Charles-François Daubigny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles-François Daubigny
Charles-François Daubigny, retrato de Félix Nadar.
Nome completo Charles-François Daubigny
Nascimento 15 de fevereiro de 1817
Paris, França
Morte 19 de fevereiro de 1878 (61 anos)
Paris, França
Ocupação Pintor
Movimento estético Escola de Barbizon

Charles-François Daubigny (Paris, 15 de fevereiro de 1817 - idem, 19 de fevereiro de 1878) é um dos alunos da Escola de Barbizon e considerado um importante precursor do Impressionismo.

Daubigny nasceu em uma família de pintores e foi introduzido à arte por seu pai, Edmond François Daubgny, e também por um tio, o miniaturista Pierre Daubigny.

Foi fortemente influenciado pelo movimento realista realizado entre 1830 e 1870 na vila de Barbizon (perto da Floresta de Fontainebleau, na França) - a "escola de Barbizon" - tornando a natureza o assunto principal de suas obras.

Seus melhores quadros foram pintados entre 1864 e 1874, e consistiam em sua maioria de cenários cuidadosamente definidos com árvores, rios e alguns patos. Na França corria a lenda que a quantidade de patos colocados pelo pintor no quadro indicava a qualidade que ele atribuia a obra: um pato, trabalho regular, dois bom, três muito bom. Porém a história parece não ter fundamento, seria apenas uma bricadeira de seus amigos. Isto porque os melhores e mais apreciados quadros do artista, considerados obras primas, que hoje fazem parte de Museu do Louvre não têm patos. Encontra-se sepultado no Cemitério do Père-Lachaise (divisão 24), Paris na França.[1]

A confluência do Sena com o rio Oise(1896)

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charles-François Daubigny