Space Jam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Space Jam
Space Jam (PT)
Space Jam: O Jogo do Século (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1996 •  cor •  88 min 
Direção Joe Pytka
Produção Ivan Reitman
Joe Medjuck
Daniel Goldberg
Coprodução Sheldon Kahn
Curtis Polk
Gordon Webb
Produção executiva David Falk
Ken Ross
Argumento Leo Benvenuti
Steve Rudnick
Timothy Harris
Herschel Weingrod
Elenco Michael Jordan
Pernalonga
Lola Bunny
Wayne Knight
Patolino
Frajola
Gaguinho
Bill Murray
Theresa Randle
Thom Barry
Danny DeVito(voz)
Charles Barkley
Patrick Ewing
Shawn Bradley
Larry Johnson
Larry Bird
Género Comédia
Esporte
Aventura
Fantasia
Família
Música James Newton Howard
Direção de arte David Klassen
Direção de fotografia Michael Chapman
Figurino Marlene Stewart
Edição Sheldon Kahn
Companhia(s) produtora(s) Warner Bros. Family Entertainment
Ivan Reitman
David Falk-Ken Ross
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 15 de novembro de 1996
Brasil 25 de dezembro de 1996
Portugal 7 de fevereiro de 1997[1]
Idioma Inglês
Orçamento US$ 80 milhões
Receita US$ 230.418.342
Cronologia
Looney Tunes: Back in Action
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Space Jam (Space Jam: O Jogo do Século, no Brasil) é um filme de comédia familiar e aventura estadunidense, que combina o uso de live-action e animação, estrelado pelo ex-jogador profissional de basquetebol Michael Jordan e apresentando os personagens do Looney Tunes. O filme é produzido por Ivan Reitman, dirigido por Joe Pytka, com Tony Cervone e Bruce W. Smith dirigindo a animação. Um relato fictício da aposentadoria de Jordan na NBA, Space Jam teve sua estreia no cinema pela Warner Bros., sob o rótulo da marca Family Entertainment, no dia 15 de novembro de 1996.

O filme ajudou a popularizar a NBA, principalmente no Brasil, já que não existia um número grande de notícias e transmissões dos jogos, nem havia o chamado "Game Pass" (plataforma digital que permite ao fã de qualquer lugar do mundo assistir às partidas de todos os times).[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Após alcançar o auge da sua carreira de jogador de basquetebol, Michael Jordan decide encerrar sua carreira no esporte que o consagrou e migrar para a carreira de jogador de beisebol. Enquanto isso, num lugar no espaço, em um planeta chamado Montanha Bobolândia, que na verdade é um parque de diversões espacial, o ganancioso chefe do planeta, Sr. Swackhammer (voz de Danny DeVito), discute com seus minúsculos empregados, os Nerdlucks (nome não mencionado durante a dublagem brasileira), que necessitam de idéias para criar novas atrações para o lugar. E num painel de vídeo vê vários desenhos animados dos Looney Tunes, que é o grupo de Pernalonga e seus amigos, e deduz que seria uma boa ideia tê-los como a atração do parque de diversões e ordena que seus servos viajem até a Terra e capturem os divertidos personagens. Lá, após grande discussão, fica estabelecido que teria de haver uma disputa entre os Looney Tunes e os Nerdlucks para decidir o destino dos personagens terrestres. Então em uma reunião, Pernalonga, Patolino, Gaguinho, Hortelino e Frajola, a julgar pela pequena altura dos invasores, deduzem que a disputa seria facilmente resolvida em um partida de basquetebol. Em desvantagem, os Nerdlucks vão assistir a partidas de basquetebol e, com poderes estranhos, roubam e absorvem as habilidades de cinco grandes jogadores da NBA (Charles Barkley, Patrick Ewing, Muggsy Bogues, Larry Johnson e Shawn Bradley), e após absorverem tais habilidades, se tornam monstros gigantes e a partir de então são chamados de Monstars, e passam a desvantagem para os Looney Tunes.

