Nossa Senhora dos Prazeres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nossa Senhora dos Prazeres
Imagem de Nossa Senhora dos Prazeres na ermida de Nossa Senhora dos Prazeres, na Maia, nos Açores, em Portugal
Venerada pela Igreja Católica
Religiões Afro-Brasileiras
(na Bahia)
Festa litúrgica Segunda-feira da segunda semana da Páscoa

Nossa Senhora dos Prazeres é um dos títulos pelo qual a Igreja Católica venera a Virgem Maria, a Santíssima Mãe de Deus. A devoção teve origem em Portugal, no final do século XVI,[1] e sua festa é celebrada na segunda-feira após o segundo domingo do Tempo Pascal.[2] Os “prazeres” do título são por vezes identificados com as sete alegrias de Maria.[nota 1][3]

É sincretizada nas religiões afro-brasileiras da Bahia com a orixá Oxum juntamente com Nossa Senhora das Candeias.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. “Prazeres” e “alegrias” são ambas traduções do latim gaudia. Vide, por exemplo, o manuscrito do século XV Add MS 28962

Referências

  1. Ferraz, Orlando (2003). Maria, Mãe de Deus. Títulos que honram Nossa Senhora. Curitiba: Novo Mundo. p. 128 
  2. Barros, Marcelo (2011). Dom Helder Câmara: profeta para os nossos dias 1 ed. São Paulo: Paulus. p. 32-33. ISBN 978-85-349-0501-5. Consultado em 24 de março de 2012. Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2013 
  3. «Psalter and Hours, Dominican use (the 'Prayerbook of Alphonso V of Aragon')» (em inglês). 1436–1443. Consultado em 27 de julho de 2021 
  4. «Oxum - Raizes Espirituais». Raizes Espirituais 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Virgem Maria ou um de seus títulos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.