Battle Studies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Battle Studies
Álbum de estúdio de John Mayer
Lançamento 12 de novembro de 2009 (2009-11-12)
(ver histórico de lançamento)
Gravação 2009
Battle Studies (Calabasas, Califórnia)
Capitol Studios (Hollywood, Califórnia)
Avatar Studios (Nova York, NY)
The Village Studios (Oeste de Los Angeles, Califórnia)[1]
Gênero(s) Rock, blues-rock, pop
Duração 46:40
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital, vinil
Gravadora(s) Sony Music, Columbia
Produção John Mayer, Steve Jordan
Cronologia de John Mayer
Último
Último
Continuum
(2006)
Born and Raised
(2012)
Próximo
Próximo
Singles de Battle Studies
  1. "Who Says"
    Lançamento: 13 de outubro de 2009 (2009-10-13)
  2. "Heartbreak Warfare"
    Lançamento: 19 de outubro de 2009 (2009-10-19)
  3. "Half of My Heart"
    Lançamento: 21 de junho de 2010 (2010-06-21)
  4. "Perfectly Lonely"
    Lançamento: 13 de novembro de 2010 (2010-11-13)

Battle Studies é o quarto álbum de estúdio do músico estadunidense John Mayer, lançado em 12 de novembro de 2009 através da Sony Music Entertainment. Gravado em 2009 em estúdios localizados na Califórnia e Nova York, o disco incorpora elementos sonoros característicos das músicas rock e pop, evidentes em todas as faixas. Suas composições são inteiramente assinadas pelo próprio Mayer, com execeção da faixa "Crossroads", escrita por Robert Johnson. A produção ficou a cargo de Mayer e Steve Jordan.

O lançamento de Battle Studies foi precedido pela divulgação dos singles "Who Says" e "Heartbreak Warfare", que obtiveram resultados comercias moderados nas paradas musicais ao redor do mundo. "Who Says" conseguiu atingir a 17ª posição da Billboard Hot 100 e figurar entre os 10 primeiros lugares das paradas da Noruega, Dinamarca e Suécia, além de ter aparecido no top 40 da Austrália e dos Países Baixos. Já "Heartbreak Warfare" bastante inferior a de seu sucessor, uma vez que suas posições de pico na maioria dos charts foram inferiores as de "Who Says", sendo a mais alta delas o 6º lugar da parada dos Países Baixos. Além destes, outros dois singles foram divulgados para promover o álbum: "Half of My Heart" e "Perfectly Lonely". "Half of My Heart" teve como posição de destaque o 25º posto da Billboard Hot 100, enquanto "Perfectly Lonely" esteve presente apenas na parada dos Países Baixos, ocupando a 52ª colocação.

Após sua divulgação, Battle Studies obteve uma resposta favorável por parte da crítica especializada. No agregador de resenhas Metacritic, que emprega um média de 0 a 100 pontos aos álbuns baseado nas análises dos críticos, o álbum obteve 64 pontos de aprovação, calculados com base nas 17 resenhas recolhidas. Além da recepção positiva da crítica, o compacto também foi bem recebido pelo público. Nos Estados Unidos, conseguiu estrear na primeira posição da Billboard 200 devido a venda de cerca de 286 mil cópias na primeira semana de distribuição. Em outros países, como Canadá, Austrália, Noruega e Países Baixos também obteve vendagens suficientes para estrear entre os 10 mais vendidos. Nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Países Baixos, as vendas acumuladas renderam cinco discos de platina e um disco de ouro.

Para auxiliar na divulgação do disco, Mayer realizou diversas apresentações em programas de televisão e alguns concertos especiais. Entre 2009 e 2010, o músico embarcou na Battle Studies World Tour, que visitou diversos países na América do Norte, Europa e Ásia. Na setlist das apresentações, foram inclusas algumas faixas de Battle Studies, como "Who Says" e "Heartbreak Warfare".

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O álbum se chama Battle Studies porque ele incorpora várias lições e observações, além de alguns conselhos. [Ele] é como um manual, um manual para os corações partidos.

