Helmut Schön

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Helmut Schön
Helmut Schön
Selo com Helmut Schön, a direita, e seu antecessor Sepp Herberger
Informações pessoais
Nome completo Helmut Schön
Data de nasc. 15 de setembro de 1915
Local de nasc. Dresden, Império Alemão
Falecido em 23 de fevereiro de 1996 (80 anos)
Local da morte Wiesbaden, Alemanha
Informações profissionais
Posição Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1933–1950 Alemanha Dresdner SC
Seleção nacional
1937–1941 Flag of German Reich (1935–1945).svg Alemanha 0016 00(17)
Times que treinou
1950–1952
1952–1956
1964–1978
Alemanha Hertha Berlim
Flag of Saar (1947–1956).svg Sarre
 Alemanha Ocidental

Helmut Schön (Dresden, 15 de setembro de 1915Wiesbaden, 23 de fevereiro de 1996) foi um futebolista e treinador de futebol alemão[1] .

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Defendeu apenas o Dresdner, de sua cidade natal, além da Alemanha, pela qual jogou 16 vezes entre 1937 e 1941. Começou em 1937 e venceu os campeonatos alemães (que continuaram a ser realizados alheiamente à Segunda Guerra Mundial) de 1943 e 1944. Schön parou de jogar em 1950. No ano anterior, Dresden e toda a região da Saxônia passaram a ser parte da recém-fundada Alemanha Oriental.

Irritado com a forte interferência política no esporte do país, Schön mudou-se para Berlim Ocidental, antes da construção do Muro de Berlim. Lá, no Hertha Berlim, começou a carreira de treinador.

Único Técnico da Seleção do Sarre[editar | editar código-fonte]

Em 1952, tornou-se técnico da Seleção do Sarre, então um país independente. Treinou a equipe nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1954, chegando a enfrentar a Seleção Alemã-Ocidental. Schön comandou o Sarre até 1956, quando a região foi integrada à Alemanha Ocidental, cuja seleção o chamou-o para a a comissão técnica de Sepp Herberger.

Alemanha Ocidental[editar | editar código-fonte]

Sucedeu Herberger em 1964, comandando a Alemanha Ocidental até 1978, quando deixou o cargo para Jupp Derwall, após ir a quatro Copas do Mundo e duas Eurocopas dirigindo a equipe. Vice-campeão mundial em 1966, não obteve a classificação para a Eurocopa 1968 ao empatar contra a Albânia. Entretanto, daria o primeiro título da Alemanha Ocidental na Euro seguinte (que também foi a primeira do país) e o mais importante, conquistaria, como anfitrião, a Copa do Mundo de 1974, desbancando a favorita Holanda.

Na Eurocopa 1976, veio o vice-campeonato, com a derrota nos pênaltis para a Tchecoslováquia. Schön deixou a seleção após a de Copa de 1978, para o qual não convocou as estrelas Franz Beckenbauer e Paul Breitner, por desentendimento com ambos - já não havia chamado Breitner para a Euro 76. A Mannschaft acabou eliminada na segunda fase de grupos, após a derrota na última rodada contra a Áustria. Fora o único torneio disputado pela Alemanha Ocidental sob seu comando em que o país não ficou entre os três primeiros.

Referências

  1. Schön Jornal de Santa Catarina