Ifrane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marrocos Ifrane
إفران (Ifrān) ou يفرن (Yefrān) ; ⵉⴼⵔⴰⵏ , ⵢⴼⵔⵏ
 
—  Município  —
Avenida de Ifrane num dia de neve em outubro de 2007
Avenida de Ifrane num dia de neve em outubro de 2007
apelido/alcunha(s) Pequena Suíça
Ifrane está localizado em: Marrocos
Ifrane
Localização de Ifrane em Marrocos
33° 32' N 5° 6' O
Região Meknès-Tafilalet
Província Ifrane
Fundação 1929
Administração
 - Prefeito Abdesslam Boulahbib
(2009, MP)
Altitude 1 700 m (5 577 pés)
População (2004)[1] [2]
 - Total 13 074
 - Estimativa (2012) 14 652
Código postal 53000
O "Leão de Ifrane", obra de 1930 do escultor francês Henri Jean Moreau (1890-1956), um dos símbolos de Ifrane

Ifrane (em árabe: إفران ou يفرن; transl.: Ifrān ou Yefrān; em tifinagh: ⵉⴼⵔⴰⵏ ou ⵢⴼⵔⵏ) é uma cidade e estância de esqui do centro-norte de Marrocos, capital da província homónima, que faz parte da região Meknès-Tafilalet. Em 2004 tinha 13 074 habitantes[1] e estimava-se que em 2012 tivesse 14 652 habitantes.[2]

Ifrane significa "grutas" em berbere (ifri no singular). A cidade situa-se nas montanhas do Médio Atlas, a 1 700 metros de altitude, a 70 km a sul de Fez, 65 km a sudeste de Meknès e 200 km a leste de Rabat. Nos arredores da cidade há três áreas naturais protegidas: o Parque Nacional de Ifrane, a noroeste, a Floresta de Cedros a sul e a Reserva de Caça de Ifrane a nordeste.

Foi fundada pelos franceses durante o protetorado como estância alpina, a cidade tem um aspeto notavelmente europeu, lembrando uma aldeia dos Alpes, o que está na origem do epíteto de "Pequena Suíça". Devido à grande altitude, a neve é abundante no inverno e tem um clima fresco no verão. Em Ifrane foi registada a mais baixa temperatura de África: -23°C em 1935.

Um dos palácios da família real marroquina situa-se em Ifrane, que também alberga a Universidade Al Akhawayn, um estabelecimento privado de língua inglesa.

A fauna do parque nacional inclui 37 espécies de mamíferos, 140 espécies de aves e 30 espécies de répteis e anfíbios,[3] entre elas o macaco-de-gibraltar (ou da Barbária), o veado-bárbaro (ou do Atlas ;Cervus elaphus barbarus), lontras, felídeos como o serval, o caracal, etc. Os bosques são semelhantes aos que se encontram nas regiões de clima frio da Europa, com espécies como o cedro-do-atlas (Cedrus atlantica), carvalho-português, azinheiras e o pinheiro-bravo (Pinus pinaster).

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  • Ellingham, Mark; McVeigh, Shaun; Jacobs, Daniel; Brown, Hamish. The Rough Guide to Morocco (em inglês). 7ª ed. Nova Iorque, Londres, Deli: Rough Guide, Penguin Books, 2004. 824 p. p. 291-294. ISBN 9-781843-533139
  1. a b Royaume du Maroc - Haut-Comissariat au Plan. Recensement général de la population et de l'habitat 2004 (em francês). www.lavieeco.com. Jornal La Vie éco. Página visitada em 7 de março de 2012.
  2. a b Maroc: Les villes les plus grandes avec des statistiques de la population (em francês). gazetteer.de. World Gazeteer. Página visitada em 7 de março de 2012.
  3. Parc National d'Ifrane (em francês). www.eauxetforets.gov.ma. Haut Commissariat Aux Eaux et Forêts et à la Lutte Contre la Désertification. Página visitada em 7 de março de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ifrane
Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia en:Ifrane
  • Kjeilen, Tore. Ifrane - Alpine village (em inglês). LookLex.com (Lexic Orient). Página visitada em 7 de março de 2012.
  • Exploring Ifrane Morocco (em inglês). www.JourneyBeyondTravel.com (12 de novembro de 2009). Página visitada em 7 de março de 2012.