Resultados da fase final da Copa Libertadores da América de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com um evento desportivo atualmente em curso.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 10 de agosto de 2018.)
Sports current event.svg

A fase final da Copa Libertadores da América de 2018 compreende as disputas de oitavas de final, quartas de final, semifinal e final. As equipes se enfrentam em jogos eliminatórios de ida e volta em cada fase, e a que somar mais pontos se classifica as fases seguintes.

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Se em um cruzamento as determinadas equipes igualarem em pontos, o primeiro critério de desempate será o saldo de gols. Caso empatam no saldo, o gol marcado na casa do adversário entra em consideração. Persistindo o empate, a vaga será decidida em disputa por pênaltis.[1]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para determinar todos os cruzamentos da fase final, a CONMEBOL passou a adotar a partir da edição de 2017 o formato de sorteio, que foi realizado no Centro de Convenções da CONMEBOL em Luque, no Paraguai, a 4 de junho.[2]

Para determinar a distribuição das equipes através dos potes, foi levado em consideração o desempenho das equipes na fase de grupos. As equipes que finalizaram em primeiro lugar nos grupos encontraram-se no Pote 1, e as equipes que se classificaram em segundo lugar no Pote 2.[3][4]

Equipes classificadas

Entre parêntesis a posição entre os classificados da fase de grupos.

Grupo Líderes de grupo (Pote 1) Vice-líderes de grupo (Pote 2)
A Brasil Grêmio (2) Paraguai Cerro Porteño (9)
B Colômbia Atlético Nacional (7) Chile Colo-Colo (16)
C Paraguai Libertad (3) Argentina Atlético Tucumán (13)
D Argentina River Plate (4) Brasil Flamengo (11)
E Brasil Cruzeiro (5) Argentina Racing (10)
F Brasil Santos (8) Argentina Estudiantes (15)
G Brasil Corinthians (6) Argentina Independiente (12)
H Brasil Palmeiras (1) Argentina Boca Juniors (14)

Além de determinar os potes, o desempenho das equipes na fase de grupos também determina os mandos de campo até a final, sendo que os primeiros dos grupos estão ranqueados de 1 a 8 e os segundo colocados de 9 a 16. Num cruzamento a equipe de melhor ranking sempre realizará o jogo de volta em casa.[1]

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
A Racing Argentina Argentina River Plate 0–0
B Colo-Colo Chile Brasil Corinthians 1–0
C Flamengo Brasil Brasil Cruzeiro 0–2
D Estudiantes Argentina Brasil Grêmio 2–1
E Atlético Tucumán Argentina Colômbia Atlético Nacional 2–0
F Boca Juniors Argentina Paraguai Libertad 2–0
G Cerro Porteño Paraguai Brasil Palmeiras 0–2
H Independiente Argentina Brasil Santos

Chave A[editar | editar código-fonte]

9 de agosto Racing Argentina 0 – 0 Argentina River Plate Estádio El Cilindro, Avellaneda
19:30 (UTC−3)
Relatório Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

29 de agosto River Plate Argentina Argentina Racing Estádio Monumental de Núñez, Buenos Aires
19:30 (UTC−3)

Chave B[editar | editar código-fonte]

8 de agosto Colo-Colo Chile 1 – 0 Brasil Corinthians Estádio Monumental, Santiago
20:45 (UTC−4)
Carmona Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

29 de agosto Corinthians Brasil Chile Colo-Colo Arena Corinthians, São Paulo
21:45 (UTC−3)

Chave C[editar | editar código-fonte]

8 de agosto Flamengo Brasil 0 – 2 Brasil Cruzeiro Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−3)
Relatório De Arrascaeta Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
Thiago Neves Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77'
Público: 45 967[5]
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

29 de agosto Cruzeiro Brasil Brasil Flamengo Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:45 (UTC−3)

Chave D[editar | editar código-fonte]

7 de agosto Estudiantes Argentina 2 – 1 Brasil Grêmio Estádio José Luis Meiszner, Quilmes
21:45 (UTC−3)
Apaolaza Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Campi Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Relatório Kannemann Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha

28 de agosto Grêmio Brasil Argentina Estudiantes Arena do Grêmio, Porto Alegre
21:45 (UTC−3)

Chave E[editar | editar código-fonte]

9 de agosto Atlético Tucumán Argentina 2 – 0 Colômbia Atlético Nacional Estádio José Fierro, San Miguel de Tucumán
21:45 (UTC−3)
Díaz Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7'
Acosta Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Relatório Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino

28 de agosto Atlético Nacional Colômbia Argentina Atlético Tucumán Estádio Atanasio Girardot, Medellín
19:45 (UTC−5)

Chave F[editar | editar código-fonte]

8 de agosto Boca Juniors Argentina 2 – 0 Paraguai Libertad Estádio La Bombonera, Buenos Aires
19:30 (UTC−3)
Ábila Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6'
Zárate Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
Relatório Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

30 de agosto Libertad Paraguai Argentina Boca Juniors Estádio Dr. Nicolás Leoz, Assunção
18:30 (UTC−4)

Chave G[editar | editar código-fonte]

9 de agosto Cerro Porteño Paraguai 0 – 2 Brasil Palmeiras Estádio General Pablo Rojas, Assunção
20:45 (UTC−4)
Relatório Borja Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46', Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70' Árbitro: ArgentinaARG Fernando Rapallini

30 de agosto Palmeiras Brasil Paraguai Cerro Porteño Allianz Parque, São Paulo
21:45 (UTC−3)

Chave H[editar | editar código-fonte]

21 de agosto Independiente Argentina Brasil Santos Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:45 (UTC−3)
Árbitro: PeruPER Diego Haro

28 de agosto Santos Brasil Argentina Independiente Estádio do Pacaembu, São Paulo
19:30 (UTC−3)

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
S1 Vencedor chave H Flag of None.svg Argentina Vencedor chave A
S2 Vencedor chave G Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor chave B
S3 Vencedor chave F Flag of None.svg Brasil Vencedor chave C
S4 Vencedor chave E Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor chave D

Chave S1[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Chave S2[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Chave S3[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Chave S4[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
F1 Vencedor chave S4 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor chave S1
F2 Vencedor chave S3 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor chave S2

Chave F1[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Chave F2[editar | editar código-fonte]

A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Final[editar | editar código-fonte]

O campeão da Copa Libertadores 2018 garante o direito de participar da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2018. Além do Mundial de Clubes, o campeão adquire o direito de participar da Recopa Sul-Americana de 2019 contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2018.[1]

Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
Vencedor chave F2 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor chave F1
A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir


A definir Flag of None.svg Flag of None.svg A definir

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Reglamento CONMEBOL Libertadores 2018» (em espanhol). CONMEBOL. 30 de dezembro de 2017. Consultado em 4 de junho de 2018. 
  2. «Sorteio da Libertadores: veja oitavas da morte e que podem sair logo de cara». www.foxsports.com.br (em inglês). Consultado em 25 de maio de 2018. 
  3. «Com 12 classificados, oitavas da Libertadores viram Brasil x Argentina - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  4. «Seis brasileiros avançam na Libertadores; confira possíveis confrontos das oitavas». Globoesporte 
  5. «No Maracanã, Cruzeiro vence o Fla e volta para casa com ótima vantagem na Libertadores». GloboEsporte.com. 8 de agosto de 2018. Consultado em 8 de agosto de 2018.