Fiódor Emelianenko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Fedor Emelianenko)
Ir para: navegação, pesquisa
Fiódor Emelianenko
Fedor Emelianenko.jpg
Estatísticas
Apelido The Last Emperor (O Último Imperador)
Altura 1,83 m
Peso 102 kg
Nacionalidade Rússia russa
Data de nascimento 28 de setembro de 1976 (38 anos)
Cidade natal Rubeshnoe Lugansk, República Socialista Soviética da Ucrânia - URSS
Modalidade sambo, judô, boxe
Equipe/associação Red Devil Sport Club
Cartel no MMA
Total 39
Vitórias 34
    Por nocaute 10
    Por finalização 16
    Por decisão 8
Derrotas 4
    Por nocaute 3
    Por finalização 1
Sem resultado 1
Fiódor Emelianenko no Sherdog

Fiódor Vladimirovitch Emelianenko (em russo: Фёдор Владимирович Емельяненко, transl. Fiodor Vladimirovitch Iemelianenko; Rubeshnoe Lugansk, 28 de setembro de 1976) é um ex-lutador de artes marciais mistas (MMA) da Rússia. É o irmão mais velho de Aleksandr e Ivan Emelianenko. Muitos fãs, críticos e lutadores o consideram o maior lutador de MMA da história, entre eles, Junior Cigano, Jose Aldo, Cain Velasquez, B.J._Penn, Mauricio Shogun, Georges St. Pierre, Ronda Rousey, Mike Tyson, Jon Jones entre outros [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] .Em uma votação recente, foi eleito o melhor peso por peso de todos os tempos[9] [10] . Ficou invicto por quase uma década, incluindo vitórias sobre cinco ex-campeões do UFC, cinco ex-campeões do K-1 e 3 medalhistas olímpicos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fiodor Emelianenko é o segundo filho de Olga Fiodorovna e Vladimir Alexandrovitch Emelianenko. Nasceu na União Soviética mais precisamente na região da atual Ucrânia e aos dois anos de idade junto a seus pais e sua irmã mais velha, Marina, mudou-se para a cidade de Stary Oskol, no Oblast de Belgorod, cidade hoje pertencente a Rússia.

O seu interesse por esporte de combate começou com o judô e o sambo. Em 1991 terminou a escola e entrou na faculdade a qual termina em 1994. De 1995 até 1997 serviu ao Exército Russo, onde continuou o seu interesse pelo desporto de combate. Em 1999, casou-se com Oksana, e no mesmo ano nasceu sua primeira filha, Macha.[11] Em 2006, rompeu com sua esposa e começou uma nova família com sua namorada Marina. Em 29 de dezembro de 2007, sua segunda filha nasceu, Vassilissa.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

RINGS[editar | editar código-fonte]

Emelianenko fez sua estréia no MMA para a organização japonesa RINGS. Este evento tinha um conjunto diferente de regras que não permitiam que atingisse a cabeça no chão. No RINGS, Emelianenko sofreu sua primeira derrota no esporte, uma forma muito controversa contra Tsuyoshi Kohsaka, 22 de dezembro de 2000, por interrupção médica devido a um corte com 17 segundos de luta. O corte foi causado por uma cotovelada, golpe que é ilegal nas regras do evento. Emelianenko disse que essa cotovelada reabriu um corte sofrido em sua luta anterior contra Ricardo Arona.

Pride Fighting Championships[editar | editar código-fonte]

Emelianenko contra Mark Coleman no Pride 32.

Emelianenko estreou no Pride 21, 23 de junho de 2002, contra o holandês Semmy Schilt, um striker de 2,11 m, luta em que o russo venceu por decisão unânime. Em seguida, venceu Heath Hering, o que o credenciou a disputar o cinturão peso-pesado do Pride.

No dia 16 de março de 2003, no Pride 25, Emelianenko se tornou campeão dos pesados do Pride ao vencer o brasileiro Antônio Rodrigo Nogueira. Lutou três vezes no Pride, vencendo todas no primeiro assalto, antes participar do Pride Heavyweight Grand Prix 2004.

Pride Heavyweight Grand Prix 2004[editar | editar código-fonte]

Nesse GP, Emelianenko venceu respectivamente Mark Coleman, Kevin Randleman, Naoya Ogawa, e na final enfrentou novamente Rodrigo Minotauro. Esta luta foi dada como sem resultado, após o brasileiro desferir uma cabeçada acidental no russo, uma nova luta foi marcada meses depois, e assim como a primeira luta entre eles, Emelianenko venceu por decisão unânime.

Anos seguintes no Pride[editar | editar código-fonte]

Vídeo: Emelianenko demonstra sua técnica de ground and pound.

