Gideon Mantell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gideon Mantell
Ginecologia, geologia, paleontologia
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 3 de fevereiro de 1790
Local Lewes
Morte 10 de novembro de 1852 (62 anos)
Local Londres
Atividade
Campo(s) Ginecologia, geologia, paleontologia
Prêmio(s) Medalha Wollaston (1835), Medalha Real (1849)

Gideon Algernon Mantell (Lewes, 3 de fevereiro de 1790Londres, 10 de novembro de 1852) foi um ginecologista, geólogo e paleontologista britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mantell nasceu em Lewes, Sussex. Diplomou-se em obstetrícia mas também tinha uma paixão pela geologia. Possuia um gabinete médico em Lewes, no Sul da Inglaterra, porém a geologia ocupava o seu tempo livre. Os fósseis que colecionava nesta região eram de origem marinha provenientes do Chalk, uma antiga subdivisão do Cretáceo superior. A partir de 1819, Mantell começou à adquirir fósseis provenientes de uma mina, "Withman' s Green" , perto de Cukfield, que apresentava restos de animais terrestres e de água doce, numa época onde os únicos espécimes do Cretáceo inglês eram de origem marinha. Nomeou este estrato de "Estrato da floresta de Tilgate" , de acordo com o nome da área arborizada, Tilgate. Posteriormente ficou demonstrado que estes fósseis eram provenientes do Cretáceo inferior.

Ilustração dos dentes fósseis do Iguanodonte

Em 1820, começou a descobrir ossos grandes, ainda maiores que aqueles descobertos por William Buckland em Stonesfield, Oxfordshire. Em 1822, Gideon Mantell publicou o livro The Fossils of the South Downs or Illustrations of the Geology of Sussex, onde relatava ter encontrado dentes fossilizados pouco comuns em escavações da floresta Tilgate, embora mutos historiadores creditam a descoberta à sua esposa. Mantell mostrou a descoberta a outros cientistas que consideraram a amostra como proveniente de peixes ou mamíferos estratificados, mais recentes que a dos outros fósseis da floresta do Tilgate. Esses dentes foram enviados, mais tarde, ao anatomista francês George Cuvier que comprovaria pertencerem a répteis herbívoros pré-históricos. Os dentes foram identificados como originários de estratos Mesozóicos muito semelhantes aos de um iguana moderno, porém vinte vezes maior. A partir disto, considerou-se que a dimensão do proprietário dos dentes apresentava pelo menos 20 metros de comprimento.

Em 1824, Mantell descobriu que havia semelhanças entre seus fósseis e o esqueleto de um iguana moderno, por esse motivo nomeou sua descoberta como iguanodonte.

Após esta descoberta foi eleito membro da Royal Society, que lhe conferiu a Medalha Real. Também foi eleito como membro honorário no Instituto de Paris, e recebeu a Medalha Wollaston concedida pela Sociedade Geológica de Londres em 1835.

Continuou a estudar fósseis e publicou numerosos livros e artigos até à sua morte. Anos mais tarde, Mantell sofreria um sério acidente em sua carruagem, o resultado seria invalidez e uma dor contínua e intensa devido a uma deformação que seu corpo sofreu. Para aliviar seu sofrimento e sua dor, passou a usar ópio, um dos únicos recursos da época para esse fim. O paleontólogo veio a falecer em 1852 por overdose de ópio.

Sua autópsia mostrou que sofria de uma escoliose. Richard Owen, recuperou uma porção da sua coluna vertebral e a conservou em vinagre numa estante da Faculdade de Cirurgiões da Inglaterra. Esta "relíquia" foi perdida durante a Segunda Guerra Mundial, provavelmente durante um bombardeamento.

Em 2000, um monumento foi erigido em Cukfield, lugar da descoberta dos primeiros fósseis de iguanodonte, em homenagem às suas contribuições.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Dean, Dennis R. Gideon Mantell and the Discovery of Dinosaurs. Cambridge: Imprensa Universitária de Cambridge, 1999. ISBN 0-521-42048-2
  • McGowan, Christopher. The Dragon Seekers: How an Extraordinary Circle of Fossilists Discovered the Dinosaurs and Paved the Way for Darwin. Cambridge: Perseus Publicação, 2001. ISBN 0-7382-0282-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Gideon Mantell


Precedido por
William Smith
Medalha Wollaston
1835
Sucedido por
Louis Agassiz
Precedido por
Charles James Hargreave e Thomas Galloway
Medalha Real
1849
com Edward Sabine
Sucedido por
Benjamin Collins Brodie e Thomas Graham