Antônio Olinto dos Santos Pires

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Antônio Olinto dos Santos Pires (Serro, 15 de dezembro de 1860Belo Horizonte, 25 de fevereiro de 1925) foi um político mineiro, primeiro presidente de Minas Gerais após a Proclamação da República no Brasil.

Olinto foi um dos fundadores do Partido Republicano Mineiro, juntamente com João Pinheiro, tendo dirigido também os jornais Estado de Minas e O Movimento, o qual ajudou a fundar. Formou-se em engenharia de minas, em Ouro Preto, onde destacou-se, ainda como estudante, nas lutas abolicionistas e republicanas que agitavam o país.

Representou também o povo mineiro como deputado federal (1890-1893 e 1894-1896). Assumiu inúmeros cargos públicos, como o Ministério da Viação (de 15 de novembro de 1894 a 20 de novembro de 1896), a Superintendência de Obras Contra a Seca, em 1907, e a Diretoria Geral dos Telégrafos, em 1909.

Professor e escritor, colaborou no Dicionário Histórico e Geográfico do Brasil e deixou trabalhos sobre a seca, a irrigação e as grutas brasileiras, escrevendo "Riquezas Minerais", no Livro do 4º Centenário do Brasil.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
João Batista dos Santos
Presidente de Minas Gerais
1889
Sucedido por
Cesário Alvim
Precedido por
Bibiano Sérgio Macedo Costallat
Ministro dos Transportes do Brasil
18941896
Sucedido por
Joaquim Duarte Murtinho
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.