Malhação (14ª temporada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde junho de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Malhação 2007
New Wave - Season 14 (PT)
Malhação (BR)
Logotipo usado a partir de abril de 2007.
Informação geral
Formato Série
Duração 25 minutos aproximadamente
Criador(es) Paula Amaral
Izabel de Oliveira
Márcio Wilson
Maria Mariana
Alessandra Poggi
Mariana Mesquita
Charles Peixoto
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Leonardo Nogueira
Elenco Thaila Ayala
Maria Eduarda Machado
Fiorella Mattheis
Rômulo Arantes Neto
Klebber Toledo
Bruno Udovic
ver mais
Tema de abertura "Lutar pelo o que é meu", Charlie Brown Jr.
Tema de
encerramento
"Lutar pelo o que é meu" (instrumental), Charlie Brown Jr.
dentre outras músicas
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 15 de janeiro de 2007 - 12 de outubro de 2007
N.º de episódios 193
Cronologia
Último
Último
Malhação (13ª temporada)
(2006-2007)
Malhação (15ª temporada)
(2007-2009)
Próximo
Próximo

A décima-quarta temporada da série de televisão brasileira Malhação foi produzida e exibida pela Rede Globo entre 15 de janeiro e 12 de outubro de 2007.

Foi escrita por Paula Amaral, Izabel de Oliveira e Márcio Wilson, com colaboração de Maria Mariana, Mariana Mesquita, Laura Rissin, Flávia Bessone e Alessandra Poggi, e consultoria de texto de Charles Peixoto, com direção de Roberto Talma, Carlo Milani, Roberto Vaz, Pedro Vasconcelos e Leonardo Nogueira, e núcleo de Ricardo Waddington.

A temporada de 2007 é considerada a última a utilizar a técnica cold open, abolida no início da temporada de 2008.

Apresentou a história "A importância dos pais na educação dos filhos".

Apresentou Thaila Ayala, Maria Eduarda Machado, Rômulo Arantes Neto, Klebber Toledo, Bruno Udovic e Fiorella Mattheis nos papeis principais.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Três jovens com personalidades, origens e objetivos completamente distintos, mas um problema em comum: o confronto com as suas famílias. Este é o fio que une a trinca de protagonistas e as conduz a um pacto e a uma tragédia que vão mudar para sempre as suas vidas.

Mas até que ponto o legado da família influencia nossas atitudes ou transferimos a responsabilidade dos nossos atos para aqueles que nos cercam?

O público vai acompanhar nesta temporada a discussão da importância dos valores familiares passados através das gerações.

As primas Marcela e Cecília e a amiga delas Vivian têm uma tradição: a "noite das meninas". Dessa vez, elas se reúnem na praia, à noite, e, seguindo um quase ritual, falam dos seus desejos para o ano que começa. A ambiciosa Vivian sonha ser uma famosa modelo que vai conquistar o mundo. Cecília, bem mais pé no chão, só quer mesmo um pouco de coragem para se declarar a Mateus, por quem nutre uma paixão platônica. Marcela confessa que não é mesmo apaixonada por seu namorado Murilo Jaguar e desafia o destino a ser capaz de fazê-la render-se a um grande amor.

Para fugir dos problemas, as três estudantes se encontram. Já que o dia delas foi péssimo, que pelo menos a noite em uma rave seja divertida. Mas as meninas percebem que escapar de suas dificuldades não é tão simples e a festa se torna uma grande terapia. Em meio à conversa, as três resolvem fazer um pacto de amizade: Marcela, Vivian e Cecília prometem se ajudar, independentemente do que venha acontecer com cada uma delas.

Quando as três estão deixando a festa, Leandro, o irmão de Vivian, chega correndo. O judoca havia encontrado no lixo de sua casa a carta do banco que ameaça a família de despejo e, assim que avista a irmã e as amigas saindo da festa, corre para alcançá-las. Já no carro, ele exige uma explicação.

No calor da discussão, Vivian é displicente na direção. Avança um sinal vermelho, sem notar que do outro lado vem um carro. O acidente é inevitável e custa a vida de Leandro, o único sem o cinto de segurança. É o fim da carreira de um dos maiores esportistas do país.