Após vencer o GP dos pesados do Pride, Emelianenko conseguiu a revanche contra o único lutador que tinha conseguido, até então, vencer o russo, o japonês Tsuyoshi Kohsaka. Emelianenko dominou a luta, e venceu a luta devido a intervenção médica.

Em seguida, no Pride Final Conflict 2005, Emelianenko conseguiu uma das maiores vitórias da carreira contra o kickboxer croata, Mirko Filipović por decisão unânime.

Affliction[editar | editar código-fonte]

No evento inaugural do Affliction, o Affliction: Banned, Emelianenko derrotou o duas vezes campeão peso-pesado do UFC, Tim Sylvia, por finalização em apenas 36 segundos do primeiro round e se tornou o primeiro campeão peso-pesado do World Alliance of Mixed Martial Arts (WAMMA).[12]

Em sua luta seguinte no Affliction, Emelianenko defendeu seu cinturão contra o ex-campeão peso-pesado do UFC, Andrei Arlovski, no Affliction: Day of Reckoning. Emelianenko nocauteou no primeiro assalto Arlovski, após o lutador bielorrusso tentar uma joelhada voadora.[13]

Strikeforce[editar | editar código-fonte]

Após o Affliction falir, Emelianenko foi para o Strikeforce. Em 7 de novembro de 2009, o lutador russo estreou com uma vitória por nocaute no segundo assalto contra o lutador norte-americano Brett Rogers.[14]

Após essa luta, Emelianenko enfrentou o brasileiro faixa-preta de jiu-jitsu brasileiro Fabrício Werdum. O lutador russo era o grande favorito, porém Werdum conseguiu finalizar Emelianenko no primeiro assalto com um triângulo, quebrando uma invencibilidade de dez anos.[15]

Sete meses após a derrota para Werdum, Emelianenko voltou aos ringues da franquia em 13 de fevereiro de 2011, enfrentando outro brasileiro, Antônio Silva, o Pezão, em luta válida pela primeira fase do GP dos pesos-pesados do Strikeforce. Após um primeiro round equilibrado, em que dois dos árbitros marcaram 10 a 9 para o russo e outro marcou o mesmo placar para o brasileiro, Emelianenko foi amplamente dominado no segundo round. Pezão conseguiu derrubá-lo logo nos primeiros segundos do round e trabalhou a posição durante os cinco minutos, acertando dezenas de socos e tentando várias finalizações. Todos os árbitros pontuaram 10 a 8 para o brasileiro, tamanho o domínio. Com o olho direito completamente fechado, o médico impediu que Emelianenko voltasse para o terceiro round e Antônio Silva foi declarado vencedor por TKO.

Na entrevista após a luta, Emelianenko cogitou a aposentadoria. "Algo deu errado desde o início da luta e eu não consegui corrigir. Talvez seja a hora de partir. É, talvez esta tenha sido a última vez. Talvez seja a hora. Obrigado a todos por tudo. Tive uma grande, bela e longa carreira esportiva. Talvez seja a vontade de Deus que eu pare".[16] No entanto, seu contrato ainda previa mais uma luta e Emelianenko optou por cumpri-lo.

Essa segunda derrota seguida de Emelianenko agradou seu desafeto Dana White. O CEO do UFC, a maior franquia de MMA do mundo, não disfarçou a alegria em ver o russo ser derrotado novamente. Minutos após a derrota de Emelianenko, White postou em sua conta do Twitter apenas um smile, seguido de uma crítica direta ao M-1 Global, organização que gerencia a carreira do russo, ao falar "M-1 = M - acabada".[17] [18] Os problemas entre os dois se devem ao fato de Emelianenko ser considerado o único grande lutador de MMA da história que nunca lutou no UFC, pois ele e White nunca chegaram a um acordo para que isso acontecesse.

Recentemente, o site Sherdog o elegeu como o maior peso-pesado de todos os tempos [19] e o maior lutador da década [20] .

Imagens[editar | editar código-fonte]

