Nossa Senhora da Apresentação de Natal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nossa Senhora da Apresentação
Imagem de Nossa Senhora na Pedra do Rosário
Instituição da festa 1753
Venerada pela Igreja Católica
Principal igreja Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, Natal, Rio Grande do Norte
Festa litúrgica 21 de Novembro
Atribuições Pesca Milagrosa
Padroeira de Natal, Rio Grande do Norte
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a padroeira de Natal. Para outras acepções de Nossa Senhora da Apresentação, veja Nossa Senhora da Apresentação (desambiguação).

Nossa Senhora da Apresentação é a Padroeira da Cidade e da Arquidiocese de Natal (Rio Grande do Norte).

No dia 21 de novembro de 1753, um grupo de pescadores pescavam no Rio Potengi quando acharam um caixote encalhado em uma pedra à margem direita do Potengi. Ao abrirem o caixote encontraram uma imagem de Nossa Senhora do Rosário envolvida em uma faixa na qual lia-se “Aonde essa imagem chegar, nenhuma desgraça acontecerá” Logo chamaram para o local o Pe. Manoel Corrêa Gomes, então pároco da paróquia, que conduziu o vulto para a Igreja Matriz (hoje Catedral Antiga). Por se tratar do dia 21 de novembro, data da Festa da apresentação de Maria ao templo, deram a imagem o título de Nossa Senhora da Apresentação.

No dia 21 de novembro a Igreja Católica celebra a Festa litúrgica da apresentação de Maria Santíssima ao templo; por este motivo batizaram o vulto da Virgem Santíssima (Nossa Senhora do Rosário) como Nossa Senhora da Apresentação. Em seguida levaram o vulto bendito para a Igreja Matriz da cidade e com a autorização do bispo de Pernambuco entronizaram a imagem no Altar-mor.

História[editar | editar código-fonte]

Diz a tradição que, em 21 de novembro de 1753, um grupo de pescadores encontrou um caixote de madeira encalhado em umas rochas na margem direita do Rio Potengi, na frente à Igreja do Rosário, na atual Pedra do Rosário, em Natal, no Rio Grande do Norte.[nota 1] Dentro do caixote, havia uma imagem de Nossa Senhora do Rosário e uma mensagem: Aonde esta imagem aportar, nenhuma desgraça acontecerá.[nota 2][1]

Os pescadores avisaram sobre a descoberta ao pároco da paróquia, Padre Manoel Correia Gomes, que se dirigiu ao local e logo reconheceu que se tratava de uma imagem de Nossa Senhora do Rosário. Porém, como o dia 21 de novembro é o dia da Apresentação de Maria ao Templo de Jerusalém, a santa foi batizada como Nossa Senhora da Apresentação e proclamada padroeira da cidade de Natal. A Igreja Matriz, atual Catedral Antiga de Nossa Senhora da Apresentação, localiza-se na Praça André de Albuquerque. Lá, no dia 25 de dezembro de 1599, foi celebrada a primeira missa na cidade, pelo padre Gaspar Moperes.[1]

Festa[editar | editar código-fonte]

Em homenagem à padroeira, o dia 21 de novembro é feriado municipal em Natal.[2] Seus festejos se estendem desde 11 até 21 de novembro, com missas e celebrações, principalmente, na Pedra do Rosário (onde a imagem foi encontrada), na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (Catedral Antiga ) e na Catedral Metropolitana.[1]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Nossa Senhora da Apresentação é a padroeira desde a introdução do cristianismo na sociedade natalense, mesmo antes da aparição da imagem no rio. A "Festa da Apresentação de Nossa Senhora ao Templo de Jerusalém foi instituída no catolicismo em 1571.
  2. Não há um registro exato do que estava escrito na mensagem, pois a história de Nossa Senhora da Apresentação só foi registrada pela primeira vez recentemente. Algumas fontes informam que a mensagem dizia: Onde esta imagem parar, nenhuma desgraça acontecerá. Já outras, dizem: No ponto onde der este caixão não haverá nenhum perigo. E assim por diante.

Referências

  1. a b c Arquidiocese de Natal. «Nossa Senhora da Apresentação - Padroeira da Arquidiocese e da cidade do Natal». Arquidiocesedenatal.org.br. Consultado em 28 de novembro de 2012. Arquivado do original em 20 de novembro de 2008 
  2. Prefeitura de Natal (29 de dezembro de 2011). «Decreto Nº 9.607, de 29 de dezembro de 2011» (PDF). Natal.rn.gov.br. Consultado em 28 de novembro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Virgem Maria ou um de seus títulos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.