Assim que Vivian retoma a consciência se desespera ao ver o corpo do irmão. Com o choro inconsolável da amiga, Cecília acorda e se dá conta de que Marcela está desacordada.

A polícia e os bombeiros logo chegam ao local do acidente. A primeira pergunta que o Inspetor Rajão (Jarbas Toledo) faz às meninas é: Quem estava dirigindo?. Com medo de decepcionar ainda mais os avós - que para ela sempre tiveram em Leandro o neto favorito - e de ser presa, Vivian diz que o irmão era o motorista.

No outro carro envolvido no acidente estavam os amigos André, que permanece desacordado, e Roleta (Victor Ferreira), que tem certeza de que o carro das meninas avançou o sinal e foi responsável pela tragédia.

Lembrando do pacto de amizade que selaram na festa, Vivian pede que Cecília afirme que Leandro estava dirigindo e sustente esta mentira, até pelo menos ter coragem de conversar com seus avós. Mas a verdade pode estar prestes a aparecer. Cecília faz o exame médico e, pela posição da marca deixada pelo cinto de segurança durante o impacto, desconfiam de que era a motorista. Percebe então, que se constatarem em Vivian uma marca idêntica a sua, irão concluir que uma das duas dirigia o carro.

Com este alerta, Vivian se desespera e foge do hospital.

Em breve, as três amigas vão aprender, da pior maneira, que sonhos e realidade nem sempre contam uma mesma história.

Alaíde e Arnaldo

Na década de 70, em uma festa na casa de Naninho, namorado de sua irmã Tatá, Alaíde tentava se enturmar, escondendo o seu jeito "careta e brega". A presença de um jovem cinzento destoava dos demais e logo chamou a atenção de Alaíde, que também se sentia um peixe fora d'água naquele ambiente. Mas o que aquele rapaz estava fazendo ali? Tratava-se de Arnaldo Pereira da Silva, o motorista de Naninho, que tinha um enorme recalque em relação ao patrão – um jovem milionário, que dilapidava a fortuna que seu pai havia dado duro para juntar.

Apaixonados, Alaíde e Arnaldo se casam e ele deixa a profissão de motorista para se tornar representante comercial. O tino para os negócios faz com que ele se destaque e o casal decide abrir o seu próprio negócio: a Persí S.A., de importação e exportação.

Com o passar dos anos, a situação das famílias se inverte. Hoje, o ex-motorista tem uma ótima condição financeira e mora na cobertura de um prédio em que possui também outro apartamento que, ironicamente, aluga para seu ex-patrão, que vive lhe pedindo empréstimos. Já Naninho, ao longo dos anos, dilapidou o patrimônio da família ao unir seu estilo despreocupado às suas idéias mirabolantes.

Marcela e André

Depois da "noite das meninas", Marcela vai visitar o namorado Jaguar na empresa do seu pai para combinar os detalhes da festa de compromisso. Ao deixar o local, percebe que o pneu do seu carro furou. Sem saber como agir diante desta situação, continua falando ao telefone com as amigas e deixa de lado o problema do carro. Muito distraída com a conversa, leva um grande susto quando André esbarra nela. Marcela cai nos braços do rapaz e o celular voa longe.

Irritada com a situação, dispensa a ajuda de André, que obedece e fica rindo do jeito atrapalhado da estudante. Após quebrar uma unha, Marcela se rende e lhe pede uma "mãozinha". Rapidamente, ele faz o serviço e, embora disfarce, ela fica admirada com a sua habilidade. Antes mesmo de agradecer a ajuda, Jaguar aparece, reconhece o rapaz - que faz entregas na empresa do seu pai - e o humilha.

Pouco a pouco, a estudante fica encantada com o sorriso e a fala mansa de André, que, por sua vez, não consegue esquecer o jeito delicado da estudante. Os dois se encontram novamente quando André derruba um copo de suco em Marcela, que mal acredita quando vê que ele foi o culpado! O que os estudantes não esperavam era que o próximo encontro fosse marcado por uma fatalidade: André estava no outro carro do acidente que custou a vida de Leandro.