—John Mayer explicando o título do álbum.[2]

Produzido por Mayer em parceria com Steve Jordan, Battle Studies incorpora as melodias do pop rock californiano das décadas de 70 e 80 em conjunto com letras mais pessoais, criadas durante um período aproximado de seis meses em sessões de gravação realizadas na casa do próprio Mayer, localizada em Los Angeles, Califórnia.[3] O cantor descreveu o álbum como "um passo adiante na direção de um som extremamente experimental para o homem que ficou conhecido por sua sensibilidade lírica e suas batidas de blues", definindo-o como "o próximo capítulo na história sobre quem eu sou".[2] [4] [5]

Mayer também comparou seu trabalho no disco com o do grupo musical Fleetwood Mac e dos cantores Tom Petty e Neil Young, afirmando que "enquanto Continuum é R&B e Soul", seu sucessor "foi escrito tendo em mente a mesma intemporalidade", contendo melodias e mensagens "concisas e vindas de dentro, unidas a eficiência da simplicidade".[3] Sobre a temática da obra, ele declarou: "Eu amo os temas guerra e batalha. O lado militarista, vulgar e violento de um relacionamento descendo ladeira abaixo. O álbum começa como uma espécie de nascer do sol, seguida pela escuridão, que é então substituída pelo sol".[5]

Singles[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Twitter oficial de John Mayer, Who Says foi o primeiro single do álbum e sua pré-estréia foi em 25 de Setembro de 2009 pelo site oficial (www.johnmayer.com). O lançamento oficial do single foi feito em 13 de Outubro 2009.

O segundo single foi Heartbreak Warfare, que teve sua pré-estréia no dia 19 de Outubro de 2009.

O terceiro single foi Half Of My Heart, lançado em 1° de Junho de 2010.

O quarto single foi Perfectly Lonely, lançado dia 13 de Novembro de 2010.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Heartbreak Warfare"
  2. "All We Ever Do Is Say Goodbye"
  3. "Half of My Heart" (colaboração de Taylor Swift)
  4. "Who Says"
  5. "Perfectly Lonely"
  6. "Assassin"
  7. "Crossroads"
  8. "War Of My Life"
  9. "Edge Of Desire"
  10. "Do You Know Me"
  11. "Friends, Lovers Or Nothing"
  12. "I'm On Fire" (faixa bônus exclusiva para venda pelo iTunes)

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Vendagens[editar | editar código-fonte]

Posições nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de Battle Studies, de acordo com os créditos do encarte do álbum e dados do website Discogs.[1] [45]

