Campo Alegre (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Campo Alegre
"Paraíso da Serra"
Bandeira de Campo Alegre
Brasão de Campo Alegre
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 18 de Março
Fundação 18 de março de 1897 (117 anos)
Gentílico campo-alegrense
Prefeito(a) Rubens Blaszkowski (Democratas)
(2013–2016)
Localização
Localização de Campo Alegre
Localização de Campo Alegre em Santa Catarina
Campo Alegre está localizado em: Brasil
Campo Alegre
Localização de Campo Alegre no Brasil
26° 11' 34" S 49° 15' 57" O26° 11' 34" S 49° 15' 57" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Norte Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião São Bento do Sul IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Agudos do Sul (PR), Garuva, Jaraguá do Sul, Joinville, Piên (PR), São Bento do Sul, Tijucas do Sul (PR)
Distância até a capital 253 km
Características geográficas
Área 496,146 km² [2]
População 11 748 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 23,68 hab./km²
Altitude 870 metros acima do mar. m
Clima Subtropical temperado, com temperatura média de 19°C e uma precipitação media anual de 119,8mm. É o 3° melhor clima do Brasil, tendo as temperaturas mais baixas registradas nos meses de maio e agosto, e as mais altas nos meses de dezembro a fevereiro, tendo sua temperatura máxima de 34°C e mínima de -8°C
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,772 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 141 798,038 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 103,97 IBGE/2008[5]
Página oficial

Campo Alegre é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Na contagem da população feita pelo IBGE em 2008 o município tinha 11.715 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1851 as divisas das Províncias do Paraná e Santa Catarina ainda eram desconhecidas, o que causava muitas brigas e confusões. O Paraná considerava a divisa pelo Rio Negro, com sua nascente localizada no Quiriri, as mesmas divisas doadas à princesa Dona Francisca por seu irmão Dom Pedro II quando ela se casou com o príncipe de Joinville. Com a fundação da Colônia Dona Francisca criou-se a "Cia. Colonizadora de 1849" pelas mãos do então Senador Alemão, Sr. Schroeder, a qual contratou com o governo imperial a colonização das terras da Princesa por europeus.

No período de 1853 a 1857, engenheiros fizeram diversas explorações para uma melhor e mais fácil subida da serra, encontrando a melhor maneira pelo Vale do Rio Seco. Em 1858 por solicitação da Cia. Colonizadora, o governo imperial aprova a construção da estrada, que ligaria Joinville - São Miguel - Tijucas do Sul - Curitiba.

Quando a construção da estrada chegou onde hoje é a cidade de Campo Alegre, aqui já existiam alguns moradores, localizados ao lado do Salto Branco. No dia 23 de Agosto de 1827 o governo imperial começou a medição dos lotes coloniais e construiu o primeiro rancho de Campo Alegre, na hoje localidade de São Miguel, distante apenas 5 km do centro da cidade. A cidade foi nomeada de Froeliches Feld, que traduzido significa "Campo Alegre", nome recebido devido às belas paisagens naturais que existiam. Em 1888 o povoado de Campo Alegre tornou-se distrito de São Bento do Sul, e aos 18 de março de 1897 conquistou sua emancipação política e administrativa.

A Serra Dona Francisca acabou transformando a povoação na rota obrigatória entre Santa Catarina e Paraná. Além da localização privilegiada, Campo Alegre ainda contava com a fartura da erva-mate. O brilho das décadas de ouro começou a desaparecer com a abertura de novas rotas e a decadência do plantio e exportação da erva.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Campo Alegre está situado na região do Alto Vale do Rio Negro, no Norte Catarinense, a uma distância de 230 km da capital catarinense, Florianópolis e 1475 km da capital do Brasil, Brasília. Campo Alegre possui uma área de 496 km², sendo 132 km² na área Urbana e 364 km² na área rural. Economicamente faz parte da Mesorregião do Norte Catarinense e Microrregião de São Bento do Sul. Faz divisa com os municípios de Garuva e Joinvile a leste, Jaraguá do Sul a sul, São Bento do Sul a oeste, sendo que a norte faz divisa com estado do Paraná, municípios de Piên, Agudos do Sul e Tijucas do Sul, respectivamente. Além da sede do município, Campo Alegre possui os seguintes distritos e localidades: Avenca, Avenquinha, Bateias de Cima, Bateias de Baixo, Campina do Farias, Fragosos, Saltinho, Salto, São Miguel, etc.