Os Looney Tunes desafiam os Nerdlucks para um jogo de basquetebol.

Depois disto, os Tunes capturam Michael Jordan e explicam a ele toda a situação. Michael decide ajudá-los na partida. Além disso, os Tunes recebem a ajuda de uma bela e habilidosa coelhinha chamada Lola Bunny, que também decide participar da partida. Assim, sob o comando de Michael Jordan, forma-se o time intitulado TuneSquad, que decidirá em um jogo de basquete o destino dos Looney. Mais tarde, o atrapalhado publicitário Stan Podolak (Wayne Knight) (o mais novo ajudante de Jordan) que também fora sugado para o mundo dos Looney Tunes, aparece para reforçar o time.

Após algum tempo, o jogo entre o TuneSquad e os Monstars começa e, embora conte com a ajuda do talentoso Michael Jordan, os Looney Tunes são massacrados pela agressividade dos monstruosos adversários, e o time dos heróis termina o 1° tempo da partida com uma grande desvantagem no placar.

No intervalo, Jordan tenta animar sua equipe e Pernalonga os convence a tomarem a fórmula secreta de Michael Jordan (que era na verdade uma garrafa plástica com água comum) e assim os heróis, agora motivados, usam todo o seu talento para superar os inimigos e têm sucesso, diminuindo bastante a desvantagem no placar da partida. Furioso com o desempenho do adversário, o malvado Swackhammer (que é agora treinador dos Monstars) aceita uma aposta feita por Michael Jordan, que consistia na devolução dos poderes dos jogadores da NBA caso o TuneSquad vencesse, e tornar Michael Jordan escravo e principal atração da Montanha Bobolândia, caso os vilões vencessem. Após isso, os Looney Tunes são mais uma vez espancados pelo estilo de jogo brutal dos Monstars até que apenas Jordan, Pernalonga, Lola e Patolino são deixados em pé fazendo um número curto de jogadores. Bill Murray, é capaz de entrar no mundo dos Looney Tunes "e integrar a sua equipe", evitando a perda.

Pelo clímax do jogo, o TuneSquad estão perdendo por uma diferença de um ponto, e cabe à Jordan para marcar o último ponto a sua equipe. Nos últimos segundos do jogo, estendendo seu braço como se fosse um desenho animado, Jordan consegue fazer a cesta e ganha o jogo. Depois, os personagem retornam Jordan de volta à Terra, onde ele traz o talento roubado de volta aos seus respectivos proprietários. Mais tarde ele é solicitado por seus rivais para voltar à NBA, espelhando o seu regresso da vida real.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