Músicos e funcionários
Arte e gerenciamento
Estúdios

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Edição Padrão[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b (2009) Créditos do álbum Battle Studies (Deluxe Edition) por John Mayer. Columbia Records.
  2. a b Coplan, Chris (9 de novembro de 2009). "John Mayer returns with Battle Studies, massive tour" (em inglês) IndieClick Music Network Consequence of Sound. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  3. a b "John Mayer Returns With New Album, 'Battle Studies', Nov. 17" (em inglês) TMZ Star Pulse (13 de outubro de 2009). Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  4. Woo, David (24 de junho de 2009). "John Mayer's Battle Studies grows in anticipation after the cross-over success of Continuum" (em inglês) Clarity Digital Group Examiner. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  5. a b "John Mayer on the "Vulgar Relationship" Behind New LP "Battle Studies"" (em inglês) Rolling Stone (27 de outubro de 2009). Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  6. "Charts.de: John Mayer – Battle Studies" (em alemão) Media Control GfK Charts.de. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  7. "Album Top 50: Week ending 29/11/2009" (em inglês) Australian Recording Industry Association Australian-Charts.com. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  8. "Austria Top 40 - Alben Top 75 (29.01.2010)" (em alemão) IFPI Áustria & Ö3 Austria Top 40 AustrianCharts.at. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  9. "20 Heatseekers Albums: 26/06/2010" (em neerlandês) Ultratop. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  10. "Canadian Albums: December 5th 2009" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  11. a b "차트 검색결과: John Mayer" (em coreano) Gaon. Visitado em 1º de fevereiro de 2013. "Para localizar o álbum na lista vá até a sessão "앨범차트", localizada na parte inferior da página."
  12. "Album Top 40: 27/11/2009" (em dinamarquês) DanishCharts.com. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  13. "2009-11-28 Top 40 Scottish Albums Archive" (em inglês) Official Charts Company. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  14. "Billboard 200: December 5th 2010" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  15. "Rock Albums: December 5th 2010" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  16. "Top 75 Artist Album, Week Ending 19 November 2009" (em inglês) Irish Recorded Music Association GfK Chart-Track. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  17. "2010年04月26日~2010年05月02日のCDアルバム週間ランキング" (em japonês) Oricon. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  18. "Mexican Charts: Albums - 48/2009" (em espanhol) Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas MexicanCharts.com. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  19. "VG-lista: Topp 40 Album uke 5, 2010" (em no) VG-lista. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  20. "NZ Top 40 Albums Chart: Week Ending 23 November, 2009" (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  21. "Album Top 100: 21/11/2009" (em neerlandês) MegaCharts DutchCharts.nl. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  22. "Portuguese Charts: Albums - 07/2010" (em português) Associação Fonográfica Portuguesa PortugueseCharts.com. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  23. "2009-11-28 Top 40 Official UK Albums Archive" (em inglês) Official Charts Company. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  24. "Sverigetopplistan - Albums Top 60: 2010-01-29" (em sueco) Sverigetopplistan SwedishCharts.com. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  25. "Schweizer Hitparade - Alben Top 100: 24.01.2010" (em alemão) Schweizer Hitparade. Visitado em 1º de fevereiro de 2013.
  26. "G-Music: 風雲榜 (外語榜) - 第51週計算時間: 2009/12/18 - 2009/12/24" (em chinês) G-Music. Visitado em 1º de fevereiro de 2013. "Para localizar o posicionamento do álbum na parada selecione o ano de 2009 e a semana de número 51 nas opções localizadas na parte inferior da página."
  27. "G-Music: 風雲榜 (西洋榜) - 第51週計算時間: 2009/12/18 - 2009/12/24" (em chinês) G-Music. Visitado em 1º de fevereiro de 2013. "Para localizar o posicionamento do álbum na parada selecione o ano de 2009 e a semana de número 51 nas opções localizadas na parte inferior da página."
  28. "ARIA Charts - Accreditations - 2010 Albums" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  29. "ARIA Charts - Accreditations" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  30. a b "Gold Platinum Database: Battle Studies, John Mayer" (em inglês) Music Canada. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  31. "RIAA - John Mayer's Gold & Platinum" (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  32. "RIAA - History of the Awards" (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  33. "NZ Top 40 Albums Chart: Week Ending 30 August, 2010" (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 2 de fevereiro de 2013. "Caso não consiga visualizar o certificado clique no botão "Text Version", que está localizado acima da tabela de posições do lado direito."
