava como goleiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Conhecido como El Loco por seu temperamento explosivo, Islas se destacou mais com a camisa do Independiente. Atuou também por Chacarita Juniors, Estudiantes, Atlético de Madri, Logroñés, Newell's Old Boys, Platense, Toluca, Huracán, Tigre, León e Talleres, antes de retornar ao Independiente e encerrar a carreira em 2004, aos 38 anos.

Carreira com a Seleção[editar | editar código-fonte]

Islas estreou na Seleção Argentina com apenas 18 anos, e seu primeiro torneio com a Albiceleste foi a Copa de 1986, sendo convocado como reserva de Nery Pumpido. Disputou também duas edições da Copa América (1987 e 1989, também como suplente) e as Olimpíadas de 1988, primeiro torneio que a Argentina disputava com Islas titular da Albiceleste.

No Mundial de 1990, Islas era cotado para ser convocado novamente como o reserva ideal para Pumpido, mas, com a lesão do titular no jogo contra Camarões, o escolhido para ser seu substituto foi Sergio Goycochea - Ángel Comizzo foi convocado para ser o novo goleiro reserva, suplantando El Loco, considerado favorito para a convocação. Após a Copa, voltou à Seleção, já sob o comando de Alfio Basile.

Em 1992 e 1993, Islas, mesmo sendo convocado com mais frequência, seguia sendo reserva de Goycochea. Mas a "vingança" de El Loco viria na Copa de 1994.

Goycochea e Islas seriam novamente convocados, porém, desta vez a titularidade tinha novo dono: Islas ganharia a disputa com Goycochea pela vaga no gol da Argentina. Mesmo com a Albiceleste se classificando para as oitavas-de-final, o desempenho de Islas no gol não foi satisfatório: seis gols sofridos, e a eliminação para a Romênia. Depois da Copa, Islas anunciaria que nunca mais seria convocado para a Seleção, concentrando-se apenas em sua carreira por clubes. é até o único goleiro a bater um lateral em copas do mundo, no jogo contra a Romênia.

Titulos[editar | editar código-fonte]

Clausura 1994 Supercopa 1994 Recopa 1995 - todos com o Independiente

Temporada Clube Título
1983 Nacional Argentina Estudiantes Primera División Argentina
Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.