Daffy Duck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Patolino)
Ir para: navegação, pesquisa


Daffy DuckEUA / PatolinoBR
Personagem fictícia de Looney Tunes
Patolino.png
Daffy Duck
Nome original Daffy Duck
Nascimento 17 de abril de 1937 (80 anos)
Sexo Masculino
Espécie Pato
Olhos Negros/Verdes (No Curta Daffy's Rhapsody)
Características Mal-humorado, invejoso, egocêntrico, agressivo, cínico, antagônico, irritado, egoísta, odioso, auto-detestável, imprudente, rude, impulsivo, ganancioso, fiel, amigável, opinativo, sincero, avaro, amoroso, honesto, cômico, heróico, azarado, sensível, covarde (algumas vezes), intolerante (algumas vezes), bom coração
Afiliações Looney Tunes
Amigo(s) Gaguinho
Tina Russo
Pernalonga
Frangolino
Lola Bunny
Inimigo(s) Pernalonga (anteriormente)
Hortelino
Ligeirinho
Marvin, o Marciano
Criado por Tex Avery
Chuck Jones
Robert McKimson
Voz Estados Unidos Mel Blanc (1937-1989)
Estados Unidos Jeff Bergman (1990-presente)
Estados Unidos Greg Burson (1993-1995)
Joe Alaskey (1995-2004)
Estados Unidos Dee Bradley Baker (Space Jam)
Dobragem Portugal Carlos Freixo (Curtas; Space Jam e Looney Tunes: De Volta à Ação)
Portugal Tiago Caetano (Baby Looney Tunes & The Looney Tunes Show - dobragem do Biggs)
Portugal Tiago Retrê (The Looney Tunes Show - dobragem da RTP2)
Dublagem Brasil Orlando Drummond

(1968-1978)
Brasil Waldyr Sant'anna (1978-1988)
Brasil Carlos Marques (1988-1998)
Brasil Márcio Simões (1998-)

Primeira aparição Porky's Duck Hunt (1937)
Última aparição Looney Tunes: Rabbit Run (2015)
Internet Movie Database Daffy Duck no IMDb
Espécie Pato
Afiliações Looney Tunes

Patolino (no original, Daffy Duck) é o deuteragonista das séries de TV animadas Looney Tunes e Merrie Melodies e o terceiro personagem mais popular de ambas as séries, depois de Pernalonga (o primeiro) e Gaguinho (o segundo). Seus melhores amigos são Pernalonga e Gaguinho.

Foi introduzido em 1937, em um filme chamado "Gaguinho e a caça ao pato". O personagem fez diversas aparições junto a Gaguinho em seguida, as primeiras como rival, mas a maioria sendo o contraponto maluco do porco.

Patolino foi aparecendo com mais frequência, quase sempre como adversário do Pernalonga (principalmente para evitar as balas de Hortelino), inconformado que tudo dava certo para o coelho, mas para ele não. Após levar a pior diante de Pernalonga, comentava com o bordão "Você é desprezível".

Curiosamente, Nos anos 80 foi lançado um filme chamado Who Framed Roger Rabbit? onde apareceu a personagem fictícia da Disney, Pato Donald que foi rival de Patolino.

Apesar de nos filmes de animação, as personagens fictícias lhe desprezarem e não lhe darem muita importância, o personagem é muito popular, e é o terceiro mais frequente dos curtas da Warner Bros. com 133 aparições (depois de 159 de Gaguinho e 166 de Pernalonga).

No curta Duck Dodgers do Século 24 1\2 (paródia de Buck Rogers) Patolino interpreta o herói espacial Duck Dodgers, que ao lado do companheiro Gaguinho disputa um planeta com Marvin o Marciano. Mais tarde Dodgers estrelou sua própria série animada. Atualmenta, Patolino é visto na série O Show dos Looney Tunes, onde ele mora de favor na casa do Pernalonga.

