Noite Feliz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
"Stille Nacht"
Canção de
Lançamento 24 de Dezembro de 1818, Oberndorf,  Áustria
Gênero(s) Música religiosa, Cantigas de Natal
Letrista(s) Padre Joseph Mohr
Composição Franz Gruber

"Stille Nacht" é uma das canções mais populares da noite de Natal, conhecida em português como "Noite Feliz". Foi escrita pelo padre Joseph Mohr e musicada por Franz Gruber em 1818, na cidade de Oberndorf, Áustria, tendo sido executada pela primeira vez na Missa do Galo desse ano na paróquia São Nicolau. Tem versões em, pelo menos, 45 línguas.

História[editar | editar código-fonte]

A história da canção é controversa. O que se sabe é que, na vila de Oberndorf, o padre Joseph Mohr saiu atrás de seu amigo músico Franz Gruber para que transformasse em melodia um poema que ele havia escrito, a fim de que fosse tocada na missa de Natal que aconteceria horas depois. Umas fontes dizem que Mohr fez a letra dois anos antes, em 1816; outras dizem que o padre escreveu-a no caminho até Gruber, pois, em verdade, Mohr não estava atrás do músico, mas atrás de um instrumento para ser tocado na Missa do Galo de 1818, pois o órgão de sua paróquia teria tido os foles roídos por ratos. Neste conto, Mohr ficara deveras preocupado com a falta de um instrumento e teria inspirado sua letra no humilde Natal de Jesus em Belém.

A canção foi originalmente composta para violão e flauta. Um arranjo vocal por Mohr surgiu em 1820. Novos arranjos por Gruber vieram pouco antes de sua morte (1863). Em 1845, o primeiro arranjo para orquestra aparece, e em 1855, um novo arranjo para órgão se vê. Em 1900, a música já era mundialmente famosa.

A igreja de São Nicolau não existe mais. Foi demolida no começo do séc. XX, por sofrer com constantes alagamentos, por estar perto do rio Salzach. Em seu lugar, foi construída por volta de 1920-1930, num lugar 800 metros mais alto que o anterior, a Capela Memorial da Noite Silenciosa (Stille-Nacht-Gedächtniskapelle), que, apesar de acolher só 20 pessoas, recebe no fim do ano cerca de 7 mil peregrinos para a missa de Natal, e outros quase 2 mil turistas.

Outras línguas[editar | editar código-fonte]

"Stille Nacht", em alemão, na verdade significa "Noite silenciosa". O nome foi mantido pelo inglês "Silent Night", mas em outros idiomas foi adaptado, como no francês "Douce Nuit" e no português: "Noite Feliz" de Pedro Sinzig, c. 1912, e "Noite de Paz!", versão anônima. A música já foi traduzida para mais de 45 línguas.

Versões[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a cantora Patrícia Marx performou exclusivamente para o especial de Natal da apresentadora Xuxa na Rede Globo em 1989. A mesma versão foi gravada pela dupla Sandy & Júnior em 1993. A cantora Simone gravou a canção no disco 25 de Dezembro em 1995, primeiro disco gravado no país exclusivamente com canções cristãs/natalinas. Em 1996, o Cd foi relançado e uma versão de Ave Maria foi gravada com a participação especial do coro das Meninas Cantoras de Petrópolis. As duplas Chitãozinho & Xororó, Leandro & Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano performaram para o turnê especial e para o album Amigos. Em 1997, Sandy & Júnior volta a cantar "Noite Feliz" com a dupla sertaneja Chitãozinho & Xororó. Aline Barros gravou uma versão do hinário cristão chamado "Noite de Paz" em 1997, a mesma versão foi regravada pelo grupo Voices e do cantor André Valadão, ambos em 2008. Em 2009, Xuxa Meneghel regravou para o album Natal Mágico.

Diversos artistas já gravaram suas próprias versões dessa canção. Alguns deles estão abaixo:

Letra[editar | editar código-fonte]

1ª versão - Pedro Sinzig, c. 1912

Noite feliz! Noite feliz!
o Senhor, Deus de amor,
pobrezinho nasceu em Belém.
Eis, na lapa, Jesus, nosso bem!
Dorme em paz, ó Jesus!
Dorme em paz, ó Jesus!

Noite feliz! Noite feliz!
Oh! Jesus, Deus da luz,
quão afável é teu coração
que quiseste nascer nosso irmão
e a nós todos salvar!
e a nós todos salvar!

Noite feliz! Noite feliz!
Eis que, no ar, vêm cantar
aos pastores os anjos dos céus,
anunciando a chegada de Deus,
de Jesus Salvador!
de Jesus Salvador!


2ª versão - Anônimo

Noite de paz! Noite de amor!
Tudo dorme em derredor.
Entre os astros que espargem a luz,
proclamando o menino Jesus,
brilha a estrela da paz!
brilha a estrela da paz!

Noite de paz! Noite de amor!
Nas campinas ao pastor
lindos anjos, mandados por Deus,
anunciam as novas dos céus:
Nasce o bom Salvador!
Nasce o bom Salvador!

Noite de paz! Noite de amor!
Oh! que belo resplendor
ilumina o Menino Jesus!
No presépio do mundo eis a luz,
sol de eterno fulgor!
sol de eterno fulgor!

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]