Vivian e Leandro

Quando tinham apenas um ano, Vivian e seu irmão gêmeo Leandro foram deixados pela mãe, que muito nova engravidou de um namorado. Coube aos avós Capitão Valério e Dionísia criar os netos de personalidades completamente diferentes.

Leandro trilhou um caminho de sucesso e se tornou um renomado judoca. Generoso, se dedica também a passar seus ensinamentos para os alunos de um centro de judô que criou em uma comunidade carente. A filosofia do bem, ele segue à risca dentro e fora dos tatames. Em casa, sempre foi um neto exemplar e motivo de orgulho para os seus avós.

Tantas qualidades fizeram com que a ambiciosa Vivian cultivasse uma grande inveja do irmão gêmeo. A menina quer ser famosa como o irmão, mesmo que, para isso, tenha que seguir um caminho tortuoso, como o que usa ao desviar o dinheiro das prestações do apartamento para pagar um curso de modelo. Leandro só descobre este lado de sua irmã quando já é tarde demais.

Casarão - Centro Comunitário de Judô Leandro Pimenta

Quando a tribo do skate descola um point melhor para suas acrobacias, o Casarão parece estar novamente fadado ao abandono, pois não há previsão para a volta do proprietário da Alemanha. Mas Seqüela (Ricardo Fogliatto), sobrinho do dono da casa, decide sair do interior e morar no local, sob o pretexto de treinar judô na cidade grande e estudar no moderno Colégio Múltipla Escolha.

Seqüela e seu amigo Roleta se mudam para o Casarão com o verdadeiro objetivo de curtir muito a nova vida, mas os problemas não tardam em aparecer. Os dois percebem que estão cheios de contas a pagar e que, se não conseguirem uma forma de reduzir as despesas, vão ficar sem dinheiro para bancar a diversão. Em busca de um terceiro morador para dividir os custos, Mateus, um aluno do segundo ano da escola e aplicado judoca, se oferece para morar com eles.

Tudo parece estar perfeito, até que a morte de Leandro cai como uma ducha de água no trio. Para manter vivo o sonho do "mestre" de fazer do judô um instrumento social, André propõe aos amigos que aproveitem o espaço do Casarão para criar um centro para a prática do esporte. A idéia é construir um lugar democrático aberto a todos que queiram treinar independentemente da cor, do credo e, principalmente, do status social. Seqüela aceita a proposta, com a condição de que o espaço viva cheio de lutadoras! O sobrinho do dono ainda dá um toque especial à casa: troca panelas e fogão por uma mesa de sinuca e luzes para uma pista de dança.

Gigabyte - A Guerra do Ano

Com a partida de Kiko (Alexandre Slaviero), João (Java Mayan) fica desestimulado com os negócios do Largadão e decide vender a sua parte na sociedade para Hugo (Leonardo Machado), que muda de cidade para expandir os negócios. Com dinheiro no bolso, o Restaurante Gigabyte parece ser um bom negócio para João.

Dona Vilma (Bia Montez) descobre que está cheia de dívidas e que corre o risco de perder o negócio. Como João tem capital para investir, está feita a sociedade. João quita as parcelas que Dona Vilma deve, exceto a última, que vence no fim do ano. Ambos ficam com 49% do negócio e combinam que o responsável pelo último pagamento da dívida será o sócio majoritário do Giga. A disputa entre os dois sócios para saldar a parcela final fica tão acirrada, que provoca uma divisão no empreendimento. Tanto é que Waldisney (Joe Wolfart) se torna um dos espiões de João, enquanto Joana (Evelyn Oliveira) está de olhos abertos e promete contar tudo o que souber para a patroa.

O Novo Múltipla Escolha

Mais um ano letivo se inicia e os alunos têm uma surpresa ao encontrar a escola cheia de poeira, com tinta fresca e salas improvisadas. Tudo isso é reflexo de uma grande reforma no Colégio Múltipla Escolha, que novamente faz parte da trama.

