Christoph Schönborn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Christoph Schönborn, OP
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Viena e Bispo na Áustria para os fiéis de Rito Bizantino

Título

Cardeal Presbítero de Jesus Divino Trabalhador
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 27 de dezembro de 1970
Ordenação episcopal 29 de setembro de 1991
Nomeado arcebispo 11 de abril de 1995
Cardinalato
Criação 21 de fevereiro de 1998 por João Paulo II
Brasão
Coat of arms of Christoph Schönborn.svg
Lema VOS AUTEN DIXI AMICOS
Dados pessoais
Nascimento República ChecaSkalsko, 22 de janeiro de 1945 (69 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Christoph Cardeal Schönborn, OP (Skalsko na Boêmia, atual República Checa, 22 de janeiro de 1945) é um cardeal austríaco, arcebispo de Viena e doutor em Teologia. Seu nome completo é Christoph Maria Michael Hugo Damian Peter Adalbert Graf von Schönborn.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em 22 de janeiro de 1945, è o segundo filho do conde Hugo Damian von Schönborn e da Baronesa Eleonore Ottilie Hilda Maria von Doblhoff, que se divorciaram em 1959; tem dois irmãos e uma irmã. Em Setembro de 1945 a sua família foi obrigada a abandonar a Boémia.

Sacerdócio[editar | editar código-fonte]

Em 1963 entrou na Ordem dos Pregadores. Estudou teologia em Paris e filosofia e psicologia em Bornheim-Walberberg e Viena. Schönborn estudou também no Instituto Católico de Paris antes de se dedicar ao estudo e ensino do Cristianismo bizantino e Eslavo na Universidade da Sorbonnne.

Foi ordenando padre pelo Cardeal Franz König a 27 de dezembro, em Viena. Schönborn licenciou-se em Sagrada Teologia em 1971 e mais tarde estudou em Ratisbona tendo como professor Joseph Ratzinger (mais tarde eleito papa Bento XVI). Posteriormente doutorou-se em Sagrada Teologia em Paris. Desde 1975 é professor de Dogmática na Universidade de Fribourgo, na Suíça. Em 1980, tornou-se membro da Comissão Teológica Internacional da Santa Sé e em 1987 secretário editor do Catecismo da Igreja Católica.

Bispo[editar | editar código-fonte]

Em 1991 foi nomeado Bispo Auxiliar de Viena, sendo consagrado em 29 de junho na Catedral de Santo Estêvão.

Arcebispo de Viena e Cardeal[editar | editar código-fonte]

Foi nomeado Arcebispo-Adjunto de Viena a 11 de abril de 1995, sucedendo como Arcebispo titular a 11 de Setembro do mesmo ano. Criado Cardeal de Gesù Divin Lavoratore pelo Papa João Paulo II no consistório de 21 de fevereiro de 1998. Considerado como um candidato ao papado após a morte de João Paulo II, o Cardeal Schönborn foi um dos cardeais eleitores que participou no conclave de 2005 que elegeu o Papa Bento XVI. O Cardeal Schönborn mantêm-se como elegível em qualquer futura eleição papal até atingir os 80 anos, em 22 de janeiro de 2025.

O cardeal Schönborn para além do alemão é também fluente em Inglês, Francês, Italiano, Espanhol e Latim. O seu moto episcopal é Vos autem dixi amicos (Eu chamei-vos meus amigos) tirado de João 15:15. Em 2009, foi um crítico do levantamento da pena de excomunhão do controverso bispo Richard Williamson.

Livros publicados em Portugal[editar | editar código-fonte]

  • A alegria de ser padre, Edições Paulinas, 2010, Lisboa
  • Acaso ou vontade de Deus?, Aletheia Editores, 2010, Lisboa;

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Christoph Schönborn
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.