  34. "The Official New Zealand Music Chart: About the Chart" (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  35. a b Beerda, Jurriën (14 de dezembro de 2010). "Edelmetaal voor John Mayer, Susan Boyle, Kings Of Leon en Glee" (em neerlandês) Entertainment Business. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  36. "ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 2009" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  37. "Album 2009: Top-100" (em dinamarquês) Hitlisten. Visitado em 2 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2010.
  38. "Jaaroverzichten - Album 2009" (em neerlandês) MegaCharts DutchCharts.nl. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  39. "Album 2010: Top-100" (em dinamarquês) Hitlisten. Visitado em 2 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 29 de janeiro de 2011.
  40. "Billboard 200 Albums: 2010 Year-End Chart" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  41. "Rock Albums: 2010 Year-End Chart" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  42. "Jaaroverzichten - Album 2010" (em neerlandês) MegaCharts DutchCharts.nl. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  43. "Sverigetopplistan: Ârslita Album - 2010" (em sueco) Sverigetopplistan Hitlistan. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  44. "Jaaroverzichten - Album 2011" (em neerlandês) MegaCharts DutchCharts.nl. Visitado em 2 de fevereiro de 2013.
  45. "John Mayer - Battle Studies (CD, Album) at Discogs)" (em inglês) Discogs. Visitado em 2 de junho de 2013.
  46. "Mayer, John - Battle Studies" CDGO. Visitado em 2 de junho de 2013.
  47. "Battle Studies - Mayer, John" (em inglês) JB Hi-Fi (Austrália). Visitado em 2 de junho de 2013.
  48. "Battle Studies - Mayer, John" (em inglês) JB Hi-Fi (Nova Zelândia). Visitado em 2 de junho de 2013.
  49. "Battle Studies, John Mayer" (em neerlandês) Bol. Visitado em 2 de junho de 2013.
  50. "Battle Studies: John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Reino Unido). Visitado em 2 de junho de 2013.
  51. "Battle Studies by John Mayer" (em inglês) WOW HD (Irlanda). Visitado em 2 de junho de 2013.
  52. "Mayer John - Battle Studies" (em sueco) Ginga. Visitado em 2 de junho de 2013.
  53. "John Mayer - Battle Studies - Cd" (em dinamarquês) Gucca. Visitado em 2 de junho de 2013.
  54. "Battle Studies: John Mayer" (em neerlandês) Standaard Boekhandel. Visitado em 2 de junho de 2013.
  55. "Battle Studies: John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Estados Unidos). Visitado em 2 de junho de 2013.
  56. "Battle Studies: John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Canadá). Visitado em 2 de junho de 2013.
  57. "約翰梅爾/ 愛戀守則" (em chinês) G-Music. Visitado em 2 de junho de 2013.
  58. "Battle Studies: John Mayer" (em alemão) Amazon.com (Alemanha). Visitado em 2 de junho de 2013.
  59. "Battle Studies von John Mayer" (em alemão) Buch. Visitado em 2 de junho de 2013.
  60. "Battle Studies von John Mayer" (em alemão) Weltbild. Visitado em 2 de junho de 2013.
  61. "バトル・スタディーズ: ジョン・メイヤー" (em japonês) Amazon.com (Japão). Visitado em 2 de junho de 2013.
  62. "Battle Studies (Vinyl): John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Estados Unidos). Visitado em 2 de junho de 2013.
  63. "Battle Studies (Vinyl): John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Canadá). Visitado em 2 de junho de 2013.
  64. "バトル・スタディーズ デラックス・エディション(初回生産限定盤)(DVD付) - (CD+DVD, Limited Edition): ジョン・メイヤー" (em japonês) Amazon.com (Japão). Visitado em 2 de junho de 2013.
  65. "Battle Studies; Deluxe CD/DVD - John Mayer" (em inglês) Sanity. Visitado em 2 de junho de 2013.
  66. "Battle Studies (Expanded Edition), John Mayer" (em neerlandês) Bol. Visitado em 2 de junho de 2013.
  67. "Battle Studies - Expanded Edition (Colour): John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Reino Unido). Visitado em 2 de junho de 2013.
  68. "Battle Studies (CD/DVD) by John Mayer" (em inglês) WOW HD (Irlanda). Visitado em 2 de junho de 2013.
  69. "Battle Studies (CD/DVD Expanded Edition): John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Estados Unidos). Visitado em 2 de junho de 2013.
  70. "Battle Studies - Expanded Ed. (W/DVD): John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Canadá). Visitado em 2 de junho de 2013.
  71. "John Mayer: Battle Studies (CD/DVD Expanded Edition)" (em inglês) Legacy Recordings. Visitado em 2 de junho de 2013.
  72. "John Mayer: 愛戀守則 (CD+DVD 影音加強版)" (em chinês) Sony Music Entertainment (Taiwan). Visitado em 2 de junho de 2013.
  73. "Mayer, John - Battle Studies - Expanded Edition - CD+DVD" CDGO. Visitado em 2 de junho de 2013.
  74. "Battle Studies (LP), John Mayer" (em neerlandês) Bol. Visitado em 2 de junho de 2013.
  75. "Battle Studies 2LP (Vinyl) - Mayer, John" (em inglês) JB Hi-Fi (Nova Zelândia). Visitado em 2 de junho de 2013.
  76. "Battle Studies (Vinyl Record) by John Mayer" (em inglês) WOW HD (Irlanda). Visitado em 2 de junho de 2013.
  77. "Battle Studies (2LP Gatefold) - Vinyl: John Mayer" (em inglês) Amazon.com (Reino Unido). Visitado em 2 de junho de 2013.