Este ano os alunos vão ter um bom motivo para passar mais tempo no colégio. A Rede Múltipla Escolha de Ensino decide implantar em todas as unidades um curso noturno profissionalizante. Para cada aluno pagante, a escola oferece uma bolsa a um aluno carente. A idéia rapidamente é abraçada pelo diretor Adriano (Daniel Boaventura) que vê nesta iniciativa uma ótima oportunidade para formar novos profissionais e, ao mesmo tempo, deixar a escola movimentada dia e noite.

O curso que vai ser implantado para os alunos é o de mecânica. O primeiro a se animar com a novidade é André, que já entende do assunto e quer aproveitar a chance para se profissionalizar. Muitos outros também apostam no curso e querem saber quem será o professor. Adriano revela o nome: Duba. Ele ainda não o conhece, mas pela indicação deve se tratar de um excelente profissional.

O que o diretor e alunos não esperam é que o renomado mecânico Duba seja Maria Eduarda (Larissa Bracher), uma linda e feminina mecânica.

Família Persí
  • Marcela Pereira da Silva: Linda, sincera e correta, a estudante do terceiro ano é cheia de qualidades. Embora criada por seus pais para ser princesa e esposa de milionário, Marcela tem o sonho de ser médica pediatra e ajudar as pessoas carentes. Decidida, ela também contraria a opinião da família quando rompe com Murilo Jaguar, por quem nunca foi verdadeiramente apaixonada. Para aumentar o desespero dos pais, se encanta por André, um garoto de classe mais baixa que vai lhe apresentar uma realidade bem diferente da que vive.
  • Arnaldo Pereira da Silva: O empresário tem três paixões na vida: a esposa Alaíde, a filha Marcela e o dinheiro. Começou sua carreira como motorista da empresa dos Albuquerque e, com muito trabalho, fez da empresa Persí uma das mais lucrativas do país. Para compensar sua origem humilde, busca tornar-se o empresário mais importante do Brasil e casar sua filha com alguém da high society.
  • Alaíde Pereira da Silva: A esposa de Arnaldo e irmã de Tatá é a típica nova rica, que se veste com roupas espalhafatosas, vive mentindo a sua idade e faz de tudo para entrar no mundo dos chiques e famosos. Com dinheiro, mas sem berço, vislumbra no casamento de Murilo Jaguar com sua filha a porta de entrada para a alta sociedade.
Família Albuquerque
  • Cecília Albuquerque (Ciça): A filha mais velha dos Albuquerque cresceu em meio à desorganização dos seus pais e, muito centrada, percebeu que precisava administrar a sua vida. Aluna do segundo ano, trabalha desde cedo e é um pouco “mãe de todos”, inclusive de sua irmã menor, Florinha. Amiga de infância de Mateus, não tem coragem de confessar o seu amor e vive o romance apenas em seus pensamentos.
  • Fernando Albuquerque (Naninho): O pai de Cecília e Florinha é divertido, bem-humorado e vive fazendo extravagâncias com as filhas e a esposa, Tatá. O problema é que o eterno garotão sabe gastar dinheiro como ninguém, mas não sabe ganhar e já praticamente dilapidou a fortuna que herdou da família com os seus mirabolantes projetos.
  • Talita Albuquerque (Tatá): A esposa de Naninho sempre apoiou o marido em seus projetos e, na verdade, é tão inconseqüente quanto ele. Vive de bicos e, quando precisa, vende as jóias da família e pede empréstimos, que nunca são quitados, à irmã Alaíde.
  • Flora Albuquerque (Florinha): A caçula da família é a fã número um de Naninho e sempre o ajuda em seus planos mirabolantes. Sem saber se é menina ou moça, a pré-adolescente reflete sua confusão mental em um visual que mistura maria-chiquinha com roupas radicais.
Família Pimenta
  • Vivian Pimenta (Vivi): Quando tinham apenas um ano, Vivian e seu irmão gêmeo Leandro foram deixados pela mãe - que muito nova engravidou inesperadamente de um namorado - para serem criados por seus avós. Valério e Dionísia nunca conseguiram impor limites à ambiciosa neta que não mede esforços para alcançar seus objetivos, mesmo que isso envolva mentiras e armações. A aluna do segundo ano sabe usar da sedução para conseguir o que quer.
  • Leandro Pimenta (Léo): Um dos melhores judocas do Brasil, é ótimo neto, fiel aos amigos, cativante e dotado de um enorme coração. Criou um centro de judô em uma comunidade carente onde vivem Cleiton (Fabrício Santiago) e André. Ídolo nacional, foi alvo de inveja dentro de sua casa, mas só percebeu o desvio de caráter de sua irmã, Vivian, quando já era tarde demais. Uma discussão com ela, que estava ao volante, provoca um terrível acidente, do qual Leandro foi o único a morrer.
  • Valério Pimenta (Capitão): O ex-combatente do fogo guarda os hábitos da juventude. Leva uma vida desregrada, dorme tarde, anda sem camisa e pega pesado na alimentação, mesmo sob a vigilância cerrada de sua esposa, Dionísia, que fica preocupada com a hipertensão que ele desenvolveu após a morte do neto. Para economizar no condomínio, vira síndico do prédio em que mora.
  • Dionísia Pimenta: Casada há 35 anos com seu grande companheiro Valério, ela foi mãe dos filhos, mãe dos netos e de quantos amigos passam pela casa. Como em coração de mãe sempre cabe mais um, depois da morte de seu neto, encontrou na adoção de Goiaba (João Vitor Silva) um novo significado para a vida. Muito ativa, adora cozinhar, faz dança de salão e, para ajudar a saldar a dívida feita por sua neta, volta a lecionar literatura no Múltipla Escolha.
  • Claudionor de Oliveira (Goiaba): O menino carente vai ser descoberto por Leandro, que o tira das brigas de ruas e o leva para o projeto esportivo da comunidade. Revoltado com a morte do mestre, o mascote acaba em um reformatório, de onde é retirado por Valério e Dionísia, que o adotam. Goiaba não vai ter sossego com as implicâncias de Vivian, que não suporta a sua presença pois o considera um indigente.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Marcela Persí[editar | editar código-fonte]

