Vitória de Gales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vitória
Princesa do Reino Unido
Casa Saxe-Coburgo-Gota (1868–1917)
Windsor (1917–1935)
Nome completo
Vitória Alexandra Olga Maria
Nascimento 6 de julho de 1868
  Marlborough House, Londres, Inglaterra
Morte 3 de dezembro de 1935 (67 anos)
  Coppins, Buckinghamshire, Inglaterra
Enterro Cemitério de Frogmore, Inglaterra
Pai Eduardo VII do Reino Unido
Mãe Alexandra da Dinamarca
Religião Anglicanismo

Vitória Alexandra Olga Maria (em inglês: Victoria Alexandra Olga Mary; Marlborough House, Londres, 6 de julho de 1868 - Coppins, 3 de dezembro de 1935) foi um membro da família real britânica, a quarta criança a nascer e segunda filha do rei Eduardo VII do Reino Unido.

Vida familiar[editar | editar código-fonte]

Seu pai era Alberto Eduardo, o então Príncipe de Gales (depois Eduardo VII), o filho da rainha Vitória e do príncipe Alberto. Sua mãe era Alexandra da Dinamarca, filha de Cristiano IX da Dinamarca. Como neta de um soberano através de um filho homem, ela foi titulada "Sua Alteza Real princesa Vitória de Gales". Era conhecida intimamente como Toria.

Ela foi batizada em Marlborough House em 6 de agosto de 1868 por Archibald Campbell Tait, Bispo de Londres. Ela teve 11 padrinhos, dentre os quais estão: sua avó paterna, a rainha Vitória do Reino Unido, o czar Alexandre II da Rússia e seu filho o czarevich Alexandre Alexandrovich, seu tio paterno, Artur, Duque de Connaught e Strathearn, o grão-duque Luís IV de Hesse e do Reno, a rainha Olga da Grécia e a duquesa de Teck.

Vitória foi educada por tutores e passou sua infância em Marlborough House e em Sandringham House. Era particularmente próxima de seu irmão, o futuro Jorge V do Reino Unido.

Vida real[editar | editar código-fonte]

Embora tenha tido vários pretendentes, sendo o mais famoso deles o rei D. Carlos I de Portugal, Vitória nunca se casou. Acredita-se que sua mãe nunca tenha encorajado-a ou preparado-a para o casamento. Ela tornou-se uma companhia para seus pais, especialmente para sua mãe, com quem ela viveu até a morte da rainha Alexandra em 1925. A princesa construiu sua própria casa em Coppins, Iver, em Buckinghamshire. Ela tinha um certo interesse pelo vilarejo e tornou-se honorária presidente da Sociedade de Horticultura de Iver.

Morte[editar | editar código-fonte]

Vitória morreu em sua residência em dezembro de 1935. Seu funeral ocorreu na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, e seu corpo foi enterrado em Frogmore House, em Windsor Great Park. Sua morte afetou muito Jorge V, que morreu pouco tempo depois.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Vitória de Gales em três gerações
Vitória de Gales Pai:
Eduardo VII do Reino Unido
Avô paterno:
Alberto de Saxe-Coburgo-Gota
Bisavô paterno:
Ernesto I, Duque de Saxe-Coburgo-Gota
Bisavó paterna:
Luísa de Saxe-Gota-Altemburgo
Avó paterna:
Vitória do Reino Unido
Bisavô paterno:
Eduardo, Duque de Kent e Strathearn
Bisavó paterna:
Vitória de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Mãe:
Alexandra da Dinamarca
Avô materno:
Cristiano IX da Dinamarca
Bisavô materno:
Frederico Guilherme, Duque de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg
Bisavó materna:
Luísa Carolina de Hesse-Cassel
Avó materna:
Luísa de Hesse-Cassel
Bisavô materno:
Guilherme de Hesse-Cassel
Bisavó materna:
Luísa Carlota da Dinamarca

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vitória de Gales
  • "Princess Victoria, His Majesty's Sister, A Quiet Home Life," The Times, 4 December 1935, p. 18, column A.
  • Ronald Allison and Sarah Ridell, The Royal Encyclopedia (London: Macmillan, 1992).