TV Tapajós

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
TV Tapajós
Rádio e TV Tapajós Ltda.
Santarém, Pará
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais
04 VHF analógico
22 UHF e 4.1 Virtual digital
Outros canais ver mais
Sede Bandeira Santarem.png Santarém, PA
Avenida Ismael Araújo, 266 - Santíssimo
MAPA
Slogan No Coração da Amazônia
Rede Rede Globo
Fundador Joaquim da Costa Pereira
Pertence a Sistema Tapajós de Comunicação
Proprietário Vânia Pereira Maia
Antigo proprietário Joaquim da Costa Pereira (1979-2010)
Acionista(s) Vânia Pereira Maia (58%)
Vera Pereira (42%)
Presidente Vânia Pereira Maia
Fundação 26 de maio de 1979 (39 anos)
CNPJ 04.844.676/0001-12
Prefixo ZYB 223
Cobertura Cobertura - TV Tapajós.svg

Exceto a Vila de Mararú, na comunidade de Urumanduba.

Coord. do transmissor 2° 25' 49.6" S 54° 42' 34.2" O
Potência 5 kW
Página oficial redeglobo.globo.com/pa/tvtapajos

TV Tapajós é uma emissora de televisão brasileira sediada em Santarém, cidade do estado do Pará. Opera nos canais 4 VHF e 22 UHF digital, e é afiliada à Rede Globo. Faz parte do Sistema Tapajós de Comunicação, que também controla a 94 FM, e atualmente é presidido por Vânia Pereira Maia, filha do fundador da emissora, Joaquim da Costa Pereira. A Família Pereira também é proprietária do Sistema Ponta Negra de Comunicação, presidido por Nivaldo Pereira, porém, sem ligações com o Sistema Tapajós de Comunicação.

História[editar | editar código-fonte]

A história da emissora começa em 1977, com o lançamento da pedra fundamental da sede da emissora. O prédio, projetado pelo engenheiro e coronel Wilson Brito, foi construído especialmente para atender os requisitos da TV Tapajós, e os equipamentos responsáveis pela captação, produção e transmissão de imagens eram todos de última geração. As obras que ficaram prontas em 1979, ficaram a cargo do engenheiro-civil José Eduardo Pereira de Siqueira.

A emissora é oficialmente inaugurada às 17 horas (18 horas em Belém) do dia 26 de maio de 1979, através do canal 4 VHF para Santarém e áreas próximas. O evento contou com a presença do fundador da emissora, Joaquim da Costa Pereira, e convidados, como o então governador do estado, Alacid Nunes, e o ministro das comunicações, Haroldo Corrêa de Mattos. Desde sua inauguração, a emissora é afiliada à Rede Globo.

Em dezembro de 2001 a emissora lança o seu portal na internet, o No Tapajós (notapajos.com). O portal reunia matérias da emissora e notícias da região de Santarém. Em 18 de outubro de 2013, o portal foi descontinuado e substituído pelas versões locais do G1 e do globoesporte.com, em uma padronização da Rede Globo para o conteúdo das afiliadas na Internet, além do lançamento do novo site da emissora.

Em 6 de janeiro de 2010, o fundador da emissora, Joaquim da Costa Pereira, faleceu em Belém após uma parada cardíaca oriunda de uma pneumonia. Com a sua morte, as empresas do Sistema Tapajós de Comunicação ficaram nas mãos de suas filhas, Vânia Pereira Maia e Vera Pereira.[1]

Em 2011, foi descoberto que o político e dono do Grupo RBA de Comunicação, Jader Barbalho, era acionista de 50% da TV Tapajós desde 3 de janeiro de 2001.[2] Tal sociedade nunca havia sido declarada a Justiça Eleitoral, e só foi descoberta após a morte do fundador da emissora, Joaquim da Costa Pereira, quando foi feita a nova composição acionária da emissora com suas filhas. Em meio a desavenças entre o Tribunal do Estado e a família Pereira, Barbalho tratou de vender suas cotas de participação na emissora para a família.[3]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