Filha de novos ricos, Marcela foi criada para ser princesa. O pai, Arnaldo, superou as dificuldades da vida e conseguiu trilhar um caminho de sucesso. Por isso, com o apoio de sua esposa Alaíde (Soraya Ravenle), se julga capaz de decidir sempre o que é melhor para a filha.

O namorado da filha é rico, pertence a uma família tradicional e é apaixonado por Marcela. Isso faz de Murilo Jaguar o genro dos sonhos de Arnaldo e Alaíde. Mas o namorado perfeito não resiste a um rabo de saia. E revela esta "virtude" momentos antes da festa de compromisso do casal, quando Marcela o flagra com outra garota e põe um ponto final no relacionamento.

Arrasada com a traição e com a postura dos pais, que são contra o rompimento do namoro, Marcela decide fazer uma viagem a Paris para fugir dos seus problemas. Um pouco antes de embarcar, Murilo aparece pronto para ir com ela. A sua revolta com a atitude do namorado aumenta quando descobre que seus pais estavam por trás desta armação. Decididamente, com o ex-namorado ela não viaja. Chega o momento de a estudante decretar sua independência e mostrar que tem vontade própria: Marcela rasga a passagem e sai para dar uma volta.

Cecília Albuquerque[editar | editar código-fonte]

O que Marcela não imagina é que Cecília também está com sérios problemas. A estudante é o ponto de equilíbrio de um lar marcado pela inconstância do estilo de vida desordenado de seus pais, Naninho (Guilherme Fontes) e Tatá (Bianca Byington). Para ajudar no sustento de casa, é vendedora de uma loja. Em um dia normal de trabalho, ela é demitida por derramar um copo de açaí no vestido mais caro da loja.

Sem emprego, Ciça, como é chamada pelas amigas, volta para casa arrasada e encontra uma típica situação da família Albuquerque: seu pai pediu um novo empréstimo no banco e comprou uma moderna câmera digital, pois decidiu que agora vai ser cineasta. A filha mais velha, sempre foi a mais responsável da casa, não acredita no pesadelo que está vivendo e, em meio ao caos, conta sobre sua demissão. Revoltada, sai batendo a porta.