Geologia[editar | editar código-fonte]

A maior parte do município de Campo Alegre está assentado sobre rochas da Bacia de Campo Alegre, bacia geológica com cerca de 500 km² de área e composta por rochas vulcânicas e sedimentares que foram depositadas aproximadamente a 600 milhões de anos atrás, durante a era geológica conhecida como Neoproterozóico. Remanescentes da caldeira vulcânica ainda existem na região, como, por exemplo, o Cerro.[6]

Relevo[editar | editar código-fonte]

No contexto fisiográfico faz parte do Planalto Meridional Brasileiro, possuindo dois domínios fisiográficos principais, a Serra do Mar, localizada na região leste do município e o Planalto de Canoinhas no restante do mesmo. Sua altitude média é de 870m acima do nível do mar, com picos máximos da ordem de 1500m, localizados no limite leste do município, divisa com Garuva.

Clima[editar | editar código-fonte]

Pela classificação climática de Köppen-Geiger o clima é classificado como clima temperado marítimo úmido Cfb, sem estação de seca e verões frescos a quentes. A temperatura média anual é de 19°C, com máxima registrada de 34° e mínima registrada de -8°C.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O principal rio do município é o Rio Negro, afluente do Rio Iguaçu e pertencente à Bacia Hidrográfica do Rio Paraná. Este rio faz a divisa de Santa Catarina com o estado do Paraná e sua nascente situa-se no alto da Serra do Mar, nos limite entre Campo Alegre e Tijucas do Sul. Os principais afluentes do Rio Negro, no município de Campo Alegre, são os rios Turvo, Lageadinho, São Miguel, Bateias e Bonito.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Campo Alegre tem clima ideal de serra e localiza-se próximo a Joinville e São Bento do Sul, no caminho da Estrada da Serra.

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

  • Antiga Estrada Dona Francisca: Trecho com traçado original da Estrada Dona Francisca. Localização: Rodovia SC 301, entrada no Parque Dona Francisca.
  • Campos do Quiriri: Situado alto da Serra do Mar, em altitudes que variam de 1.300 a 1.600m. Mirante de onde é possível avistar o Oceano Atlântico e as cidades litorâneas do norte catarinense: Garuva, Joinville, São Francisco do Sul além da Baía da Babitonga. Localização: Na divisa entre Campo Alegre, Garuva e Joinville, em área privada. O acesso depende de autorização.
  • Cascata Paraíso: Com mais de 60m de altura, é a cachoeira símbolo do município. Está situada em um parque municipal no final da Rua da Cascata, próximo à sede da Prefeitura Municipal. No alto da cachoeira existe um mirante natural.
  • Museu Sto Lat (Museu do Centenário, em língua polonesa): Museu situado na comunidade de Bateias de Baixo, a cerca de 15 km do centro de Campo Alegre. Foi fundado em 19 de novembro de 2005 pela iniciativa da professora Eulália Dietzsch e do historiador amador Márcio Augustin. Seu nome é uma homenagem ao centenário da colonização polonesa no Brasil, comemorada em novembro de 1994. Seu acervo, de cerca de 500 peças, é composto por artefatos indígenas e principalmente por material ligado à história dos imigrantes poloneses.
  • Salto Branco: Localizado a 5 km do centro, em propriedade particular. Entrada somente com autorização do proprietário.
  • Salto do Engenho: Bela cachoeira situada no Rio Turvo, com bom volume de água, na localidade do Salto, à 15 km do centro, na beira da estrada que liga o centro ao Salto.
  • Salto do Imigrante: Situada na Fazenda Monte Olimpo, depende de autorização para acesso. Cachoeira grande, com bom volume de água e boa para prática de rafting.

Economia[editar | editar código-fonte]

As principais atividades econômicas do município de Campo Alegre são agricultura, extrativismo mineral e vegetal, indústria moveleira, pecuária e reflorestamento.

Na região de Campo Alegre há ocorrência de cerca de 23 jazidas de argila, principalmente compostas por caulim, e que abastecem a indústria de cerâmica do Paraná e de Santa Catarina, chegando a ser extraídas cerca de 15.000 toneladas/mês. Destas, a principal é a mina Bateias, localizada entre as localidades de Bateias de Baixo e Salto. Estas acumulações são o resultado do intemperismo sobre rochas vulcânicas da Bacia sedimentar de Campo Alegre [7] .

Entre as indústrias destacam-se as serrarias, em número de 30, além da indústria moveleira. Há na cidade mais de 4.000 hectares reflorestados com Pinus elliottii.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Citroni, S.B. et. al. (2001) Volcanism and Stratigraphy of the Neoproterozoic Campo Alegre Basin, SC, Brazil (em inglês) IN: Anais da Academia Brasileira de Ciências, Vol. 73 (n. 4), Rio de Janeiro, Brasil, pp. 581–597.
  7. Biondi, João Carlos; et al.. (junho 2002). "Estudo comparativo entre os minérios da mina Bateias e de outras minas da região de Campo Alegre (Santa Catarina)" (em português). Revista Brasileira de Geociências 32 (2): pp.245 – 254.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.