Espermatogênese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Espermatogénese ou Espermiogênese é o processo de formação dos espermatozóides. Tem início na puberdade, passando a ocorrer de um modo continuo até ao fim da vida do homem.

Espermatogênese[editar | editar código-fonte]

A espermatogênese está ligada,ao sexo como qualquer outro fenômeno metabólico, ao acionamento de hormônios, mediante o comando da hipófise e dos testículos.É uma sequência de eventos pelos quais as espermatogônias se transformam no final em espermatozoides.

A Espermatogênese ocorre a nível dos tubos seminíferos dos testículos e divide-se em quatro fases: Multiplicação, Crescimento, Maturação e Diferenciação ou Espermiogênese. Tem início na puberdade e termina no fim da vida do homem. Processo que ocorre nos testículos, as gônadas masculinas.

Período Germinativo[editar | editar código-fonte]

As Espermatogônias, localizadas na periferia dos tubos seminíferos, multiplicam-se (por mitoses sucessivas) aumentando de número e garantindo a sua contínua substituição.

Crescimento[editar | editar código-fonte]

Algumas Espermatogônias vão aumentar ligeiramente de volume, devido à síntese e acumulação de substâncias de reserva, dando origem aos Espermatócitos I

Maturação[editar | editar código-fonte]

A fase de maturação do gameta masculino é na verdade um processo de meiose que ocorrerá com o espermatócito I, proveniente das espermatogônias.

Figura representando uma meiose. Na divisão 1 (que ocorre nos espermatócitos I, provenientes das espermatogônias) ocorrerá a segregação dos homólogos. Na divisão 2 (que ocorre no espermatócitos II) separam-se as cromátides-irmãs. Ao final, estarão formadas espermátides (texto em holandês).

Divisão I[editar | editar código-fonte]

  1. Prófase I: Não Ocorrerá a espiralização total dos cromossomos e há a possibilidade de crossing-over durante o processo que acontece geralmente no paquiteno.
  2. Metáfase I: Os cromossomos homólogos se posicionarão paralelamente na célula, um ao lado do outro, para que cada um alcance seu respectivo pólo até o final da divisão.
  3. Anáfase I: Os cromossomos migram para os pólos, possibilitando a separação dos homólogos, através da ação da fibra do fuso e dos centrômeros.
  4. Telófase I: Está terminada a cariocinese dos espermatócitos I. Passa-se agora para a citocinese onde o cromossomo organizador de nucléolo cuidará da formação de novos núcleos e haverá organização das novas organelas.

Após a divisão 1 da meiose, passa-se para o processo de divisão 2. Graças a divisão 1 tem-se agora duas células haploides que são chamadas Espermatócito II, e é exatamente nelas que ocorrerá o processo de divisão 2. Os gametas ainda não estão maduros.

  • Divisão 2
  1. Prófase II: Termina a espiralização dos cromossomos e a duplicação. Formam-se cromátides-irmãs.
  2. Metáfase II: Os cromossomos posicionam-se paralelamente no centro da célula para que cada um alcance seu respectivo pólo.
  3. Anáfase II: Ocorre agora a separação das cromátides por meio do fuso mitótico e dos centríolos. Cada cromátide migrará para seu respectivo pólo.
  4. Telófase II: Finalmente terminam as divisões. Finda a cariocinese e começa o processo de citocinese, similar a telófase I.
Espermatozóide completo

Agora temos Espermátides. Estas amadurecerão e por via do complexo de golgi obterão acrossomos e por via dos centríolos obterão flagelos. Após estes dois últimos processos estarão formados espermatozóides.

Espermiogênese ou Diferenciação[editar | editar código-fonte]

As Espermátídes vão sofrer transformações que levam à formação dos Espermatozóides (gametas), destacando-se: a perda de grande parte do citoplasma, reorganização dos organelas citoplasmáticos, crescimento de um flagelo e formação do acrossomo.A Espermiogênese e a fase final da Espermatogênese.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre reprodução é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.