Os irmãos Emelianenko: Ivan, Fedor e Aleksandr.
Treinando (2009).
Numa entrevista coletiva em Moscou, 15 de Novembro de 2009.
Vitória de Emelianenko em uma competição de sambô em 2010.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 34–4 (1) Brasil Pedro Rizzo Nocaute (socos) M1-Global: Fedor vs. Rizzo 21/07/2012 1 1:14 Rússia São Petersburgo
Vitória 33-4 (1) Japão Satoshi Ishii Nocaute (socos) Fight For Japan: Genki Desu Ka Omisoka 2011 31/12/2011 1 2:29 Japão Saitama
Vitória 32–4 (1) Estados Unidos Jeff Monson Decisão (unânime) M-1 Global: Fedor vs. Monson 20/11/2011 3 5:00 Rússia Moscou
Derrota 31–4 (1) Estados Unidos Dan Henderson Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Fedor vs. Henderson 31/07/2011 1 4:12 Estados Unidos Hoffman Estates, Ilinois
Derrota 31–3 (1) Brasil Antônio Silva Nocaute Técnico (interrupção médica) Strikeforce: Fedor vs. Silva 13/02/2011 2 5:00 Estados Unidos East Rutherford, New Jersey
Derrota 31–2 (1) Brasil Fabrício Werdum Finalização (triângulo com chave de braço) Strikeforce: Fedor vs. Werdum 26/06/2010 1 1:09 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 31–1 (1) Estados Unidos Brett Rogers Nocaute técnico (golpes) Strikeforce: Fedor vs. Rogers 07/11/2009 2 3:12 Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois
Vitória 30–1 (1) Bielorrússia Andrei Arlovski Nocaute (soco) Affliction: Day of Reckoning 24/01/2009 1 1:50 Estados Unidos Anaheim, California Defendeu o Cinturão Peso Pesado do WAMMA.
Vitória 29–1 (1) Estados Unidos Tim Sylvia Finalização (mata leão) Affliction: Banned 19/07/2008 1 0:36 Estados Unidos Anaheim, California Ganhou o Cinturão Peso Pesado do WAMMA.
Vitória 28-1 (1) Coreia do Sul Hong-Man Choi Finalização (chave de braço) Yarennoka! 31/12/2007 1 1:54 Japão Saitama
Vitória 27–1 (1) Estados Unidos Matt Lindland Finalização (chave de braço) BodogFight: Clash of the Nations 14/04/2007 1 2:58 Rússia São Petersburgo
Vitória 26–1 (1) Nova Zelândia Mark Hunt Finalização (kimura) Pride Shockwave 2006 31/12/2006 1 8:16 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 25–1 (1) Estados Unidos Mark Coleman Finalização (chave de braço) Pride 32: The Real Deal 21/10/2006 2 1:15 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 24–1 (1) Brasil Wágner da Conceição Martins Finalização (golpes) Pride Shockwave 2005 31/12/2005 1 0:26 Japão Saitama
Vitória 23–1 (1) Croácia Mirko Filipović Decisão (unânime) Pride Final Conflict 2005 28/08/2005 3 5:00 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 22–1 (1) Japão Tsuyoshi Kohsaka Nocaute Técnico (interrupção médica) Pride Bushido 6 03/04/2005 1 10:00 Japão Yokohama
Vitória 21–1 (1) Brasil Rodrigo Minotauro Decisão (unânime) Pride Shockwave 2004 31/12/2004 3 5:00 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
NC 20–1 (1) Brasil Rodrigo Minotauro Sem Resultado (cabeçada acidental) Pride Final Conflict 2004 15/08/2004 1 3:52 Japão Saitama Final do GP de Pesados de 2004 do Pride; Uma cabeçada acidental abriu um corte.
Vitória 20–1 Japão Naoya Ogawa Finalização (chave de braço) Pride Final Conflict 2004 15/08/2004 1 0:54 Japão Saitinokiama Semifinal do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 19–1 Estados Unidos Kevin Randleman Finalização (kimura) Pride Critical Countdown 2004 20/06/2004 1 1:33 Japão Saitama Quartas de final do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 18–1 Estados Unidos Mark Coleman Finalização (chave de braço) Pride Total Elimination 2004 25/04/2004 1 2:11 Japão Saitama Primeiro Round do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 17–1 Japão Yuji Nagata Nocaute Técnico (golpes) Inoki Bom-Ba-Ye 2003 31/12/2003 1 1:02 Japão Kobe
Vitória 16–1 Trinidad e Tobago Gary Goodridge Nocaute Técnico (golpes) Pride Total Elimination 2003 10/08/2003 1 1:09 Japão Saitama
Vitória 15–1 Japão Kazuyuki Fujita Finalização (mata leão) Pride 26: Bad to the Bone 08/06/2003 1 4:17 Japão Yokohama
Vitória 14–1 Lituânia Egidijus Valavicius Finalização (kimura) Rings: Bushido Rings 7 - Adrenaline 15/04/2003 2 1:11 Lituânia Vilnius
Vitória 13–1 Brasil Rodrigo Minotauro Decisão (unânime) Pride 25: Body Blow 16/03/2003 3 5:00 Japão Yokohama Ganhou o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 12–1 Estados Unidos Heath Herring Nocaute Técnico Pride 23: Championship Chaos 2 24/11/2002 1 10:00 Japão Tóquio
Vitória 11–1 Países Baixos Semmy Schilt Decisão (unânime) Pride 21: Demolition 23/06/2002 3 5:00 Japão Saitama
Vitória 10–1 Austrália Chris Haseman Nocaute Técnico (pontos perdidos) Rings - World Title Series Grand Final 15/02/2002 1 2:50 Japão Yokohama Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 9–1 Reino Unido Lee Hasdell Finalização (guilhotina) Rings: World Title Series 5 21/12/2001 1 4:10 Japão Yokohama Semifinal do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 8–1 Japão Ryushi Yanagisawa Decisão (unânime) Rings: World Title Series 4 20/10/2001 3 5:00 Japão Tóquio Quartas de Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 7–1 Brasil Renato Sobral Decisão (unânime) Rings: 10th Anniversary 11/08/2001 2 5:00 Japão Tóquio Semifinal do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 6–1 Estados Unidos Kerry Schall Finalização (chave de braço) Rings: World Title Series 1 20/04/2001 1 1:47 Japão Tóquio Quartas de Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 5–1 Bulgária Mihail Apostolov Finalização (mata leão) Rings: Rússia vs. Bulgária 06/04/2001 1 1:03 Rússia Yekaterinburg
Derrota 4–1 Japão Tsuyoshi Kohsaka Nocaute Técnico (interrupção médica) Rings: King of Kings 2000 Block B 22/12/2000 1 0:17 Japão Osaka Segundo Round do Torneio do RINGS King of Kings de 2000.
Vitória 4–0 Brasil Ricardo Arona Decisão (unânime) Rings: King of Kings 2000 Block B 22/12/2000 3 5:00 Japão Osaka Primeiro Round do Torneio do RINGS King of Kings de 2000.
Vitória 3–0 Japão Hiroya Takada Nocaute (golpes) Rings: Battle Genesis Vol. 6 05/09/2000 1 0:12 Japão Tóquio
Vitória 2–0 Geórgia Levon Lagvilava Finalização (mata leão) Rings Russia: Rússia vs. Geórgia 16/08/2000 1 7:24 Rússia Tula
Vitória 1–0 Bulgária Martin Lazarov Finalização (guilhotina) Rings Russia: Russia vs. Bulgaria 21/05/2000 1 2:24 Rússia Ekaterinburg
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Fiódor Emelianenko