Vivian Pimenta[editar | editar código-fonte]

Vivian vive o terceiro drama daquela mesma noite. A jovem criada pelos seus avós, Dionísia (Norma Blum) e Capitão Valério (Antônio Pedro), se cansou de viver à sombra de seu irmão gêmeo, Leandro (Igor Trípoli), um ídolo dos tatames, e busca brilhar. Ambiciosa, a estudante conta com a sua beleza e ousadia para investir na carreira de modelo.

Todos os meses, Vivian desvia o dinheiro da prestação do apartamento dos avós para pagar um curso de modelo fora do país. Naquela noite, encontra deserto o escritório da agência de modelos e descobre que foi vítima de um golpe. Para piorar, volta para casa e vê uma carta que ameaça a família de despejo, caso não pague as prestações vencidas. Transtornada e sem coragem de dar a notícia aos seus avós, a quem engana há meses, ela sai.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Número de capítulos Capítulo inicial Capítulo final
193 Bendito pneu![1] Rafa deixa de ser BV[2]

Teve media geral de 25 pontos (cada ponto equivale a 62 mil telespectadores) em SP. Sua menor audiência foi no dia 06 de Setembro quando a trama registrou 15 pontos. A maior audiência foi em 16 de Julho quando marcou 33 pontos.

  • Foi cancelada por baixa audiencia terminaria em janeiro de 2008, porém terminou em outubro de 2007.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Thaila Ayala interpretou a protagonista Marcela Persí
Fiorella Mattheis interpretou a antagonista Vivian Pimenta
Klebber Toledo interpretou Mateus na décima quarta temporada
Ator Personagem
Thaila Ayala Marcela Pereira da Silva (Marcela Persí)
Rômulo Arantes Neto André Dias
Maria Eduarda Machado Cecília Junqueira Albuquerque (Ciça)
Fiorella Mattheis Vivian Pimenta (Vivi)
Bruno Udovic Murilo Jaguar
Klebber Toledo Mateus Molina
Ricardo Tozzi Fábio Mancini (Fabinho)
Fernanda de Freitas Francesca (Fran/Bambina)
Gabriel Wainer Eduardo Andrade
Gabriella Vigol Bruna Capettini
Giovanna Ewbank Márcia de Souza (Marcinha)
Victor Ferreira Rogério (Roleta)
Ricardo Fogliato Marcos (Seqüela)
Giselle Batista Clara Viana
Michelle Batista Clarissa Viana
Marcos Pitombo Roger (Siri)
Guilherme Fernandes Patrick de Leon
Java Mayan João Garcia
Fabricio Santiago Cleiton
Bernardo Mendes Ivan Cardoso (Bodão)
Ícaro Silva Rafael (Rafa)
Gian Bernini Wellington (Mulambo)
Karen Junqueira Teresa Maia (Tuca)
Monique Alfradique Priscila Bittencourt (Priscilittle)
José Rubens Chachá Arnaldo Pereira da Silva (Arnaldo Persí)
Bianca Byington Talita Albuquerque (Tatá)
Guilherme Fontes Fernando Albuquerque (Naninho)
Soraya Ravenle Alaíde Pereira da Silva (Alaíde Persí/Lalá)
Norma Blum Dionísia Pimenta
Antônio Pedro Borges Valério Pimenta (Capitão)
Daniel Boaventura Adriano Lopes
Claudia Ohana Raquel Valença
Karla Nogueira Aurélia
Jarbas Toledo Investigador Rajão
Larissa Bracher Maria Eduarda (Duba)
Guilherme Winter Thiago Junqueira
Charles Paraventi Afrânio
Otto Jr. Professor Peixoto (Peixotão)
Cidinha Milan Rosa
Bia Montez Dona Vilma
Evelyn Oliveira Joana Furtado
Joe Wolfart Waldisney
Luiz Américo Caco
João Vítor Silva Claudionor de Oliveira (Goiaba)
Nando Caetano Lucas Gomes (Lukinha)
Tamara Ribeiro Flora Luiza Junqueira Albuquerque (Florinha)
Juliano Lessa Jorge (Jorginho)
Elenco de apoio
Ator Personagem
Roberto Frota Gabriel Dias
Karina Mello Cristina Pimenta
Marcos Damigo Luciano Rocha
Elias Gleizer Tarcísio Pereira
Lucio Mauro Delegado Silva
Guilherme Weber Leôncio Gurgel
Cláudio Jaborandy Euzébio
Alexia Dechamps Teresa Gurgel
Geovanna Tominaga Ana Olívia
Rômulo Estrela Edílson
Sylvia Massari Marta Jaguar
Elaine Mickely Dada
Thalita Ribeiro Ângela
Helena Fernandes Scarleth
Bruno Giordano Francesco
Giulio Lopes Delegado
Jaime Leibovitch Demétrio
Marina Rigueira Dilene
Sandro Rocha Policial
Jonatas Faro Fernando Victor Nunes
Jacqueline Laurence Maria Pia
Turíbio Ruiz Oswaldo
Marco Antônio Pâmio Bernard Higgins
Luciana Fregolente Dra. Regina
Karina Dohme Regininha Chicletinho
João Camargo Macieira
Andréa Peixoto Tânia
Chico Expedito Rosalvo
Raul Franco Apresentador de TV
Samir Murad Bolacha
Beto Vandesteen Bola
Gustavo Ottoni Oficial de Justiça
Giselle Delaia Paloma Giovanni
André Pellegrino Conrado
Remo Trajano Júlio Souto (Júlio Placenta)
André Torres Jorginho
André Falcão Bruce
Alexandre Mandarino Cadu Caiado
Eduardo Gil Breno