  • Michael Jordan como uma versão fictícia de si mesmo, o protagonista do filme. É um jogador de basquetebol profissional que se aposenta da NBA para seguir uma carreira no beisebol, que é o que seu pai desejava que ele fizesse.
    • Brandon Hommond como Michael Jordan, aos 10 anos de idade
  • Wayne Knight como Stan Podolak, um atrapalhado publicitário que atua como o treinador pessoal e ajudante de Michael Jordan.
  • Theresa Randle como Juanita Jordan, esposa de Michael Jordan.
  • Bill Murray como ele mesmo, o melhor amigo de Michael Jordan e um amigo auto-proclamado do produtor do filme, o que lhe permite participar do Looney Tunes quando eles são estão em número curto de jogadores.[3]
  • Thom Barry como James Jordan, pai de Michael Jordan e jogador de beisebol profissional. Aparece no início do filme incentivando o filho ainda criança a lutar pelo seus sonhos.
  • Manner Washington como Jeffrey Jordan, filho de Michael e Juanita, joga basquete.
  • Eric Gordon (não é o atual jogador da NBA) como Marcus Jordan, é o filho de Michael e Juanita, e irmão mais novo de Jeffrey.
  • Bebe Drake como a Empregada de Michael, que ajuda Juanita a cuidar das crianças.
  • Penny Bae Bridges como Jasmine Jordan, filha de Michael Jordan e Juanita, irmã mais nova de Jeffrey e Marcus.
  • Billy West fornece as vozes de:
    • Pernalonga, um coelho que age como o líder dos Looney Tunes e joga no time de basquetebol. É ele quem tem a idéia de chamar Michael para ajuda-lós.
    • Hortelino Troca-Letras, um caçador do grande-jogo que procura caçar o Pernalonga. Ele joga no time dos Looney Tunes '.
  • Dee Bradley Baker fornece as vozes de:
    • Patolino, um pato glorioso e ganancioso, um dos dois melhores amigos de Pernalonga que joga no time dos Looney Tunes '.
    • O Diabo da Tasmânia, um marsupial faminto e enlouquecido que joga no time dos Looney Tunes '.
    • Toro, um touro que ataca o Pound Monstar durante o jogo.
  • Danny DeVito fornece a voz do Senhor Swackhammer, o proprietário e presidente do parque temático "Montanha Moron" (ou "Montanha Bobolândia na dublagem brasileira), pelo o qual ele busca novas atrações. Mais tarde, ele age como o treinador dos Monstars no jogo contra os Looneys.
  • Bob Bergen fornece as vozes de:
    • Hubie e Bertie, um par de ratos que agem como os comentaristas do jogo.
    • Marvin, o Marciano, um extraterrestre que atua como o árbitro do jogo.
    • Gaguinho, um porco gago, um dos dois melhores amigos de Pernalonga que joga no time dos Looney Tunes.
    • Piu-piu, um pequeno passarinho amarelo que joga no time dos Looney Tunes.
  • Bill Farmer fornece as vozes de:
    • Frajola, um gato negro que tenta devorar o Piu-piu. Ele joga no time dos Looney Tunes.
    • Eufrazino, um bandido ocidental, é mal-humorado e extremamente rabugento que joga no time dos Looney Tunes.
    • Frangolino, um grande galo Kentucky com sotaque nordestino que joga no time dos Looney Tunes.
  • June Foray fornece a voz da Vovó, uma mulher idosa que atua como a líder de torcida no time dos Looney Tunes. Ela também faz a voz da Bruxa Hazel.
  • Kath Soucie fornece a voz de Lola Bunny, um coelho fêmea muito gata e radical que joga no time dos Looney Tunes. Lola é também a mais nova personagem. Ela é o interesse amoroso de Pernalonga e mais tarde no fim do filme se torna sua namorada.
  • Maurice LaMarche fornece a voz de Pepé Le Pew, um gambá com sotaque francês que joga no time dos Looney Tunes.

As vozes dos Nerdlucks são fornecidos por Jocelyn Blue (Pound), James Caridad (Blanko), June Melby (Bang), Catherine Reitman (Bupkus) e Wainwright Colleen (Nawt e Sniffles); as vozes dos Monstars são fornecidos por Darnell Suttles (Pound ), Steve Kehela (Blanko), Joey Camen (Bang), Dorian Harewood (Bupkus) e T. K. Carter (Nawt). Dan Castellaneta e Patricia Heaton também fizeram aparições rápidas como um casal que os Nerdlucks (disfarçados) sentam ao lado em um jogo de basquete.

Dan Castellaneta e Patricia Heaton fizeram aparições rápidas como um casal que os Nerdlucks (disfarçados) sentam ao lado em um jogo de basquete.

Jogadores da NBA[editar | editar código-fonte]

Muitas estrelas da NBA apareceram no filme como eles mesmos
Michael Jordan foi o protagonista do filme
Embora aposentado no momento, Bird apareceu como um dos amigos de Michael
Charles Barkley foi um dos jogadores cujo talento é roubado pelos Monstars
Shawn Bradley foi um dos jogadores cujo talento é roubado pelos Monstars
Patrick Ewing foi um dos jogadores cujo talento é roubado pelos Monstars

Além de Jordan, um número de jogadores e treinadores da NBA apareceram no filme. Larry Bird interpreta um amigo da Jordan, que se junta a ele para um jogo de golfe. Quando os Monstars roubar o talento dos jogadores da NBA, eles invadem um jogo entre o Phoenix Suns e o New York Knicks, fazendo com que Patrick Ewing, que joga no Knicks, e Charles Barkley, que joga no Suns, cometerem erros durante o jogo. Nessas cenas, os jogadores Knicks, Charles Oakley e Derek Harper e os Suns A. C. Green, Danny Ainge, e Paul Westphal (técnico) também são vistos em campo.

