Mutano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Garoto Fera/Rapaz Fera
Mutano.jpg
Outro(s) nome(s) Garfield Logan
Espécie Meta-Humano
Ocupação Herói
Afiliações Patrulha do Destino
Novos Titãs
Família Mark Logan (pai)
Marie Logan (mãe)
Terra Natal Vila do Carvalho
Criado por Arnold Drake
Bob Brown
Primeira aparição The Doom Patrol #99 (Novembro de 1984)
Editora(s) DC Comics
Espécie Meta-Humano
Terra natal Vila do Carvalho
Afiliações Patrulha do Destino
Novos Titãs
Ocupação Herói
Parentesco Mark Logan (pai)
Marie Logan (mãe)
Inimigos Vários
Situação presente Ativo
Personagem de Os Jovens Titãs
Codinomes conhecidos Homem Animal Garoto Esmeralda
Habilidades
  • Transformismo Animal

Mutano (Beast Boy em inglês) é um personagem fictício do universo da editora DC Comics. Ele é um dos heróis dos Jovens Titãs. Mutano pode se transformar em qualquer animal existente ou que ja existiu (dinossauros por exemplo), mas qualquer animal em que se transforme é verde.

Histórico de publicações[editar | editar código-fonte]

O primeiro metamorfo da DC Comics chamado Beast Boy, não relacionado a Garfield Logan, apareceu pela primeira vez no longa-metragem Legião dos Super-Heróis, em 324 de Setembro de 1964. Ele era um dos jovens super-heróis do planeta Lallor, que se tornou vilão e foi morto em # 339 (dezembro de 1965), logo após a primeira aparição de Garfield Logan na edição de novembro de 1965 de ' "Patrulha do Destino". Este Beast Boy foi permitido uma reforma de última hora e morte heróica.

Criado pelo escritor Arnold Drake e o artista Bob Brown,[1] o Garfield Logan, com quem os leitores se tornariam mais familiarizados, fez sua primeira aparição em "Patrulha do Destino", em novembro de 1965.

A origem de Mutano[editar | editar código-fonte]

Os pais de Mutano, Marie e Mark Logan eram geneticistas, e viajavam pelo mundo inteiro estudando os mais variados animais. Um dia os três estavam na Alta Lamumba, África, no meio da floresta. Com os pais de Mutano estava o Doutor Samuel Register, que reclamava da bagunça que ele cometia e pediu um pouco de paz. A mãe de Garfield Logan - o nome verdadeiro de Mutano - então foi para fora do laboratório trocar o óleo de seu jipe, e Garfield foi junto. Quando chegou, escutou um barulho em uma árvore e foi observar o que havia lá. Quando se aproximou viu um macaco verde de uma espécie rara chamada cercocebus viridis, que o mordeu e fez ele contrair uma rara doença chamada sakutia, a febre verde, e quem contraisse esta doença morreria em 48 horas. O pai de Garfield conseguiu salvá-lo, mas o garoto ficou com a pele verde e adquiriu o dom de se transformar em qualquer animal, sempre com a cor esverdeada. Assumindo o nome de Rapaz-fera, ele foi adotado por Steve Dayton e Rita Farr, atuando algum tempo ao lado deles na Patrulha do Destino. Mais tarde, já com o nome Mutano, afiliou-se aos Jovens Titãs. Posteriormente, os integrantes do grupo se separaram e retornaram com o nome de Novos Titans com a ausência de Dick Grayson (agora sendo Asa Noturna), Donna Troy, Wally West e mais tarde, de Koriander. Depois de alguns anos o grupo "Novos Titãs" mudou o nome para "Titãs" onde trabalha até os dias atuais.

Justiça Jovem[editar | editar código-fonte]

Garfield Logan nascido em 12 de Setembro de 1995, era um garoto que morava na fronteira de Qurac e Byália, países em guerra, com sua mãe. Devido a um ataque byaliano, Garfield precisou receber uma transfusão de sangue de Miss Marte. Alguns anos depois, outro ataque matou sua mãe, assim Gar foi morar no Monte da Justiça com Miss Marte (que acabou sendo sua irmã adotiva) e o resto da Justiça Jovem, assim Gar descobriu seus poderes, os quais o permitem que se transforme em qualquer animal que quiser, baseado na transmutação marciana do sangue de M'gann Morzz.

Animais mimetizados (transformados) por Mutano[editar | editar código-fonte]

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

Se transformou em uma célula quando entrou no corpo de Cyborg (por ele ter pego um vírus), pode se transformar em qualquer animal, atual ou extinto, e mantém sua capacidade de falar e pensar.Na forma animal, ele detêm todas as capacidades físicas do animal incorporado, como voar quando águia, picada venenosa quando cobra e força quando gorila. Ele também pode alterar sua massa corporal, transformando-se em grandes (dinossauro, elefante, baleia) ou pequenos animais (aranha, abelha, etc). Digno de nota é que ele pode fazer severas alterações em sua estrutura corporal também, ficando sem membros quando na forma de uma cobra ou sem ossos quando tornado numa água viva.E também pode se multiplicar quando transformado na célula.

Em certas ocasiões ele pode se tornar animais mitológicos (Dragão, Pégaso, Unicórnio, Fênix, etc.) e até mesmo animais imaginários.

Uma curiosidade encontrada em seus poderes é que, Mutano se transforma em Baleia, Gorila e outros animais, porque ele se encontra na Terra, caso ele se encontre em outro planeta, terá a capacidade de se transformar nos seres (animais, em questão) que a habitam.

Mudanças e outras versões[editar | editar código-fonte]

  • Em Reino do Amanhã, uma versão mais envelhecida de Mutano chamava a si mesmo de "Bestiário". Ele fica preso em uma jaula no circo contra sua vontade.
  • Em Justiça Jovem, no episódio 21, Mutano aparece ainda como civil, com seus pais ainda vivos, mas durante o episódio ele se fere e a Miss Marte doa sangue para ele, na segunda temporada, passada 5 anos depois da primeira, ele reaparece como Mutano, sendo personagem fixo, interagindo com a Miss Marte como irmã, pois o sangue que deu os seus poderes nessa animação.

Outras Mídias[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Irvine, Alex (2008), «Doom Patrol», in: Dougall, Alastair, The Vertigo Encyclopedia, ISBN 0-7566-4122-5, New York: Dorling Kindersley, pp. 61–63, OCLC 213309015