Tia Dalma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tia Dalma
Personagem de Piratas do Caribe
Outro(s) nome(s) Calypso
Morada Mar do Caribe
Nascimento Desconhecido
Falecimento Década de 1740
Sexo Feminino
Espécie Humana
Actividade(s) Vidente Obeah, Mística
Poder(es) Clarividência, magia negra
Afiliações Davy Jones
Jack Sparrow
Amigo(s) Jack Sparrow
Inimigo(s) Corte da Irmandade
Primeira aparição Dead Man's Chest (2006)
Última aparição At World's End (2007)
Interpretado por Naomie Harris
IMDb IMDb
Projecto Cinema  · Portal Cinema

Tia Dalma é um personagem fictício criado pela atriz Naomie Harris no filme Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest (no Brasil Piratas do Caribe: O baú da morte; em Portugal Piratas das Caraíbas: O cofre do homem morto) e Pirates of the Caribbean: At World's End (no Brasil Piratas do Caribe - No Fim do Mundo; em Portugal Piratas das Caraíbas - Nos Confins do Mundo), porém, no terceiro filme ela têm sua aparição e se transforma em Calypso a ninfa, nereida, ou deusa do mar, sua verdadeira identidade.

Enredo do personagem[editar | editar código-fonte]

Há muito tempo atrás, Davy Jones queria casar-se com a deusa do mar, Calypso, porém para que assim acontecesse, ele teria que incumbir-se de um dever proposto pela deusa: cuidar das almas que morriam no mar, só podendo ficar com sua esposa por um dia, e dez anos à deriva no mar em seu navio, The Flying Dutchman. Certo dia então em que Davy voltou à terra firme, ela não estava no local combinado. Sendo assim, a fúria e obsessão tomaram conta dele e, pela angústia que sentiu por causa da deusa, retirou seu coração do peito para apagar o amor e colocou-o dentro de um baú.

Assim ele trata com a Corte da Irmanadade em aprisionar Calypso na forma humana, como Tia Dalma. Também enfurecida, lançou sobre ele uma maldição em que toda a tripulação tornaria-se parte homem e parte peixe, e quem conseguisse adquirir o coração de Davy Jones teria o poder de controlá-lo. Davy guarda sempre consigo a chave do baú e controla o monstro marinho Kraken.

No segundo filme, James Norrinton consegue o coração e o entrega a Lord Cutler Beckett, que assume controle sobre Jones. O Kraken, no final, engole Jack junto do seu amado navio, o Pérola Negra. No terceiro, Tia Dalma, Elizabeth, Will e Hector Barbossa entram numa saga em busca de Jack pela prisão de Jones. Tia Dalma, por conhecer o lugar, nem se importa em procurar Jack. Depois de ser encontrado, fica com receio de entrar em guerra com Beckett, devido a carregar a mancha negra, (Segundo o filme, quem carrega a mancha negra será perseguido eternamente pelo Kraken, e apenas em terra estará seguro). Porém, quando Pérola Negra chega numa ilha deserta para abastecerem-se, o monstro Kraken aparece morto na praia, certamente pelo próprio Beckett. No clímax do filme, Tia Dalma vêm a ser sua verdadeira identidade, Calypso, e se rebela não só contra Jones, como dito no plano da Corte da Irmandade, mas sim contra ambos os lados, o bem e o mal, assim lançando sobre a terra um gigantesco furacão. É proveniente dessa altura do filme que foi gerada a incrível cena do Maelstrom, repleta de efeitos especiais. Assim termina o terceiro filme da quariologia Piratas do Caribe(No qual o próximo será Piratas do Caribe:Navegando em Águas Misteriosas). Tia Dalma agora jaz como Calipso para sempre.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]