Mais tarde no filme, Ewing e Barkley são unidos pelos que agora "estão extremamente sem talento" Larry Johnson, Muggsy Bogues e Shawn Bradley. Além disso, quando o Los Angeles Lakers estão em uma tentavia para evitar que jogam basquetebol com medo de serem infectados, Lakers Vlade Divac, Cedric Ceballos, Anthony Miller, e o técnico Del Harris fazem uma curta aparição rápida. Aparições rápidas semelhantes também foram feitas por Jeff Malone, Alonzo Mourning, e Sharone Wright, o comentarista de TV Jim Rome e Ahmad Rashad. Durante a parte do filme, quando Jordan retorna para o Chicago Bulls, eles jogam no Orlando Magic onde Shaquille O'Neal pode ser visto correndo atrás da bola.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Nome no Brasil Nome em Portugal Brasil Dublador Portugal Dobrador
Michael Jordan Luiz Feier Motta
Stan Podolak Mauro Ramos Luís Rizo
Bill Murray Márcio Simões Carlos Freixo
Charles Barkley Waldyr Sant'anna António Marques
Larry Johnson Sérgio Silva
Larry Bird Júlio Chaves
Muggsy Bouges Carlos Vieira de Almeida
Shawn Bradley Carlos Freixo
Treinador Paulo Oom
Árbitro António Marques
Médico Pedro Pinheiro
Comissionário Paulo Oom
Pernalonga Bugs Bunny Mário Monjardim
Patolino Daffy Duck Márcio Simões Carlos Freixo
Gaguinho Porky Pig Manolo Rey / Waldyr Sant'anna (cena da TV) André Maia
Frajola Silvestre Márcio Simões Carlos Freixo
Piu-Piu Tweety Sylvia Salustti Paula Fonseca
Lola Bunny Adriana Torres Luísa Salgueiro
Frangolino Foghorn Leghorn Mário Monjardim Carlos Freixo
Pepé Le Pew Guilherme Briggs
Hortelino Troca-Letras Elmer Fudd Carlos Marques
Eufrazino Puxa-Briga Yosemite Sam Ronaldo Magalhães Paulo B.
Marvin, o Marciano Waldyr Sant'anna Carlos Freixo
Taz Paulo Flores Paulo B.
Hubie Carlos Freixo
Bertie
Papa-Léguas Bip-Bip Guilherme Briggs
Vovó Avozinha Lina Rossana Isabel Ribas
Sr. Swackhammer Marcelo Torreão José Raposo
Pound Luiz Sérgio Vieira (como Nerdluck)
Guilherme Briggs (como Monstar)
Carlos Vieira de Almeida (como Monstar)
Bang Isaac Bardavid (como Monstar) António Marques (como Monstar)
Bupkus José Leonardo(como Nerdluck)
Ricardo Juarez (como Monstar)
Paulo Oom (como Monstar)
Nawt
Blanko Rodrigo Antas (como Nerdluck)