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Malhação Nacional 2007[editar | editar código-fonte]

Malhação Nacional 2007
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2007
Gênero(s) Pop
Rock
Soul
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Cronologia de Vários artistas
Último
Último
O Melhor de Malhação Internacional
(2007)
Próximo
Próximo

Capa: Logotipo Oficial 2007.

  1. That's what I got - Marcelo D2 & Chali Tuna
  2. Já foi - Jota Quest & Wilson Sideral
  3. Sempre igual - Moptop
  4. Bang Bang (Desculpa de cafajeste) - Dibob
  5. Indecisão - Seu Cuca
  6. Lama - Megh Stock
  7. Mil acasos - Skank
  8. Ninguém merece - Lulu Santos
  9. Pequeno grande amor - Papas da Língua
  10. Tatuagem - Marjorie Estiano
  11. Deixa o verão - Mariana Aydar
  12. Mundo jovem - Negra Li
  13. As canções que eu fiz - Jammil e Uma Noites
  14. Quando se quer alguém - Stereo Moog
  15. Oitenta - Academia Circense
  16. Vaidade - Rajar

O Melhor de Malhação Internacional[editar | editar código-fonte]

O Melhor de Malhação Internacional
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2007
Gênero(s) Pop
Rock
Soul
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Cronologia de Vários artistas
Último
Último
Malhação Nacional 2007
(2007)
Próximo
Próximo

Capa: Todos os logotipos (de 1995 a 2007).

  1. Come back to me - Vanessa Hudgens
  2. Crazy in love - Beyoncé & Jay-Z
  3. Shut up - Black Eyed Peas
  4. Got What You Need - Eve & Drag-on
  5. Mesmerize - Ja Rule - Ashanti
  6. Girlfriend (Remix) - B2K
  7. Sk8er Boi - Avril Lavigne
  8. Since u been gone - Kelly Clarkson
  9. Behind blue eyes - Limp Bizkit
  10. She will be loved - Maroon 5
  11. All the things she said - T.A.T.U.
  12. All the small things - Blink-182
  13. Satisfaction - Benny Benassi
  14. Just a bit of chaos - SMS & REHB

Referências

  1. [1] Capítulos - NOTÍCIAS > Bendito pneu!
  2. [2] Capítulos - NOTÍCIAS > Rafa deixa de ser BV