Referências

  1. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2012/09/cigano-elege-fedor-emelianenko-o-melhor-lutador-de-todos-os-tempos.html
  2. http://www.mmaspace.net/jose-aldo-elege-fedor-emelianenko-maior-da-historia-55476/
  3. http://www.mmafighting.com/2008/09/19/georges-st-pierre-fedor-emelianenko-is-mmas-best-pound-for-po
  4. http://www.mma-core.com/videos/fights/BJ_Penn_calls_Fedor_Emelianenko_the_Best_Fighter_in_the_Worl/10006939
  5. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2012/02/mike-tyson-elege-seu-lutador-favorito-no-mma-fedor-emelianenko.html
  6. http://www.lowkickmma.com/UFC/Cain-Velasquez-Fedor-Emelianenko-is-the-greatest-fighter-of-all-time-11234
  7. http://www.mixedmartialarts.com/news/246287/Shogun-Fedor-is-the-best-fighter-pound-for-pound
  8. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/06/ronda-rousey-diz-que-se-inspira-em-fedor-emelianenko-para-lutar.html
  9. Diário da Rússia.
  10. Portal do Vale Tudo. Com ampla margem, Fedor vence Anderson em enquete sobre melhor da história.
  11. Fedor Emelyanenko. Biography. Página visitada em 8 de outubro de 2010.
  12. Brazil MMA. Fedor segue imbatível. Página visitada em 8 de outubro de 2010.
  13. Brazil MMA. Fedor continua imbatível. Página visitada em 8 de outubro de 2010.
  14. UOL. Fedor Emelianenko nocauteia Rogers e conquista reinado no Strikeforce. Página visitada em 8 de outubro de 2010.
  15. UOL. Werdum choca e, em 1min, finaliza o lendário Fedor no Strikeforce. Página visitada em 8 de outubro de 2010.
  16. D24am (13.2.2011). No Strikeforce, Pezão massacra a lenda russa Fedor Emelianenko. Página visitada em 13 de fevereiro de 2011.
  17. Dana White (13.2.2011). Twitter / Dana White. Página visitada em 13 de fevereiro de 2011.
  18. Dana White (13.2.2011). Twitter / Dana White. Página visitada em 13 de fevereiro de 2011.
  19. Fedor Emelianenko supera Minotauro e é eleito o melhor peso-pesado da história do MMA.
  20. Федор Емельяненко признан лучшим бойцом десятилетия (em russo).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]