Televisão

SBT 2000-2012 Rede Globo 2012-Presente

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter recebido críticas mistas para negativas, Space Jam foi um sucesso de bilheteria. No final de seu funcionamento, o filme arrecadou $90,418,342 de dólares nos Estados Unidos e mais de 230 milhões de dólares internacionalmente tornando-se o filme de basquetebol mais rentável.[4]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado Ref.
1997 ASCAP Film and Television Music Awards Músicas mais executadas de filmes Diane Warren - "For You I Will" Venceu [5]
Top Box Office Films James Newton Howard Venceu
Annie Awards Melhor Conquista Individual: Conquista Técnica Venceu
Melhor Animação Indicado
Melhor Desempenho Individual: Direção Bruce W. Smith e Tony Cervone Indicado
Melhor Desempenho Individual: Produção Ron Tippe Indicado
Grammy Awards Melhor música escrita especificamente para cinema ou para televisão R. Kelly - "I Believe I Can Fly" Venceu
MTV Movie Awards Melhor Canção de Filme R. Kelly - "I Believe I Can Fly" Indicado
Satellite Awards Melhor Filme de Animação Daniel Goldberg, Joe Medjuck, Ivan Reitman Indicado
World Animation Celebration Melhor uso da animação em um trailer de filme Venceu
Young Artist Awards Melhor Filme de Família - Animação ou Efeitos Especiais Indicado

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Space Jam
Trilha sonora de vários artistas
Lançamento 1997
Gravação 1996
Gênero(s) R&B, pop, hip hop
Idioma(s) inglês
Formato(s) CD, Digital Download
Gravadora(s) Atlantic Records
Produção Ken Ross, Craig Kallman, Dominique Trenier

Space Jam é uma trilha sonora do filme Space Jam, lançado em 1997.[6]

Faixas[editar código-fonte]

N.º Título Produtor(es) Duração
1. "Fly Like an Eagle" (Seal) Seal 4:15
2. "The Winner" (Coolio) Dobbs 4:03
3. "Space Jam" (Quad City DJ's) Jay "Ski" McGowan 5:07
4. "I Believe I Can Fly" (R. Kelly) R. Kelly 5:22
5. "Hit 'Em High (The Monstars' Anthem)" (B-Real, Busta Rhymes, Coolio, LL Cool J & Method Man) Poke and Tone 4:18
6. "I Found My Smile Again" (D'Angelo) D'Angelo 6:16
7. "For You I Will" (Monica) David Foster 4:56
8. "Upside Down ('Round-N-'Round)" (Salt-N-Pepa) Rashad Smith & Armando Colon 4:17
9. "Givin' U All That I've Got" (Robin S.) Terry 4:04
10. "Basketball Jones" (Barry White & Chris Rock) Lou Adler & Jamey Jaz 5:40
11. "I Turn to You" (All-4-One) James Harris III & Terry Lewis 4:53
12. "All of My Days" (R. Kelly part. Changing Faces & Jay-Z) Kelly 4:02
13. "That's the Way (I Like It)" (Spin Doctors part. Biz Markie) Danny Kortchmar & Peter Denenberg 3:50
14. "Buggin'" (Billy West) Dominique Trenier and Dominique Owen 4:15
Duração total:
1:05:10

Sequência[editar | editar código-fonte]

Em 2014, a especulação de que uma sequência do filme fosse acontecer era minúscula e improvável. Fontes diziam que a estrela desse novo filme seria LeBron James junto aos Looney Tunes. Em 2015, começaram as ineprováveis negociações para o filme e até junho nada foi informado. Mas no dia 15 de junho de 2015 foi confirmado que a Warner Bros. estava perto de finalizar as negociações tanto para o filme quanto para escalar James. Em 24 de julho de 2015, foi confirmado que o filme iria acontecer, mas as negociações com James ainda não tinham sido finalizadas. Em 2 de maio de 2016, o Hollywood Reporter confirmou a produção do filme, com direção de Justin Lin (Velozes e Furiosos).

Referências

  1. http://www.imdb.com/title/tt0117705/releaseinfo
  2. espn.uol.com.br/ 20 anos do lançamento de "Space Jam" e a importância do filme na popularização da NBA
  3. Maslin, Janet (15 de novembro de 1995). «Icons Meet: Bugs, Daffy And Jordan». NYTimes.com. The New York Times Company. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  4. «Space Jam (1996)». Box Office Mojo. Internet Movie Database. Consultado em 2 de dezembro de 2011 
  5. imdb.com/awards
  6. «Review Album». allmusic (em inglês). Rovi Corporation. Consultado em 19 de outubro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]