Independência ou Morte (Pedro Américo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Independência ou Morte ou O Grito do Ipiranga
Autor Pedro Américo
Data 1888
Técnica óleo sobre tela
Dimensões 415 cm  × 760 cm 
Localização Museu Paulista
da USP, São Paulo
Miniatura em metal exposta numa biblioteca pública.

A pintura Independência ou Morte, também conhecida como grito do Ipiranga, é a obra artística mais conhecida no Brasil, e que representa a proclamação da Independência do Brasil.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O artista Pedro Américo terminou de pintar o quadro em 1888 em Florença, na Itália (66 anos após a independência ser proclamada). Foi a Família Real que encomendou a obra, pois ela investia na construção do Museu do Ipiranga (atual Museu Paulista). A ideia da obra era ressaltar o poder monárquico do recém-instaurado império. A tela foi encomendada pela família imperial para registrar o momento da independência do Brasil ou grito do Ipiranga.

Segundo a historiadora, Lilia Moritz Schwarcz, possivelmente Pedro Américo tenha se inspirado no quadro A Batalha de Friedland, de Ernest Meissonier, de 1875, no qual o autor retrata a vitória de Napoleão na batalha homônima.[2]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.