PSIP Canal Proporção de tela Programação
4.1 22 UHF 1080i Programação principal da TV Tapajós / Globo

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 18 de dezembro de 2013, pelo canal 22 UHF, em caráter experimental para Santarém e áreas próximas, tornando-se a primeira emissora de TV na região iniciar suas transmissões digitais.[4]

Em 6 de fevereiro de 2014, o sinal digital da emissora foi oficialmente inaugurado, com uma solenidade na sede da emissora transmitida ao vivo pelo Jornal Tapajós 1ª edição, e que contou a presença do prefeito de Santarém, Alexandre Von, e outras autoridades.[5]

Em 19 de janeiro de 2016, a emissora passou a produzir seus telejornais em alta definição.

Cobertura em Alenquer[editar | editar código-fonte]

Até 2007, a TV Tapajós era sintonizada no canal 9 analógico em Alenquer (outro lado do Rio Amazonas), quando o canal que retransmitia a emissora que pertencia ao Governo do Pará, deixou de veicular para dar o lugar da TV Cultura do Pará (atual Rede Cultura do Pará), provocando reações negativas na cidade na época, que só voltou anos depois através do canal 19 analógico, mas que depois saiu do ar.

Desde que o sinal digital da emissora foi inaugurado no final de 2013 em Santarém, moradores da cidade de Alenquer, conseguem sintonizar o canal digital da TV Tapajós, mesmo estando a mais de 50 km de distância (ao contrário do canal 4 analógico, que não chega na cidade), já que a retransmissora de TV do canal 19 analógico da cidade ficava fora do ar por vários períodos.

Desde então, os moradores ganharam sem querer, uma nova emissora que não estava no plano de cobertura da televisão digital na região, já que os sinais de TVs analógicas vindas de Santarém são muito fracos (devido a barreira criada pelas copas das árvores que debilitam sinais analógicos) e optam em operar em baixa potência por uma das barreiras naturais.

Ao optarem em operar em baixa potência, as despesas das emissoras em Santarém (excerto as rádios) para manter baixa potência, se reflete nas suas contas de luz, do que fazer pedidos ao Ministério das Comunicações para seu aumento, já que o sinal digital não tem esses problemas mencionados e que o caso do sinal digital da TV Tapajós chegar na cidade é configurado como "invasão de sinal".

Programação[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da Rede Globo, a TV Tapajós produz os seguintes programas:

  • Bom Dia Santarém: Telejornal, com Daniele Gamboa;
  • Jornal Tapajós 1ª edição: Telejornal, com Tatiane Lobato;
  • Jornal Tapajós 2ª edição: Telejornal, com Ronei Oliveira;
  • Vem Com a Gente: Programa de variedades, com Débora Rodrigues;
  • Tapajós Notícia: Boletim jornalístico, durante a programação

A emissora apenas em ocasiões especiais entra em pool com Rede Liberal, como a cobertura eleitoral das eleições estaduais, as sabatinas realizadas no Jornal Liberal, o debate com os candidatos à governador e mais recentemente a cobertura da Greve dos Caminhoneiros. Geralmente também há divergências nas transmissões esportivas, com a TV Tapajós exibindo jogos de futebol gerados pela Rede Globo diferentes dos exibidos pela Rede Liberal.

Sinal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Morre fundador do Sistema Tapajós de Comunicação». Portal ORM. 6 de janeiro de 2010. Consultado em 14 de outubro de 2015. 
  2. «Jader Barbalho sócio majoritário da TV Tapajós». O Impacto. 8 de abril de 2011. Consultado em 14 de outubro de 2015. 
  3. «Tribunal confirma Vânia Maia e Vera Pereira como maiores acionistas da TV Tapajós». 23 de agosto de 2011. Consultado em 14 de outubro de 2015. 
  4. «TV Tapajós inicia testes com canal digital em Santarém». G1. 18 de dezembro de 2013. Consultado em 14 de outubro de 2015. 
  5. «TV Tapajós lança sinal de TV digital em Santarém». O Impacto. 5 de fevereiro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2015. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]