André Vingt-Trois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
André Armand Vingt-Trois
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo Metropolita de Paris
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Paris
Nomeação 11 de fevereiro de 2005
Entrada Solene 5 de março de 2005
(9 anos e 46 dias)
Predecessor Jean-Marie Lustiger
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 28 de junho de 1969
por Gabriel Auguste François Marty
Nomeação Episcopal 25 de junho de 1988
Ordenação Episcopal 14 de outubro de 1988
Catedral de Notre-Dame
por Jean-Marie Lustiger
Lema Episcopal Sic enim Deus silexit mundum
Nomeado Arcebispo 16 de maio de 1999
Cardinalato
Criação 24 de novembro de 2007
por Papa Bento XVI
Ordem Cardeal-presbítero
Título Cardeal-presbítero de São Luís dos Franceses
Brasão
Coat of arms of Andre Vingt-Trois.svg
Dados Pessoais
Nascimento França Paris
7 de novembro de 1942 (71 anos)
Nacionalidade Francesa
Filiação Armand e Paulette Vingt-Trois
Habilitação Académica Licenciatura em Teologia Moral pelo Instituto Católico de Paris
Funções Exercidas - Bispo Auxiliar de Paris
(1988-1999)
- Arcebispo de Tours
(1999-2005)
Títulos Anteriores Bispo Titular de Thibilis
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

André Armand Vingt-Trois (Paris, 7 de novembro de 1942) é um cardeal francês da Igreja Católica e arcebispo de Paris.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família e Formação[editar | editar código-fonte]

André Vingt-Trois nasceu em Paris, filho de Armand Vingt-Trois e de Paulette Vuillamy Vingt-Trois. O apelido da família não é comum: foi dado a um antepassado que, enquanto criança, teria sido abandonado e posteriormente encontrado no 23º dia do mês.

Completou os seus estudos secundários no Lyceé Henri IV e entrou no Seminário de Saint-Sulpice em Issy-les-Moulineaux a 1962. Frequentou o Instituto Católico de Paris onde se licenciou em Teologia Moral. Entre 1964 e 1965, cumpriu o serviço militar obrigatório na Alemanha. Foi ordenado diácono em outubro de 1968. Em 28 de junho de 1969, foi ordenado padre pelo cardeal Gabriel Auguste François Marty.

Trabalho Pastoral[editar | editar código-fonte]

Durante o seu ministério sacerdotal, trabalhou na catequese paroquial e na formação de leigos. Entre 1974 e 1981, Vingt-Trois foi vigário na paróquia parisiense de Sainte-Jeanne de Chantal. Foi na altura nomeado director do Seminário de Saint-Sulpice onde trabalhou até 1988, também leccionando Teologia Moral e Sacramental. Participou noutros movimentos como nos centros de preparação para o matrimônio e em sessões de formação contínua do clero. Foi Vigário Geral de Paris e teve a responsabilidade da formação diocesana (a escola da Catedral e o Seminário), os meios de comunicação (Radio Notre-Dame, Paris Notre-Dame, Centro de Informação), da Pastoral da Família e dos Capelões da Educação Púlica, e da Catequese.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

A 25 de junho de 1988 foi nomeado Bispo Auxiliar de Paris e Bispo Titular de Thibilis. Em 14 de outubro de 1988 recebeu a ordem episcopal pelas mãos de Jean-Marie Lustiger e pelos bispos Pézeril e Gabriel Vanel, na Catedral de Notre-Dame. Em 16 de maio de 1999, é elevado a arcebispo metropolita de Tours, onde permanece até 2005, quando é transferido para a Arquidiocese de Paris. No mesmo ano, é feito Ordinário dos Católicos do Rito Oriental residentes da França. Em 5 de novembro de 2007 foi eleito Presidente da Conferência Episcopal Francesa por um período de 3 anos.

Cardinalato e Cúria Romana[editar | editar código-fonte]

Em 24 de novembro de 2007, é criado cardeal no Consistório Ordinário Público de 2007, pelo Papa Bento XVI, sendo-lhe imposto o barrete cardinalício em 27 de abril de 2008, com o título de Cardeal-padre de São Luís dos Franceses.[1]

É membro da Congregação para os Bispos e do Pontifício Conselho para a Família desde 12 de junho de 2008 e da Congregação para o Clero desde 2 de fevereiro de 2010, o que implica participar nas reuniões anuais em Roma. Em 7 de março de 2012 foi nomeado membro da Congregação para as Igrejas Orientais.

Referências

  1. Catholic Hierarchy. Página visitada em 17 de março de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jorge Arturo Medina Estévez
Brasão episcopal
Bispo-titular de Thibilis

19881999
Sucedido por
Johannes Gerardus Maria
van Burgsteden
Precedido por
Michel Paul Marie Moutel
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Tours

19992005
Sucedido por
Bernard-Nicolas Aubertin
Precedido por
Jean-Marie Lustiger
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Paris

2005presente
Sucedido por
(incumbente)
Precedido por
Jean-Marie Lustiger
Brasão cardinalício
Cardeal-presbítero de
São Luís dos Franceses

2007presente
Sucedido por
(incumbente)
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.