O nome e a personalidade original[editar | editar código-fonte]

O nome original do personagem nos Estados Unidos é "Daffy Duck", que significa "pato Amalucado", devido à personalidade "louca" que ele tinha nos seus primeiros curta metragens. Em 1951 quando os desenhos do Patolino passaram a serem dirigidos por Chuck Jones, o personagem perdeu sua personalidade maluca original, e passou a ser mais ganancioso, temperamental e invejoso, arrogante, egocêntrico,egoista,principalmente nos curtas onde ele aparecia junto do Pernalonga. Durante décadas o personagem foi sempre retratado em animações, e quadrinhos, sendo ganancioso e temperamental, embora em alguns momentos ainda mostrasse alguns traços de sua antiga loucura, dependendo da situação. Nos filmes "Space Jam" de 1996, e "Looney Tunes de Volta à Ação" de 2004, sua personalidade foi dosada entre "maluca", quando queria chamar a atenção, e também "invejosa" quando tentava competir com o Pernalonga.

Na série animada "O Show dos Looney Tunes", Patolino não aparece mais sendo temperamental, ou muito ganancioso como ele ficou depois da "era Chuck Jones", mais sim totalmente "sem noção", e com atitudes bem malucas. Curiosamente em um episódio de "O Show dos Looney Tunes", chamado "Rebeldes sem Luvas", Patolino descobre, ao fazer uma busca na internet, o significado de seu nome (em inglês) "Daffy", que significa "insensato", "maluco" "desmiolado", ou "amalucado". E depois disso ele decide mudar legalmente o seu nome. Ao final do episódio ele acaba adotando o seu nome original novamente, por ser mais fácil de escrever.

A Voz do Patolino[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Nos EUA, Patolino foi originalmente dublado por Mel Blanc (voz de diversos outros Looney Tunes), que lhe deu uma característica "língua presa", cuja origem é controversa: é considerada paródia ao chefe do setor de animação Leon Schlesinger, que falava muito desta maneira; mas Blanc afirmou em sua auto-biografia que ele imaginou a pronúncia por causa da grande mandíbula do pato. A animação reforçava o "falar cuspindo" mostrando enormes gotas de saliva espirrando de sua lingua - um hábito abandonado nos desenhos dos anos 50 e 60, mas retomado nos anos 90. Depois da morte de Blanc, o pato foi dublado por Jeff Bergman (1990–1993), Greg Burson (1993–1996), Dee Bradley Baker (no filme Space Jam) e Joe Alaskey (1996-2004) e nos dias de hoje ele voltou a ser dublado por Jeff Bergman.

No Brasil e Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, é dublado por Carlos Freixo na série clássica; Em Baby Looney Tunes e The Looney Tunes Show (re-dobragem) foi dobrado por Tiago Caetano e em The Looney Tunes Show (1ª Dobragem) foi dobrado por Tiago Retrê.

No Brasil, foi dublado por Carlos Marques nos anos 80, Waldyr Sant'anna nos anos 70, Orlando Drummond em 60, e desde 1998 é dublado por Márcio Simões (que também faz Frajola). Na dublagem brasileira a característica da "linguá presa" só passou a ser usada no personagem no início dos anos 90, quando Simões assumiu Patolino. Drummond dava uma voz mais grossa para o pato, mas apesar de não o ter dublado "chiando" muito a voz como a dublagem original em inglês, dava um tom de voz meio "fanho" ao Patolino.

Relacionamento com os outros personagens[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • É revelado em um dos episódios de Baby Looney Tunes que seu nome completo é Patolino Inácio Pato, porém em O Show dos Looney Tunes é mencionado por Pernalonga que seu nome do meio é Sheldon tendo trocado para Armando no mesmo episódio.
  • Nos anos 80 foi lançado um filme chamado Who Framed Roger Rabbit? onde apareceu a personagem fictícia da Disney, Pato Donald que foi rival de Patolino.
  • Apesar de Ligeirinho ser considerado rival de Patolino, houveram momentos em que foram amigos, no Filme de Patolino: A ilha fantástica de 1983, eles foram amigos e colegas de um negócio de poço que tiveram e no Show dos Looney Tunes, eles começaram rivais, mas depois tornaram-se amigos.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Daffy Duck