Política Externa e de Segurança Comum da União Europeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Política Externa e de Segurança Comum (PESC) foi um dos pilares da União Europeia e possuía a máxima importância para o entendimento das relações internacionais. Exercia influência dentro e fora do continente europeu e procura preservar a paz e a segurança, bem como salvaguardar valores comuns, desenvolver a democracia, o respeito pelos direitos humanos e o Estado de direito. Os objectivos da PESC eram os seguintes:

  • Salvaguardar os valores comuns, os interesses básicos e a independência da União Europeia;
  • Reforçar a segurança da União Europeia e dos seus membros, sob todas as formas;
  • Manutenção da paz e do reforço da segurança internacional;
  • Desenvolvimento e consolidação de democracia e do Estado de Direito, bem como o respeito dos direitos humanos e das liberdades fundamentais.

Este pilar foi abolido com o Tratado de Lisboa, em 1 de dezembro de 2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a União Europeia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.