Laura Pausini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Laura Pausini
Laura Pausini na Arena de Verona.
Informação geral
Nome completo Laura Pausini
Também conhecido(a) como Rainha do Pop Italiano[1]
Nascimento 16 de maio de 1974 (40 anos)
Origem Faenza[2]
País Itália Itália
Gênero(s) Pop, pop latino, pop rock
Instrumento(s) Vocal, flauta transversal, piano e guitarra
Extensão vocal Mezzo-soprano
Período em atividade 1993- presente
Outras ocupações Cantora, compositora
Gravadora(s) Warner Music Group
Afiliação(ões) Andrea Bocelli
Luciano Pavarotti
Tiziano Ferro
Miguel Bosé
Eros Ramazzotti
Phil Collins
James Blunt
Michael Bublé
Madonna
Alejandro Sanz
Gilberto Gil
Hélène Segara
Gianna Nannini
Ivete Sangalo
Marc Anthony
Kylie Minogue
Lara Fabian
Charles Aznavour
Ennio Morricone
Página oficial www.laurapausini.com

Laura Pausini OMRI (Faenza, 16 de maio de 1974) é uma cantora e compositora italiana. Iniciou sua carreira profissional em 1993 após ter vencido o Festival de Sanremo na categoria "Novos Talentos" com a música "La Solitudine". É considerada a cantora italiana mais popular dos dias atuais, de maior vendagem e com maior número de certificações e prêmios recebidos. Além de compor e cantar, Laura Pausini produz arranjos e projetos para as suas músicas e álbuns.

Laura Pausini é conhecida mundialmente, interpretando além de italiano, canções em espanhol, português, francês e inglês, obtendo assim importante sucesso e reconhecimento na Itália e em diversos países da América e da Europa, especialmente no Brasil, Chile, Argentina, México, Estados Unidos, Espanha, França, Portugal e Alemanha.

Laura Pausini é detentora de diversos prêmios musicais, dentre as aquisições mais notáveis estão um Grammy Awards no ano de 2006, na categoria Melhor Álbum Pop Latino com o álbum Escucha[3] [4] , e 3 Grammys Latinos na categoria Melhor Álbum Vocal Pop Feminino ganhos em 2005 com Escucha[5] [6] , 2007 com Yo canto[7] [8] e 2009 com Primavera anticipada[9] [10] .

No dia 12 de novembro de 2013 foi lançado o 12º álbum de sua carreira, intitulado 20 - The Greatest Hits, e desde dezembro de 2013 a cantora estará em uma turnê mundial de concertos, a The Greatest Hits World Tour, com apresentações em diversas cidades da Itália, da Europa e da América.

Laura Pausini já ultrapassou a marca de 70 milhões de cópias vendidas e está na Lista de recordistas de vendas de discos.[11]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Origens e início[editar | editar código-fonte]

Nascida em Faenza, mas crescida em Solarolo, Laura começou a cantar em bares locais com seu pai, Fabrizio Pausini, músico e cantor, quando tinha apenas oito anos. Aos treze anos, Laura teve sua primeira experiência no estúdio com o álbum I Sogni Di Laura, um lançamento semiprofissional produzido por seu pai em 1987. Em 1993 sua carreira alavancou quando ela venceu o mais famoso e prestigiado festival de música na Europa, o Festival de San Remo, com uma de sua mais conhecidas canções, "La Solitudine", que hoje é considerada um clássico da música internacional por vários cantores. Vencendo o famoso festival, Laura Pausini assinou um contrato com a Warner Music Group para lançar seu primeiro álbum profissional, intitulado Laura Pausini (1993), que teve enorme sucesso na Itália, bem como na França, vendendo em seu primeiro ano de lançamento 3 milhões de cópias. Seu segundo álbum, intitulado Laura, foi lançado em 1994 e foi a partir dele que sua gravadora propôs que ela cantasse também em castelhano para conquistar o mercado musical na Espanha e América Latina.

Em 1994, Laura Pausini foi eleita pela consagrada revista Billboard a segunda maior revelação daquele ano, perdendo apenas para Mariah Carey. No Brasil, Laura faz sucesso desde 1994 com suas canções lançadas primeiro em castelhano nas rádios, e em seguida em italiano, sendo que algumas delas foram regravadas tais como La solitudine, Strani amori e Gente por Renato Russo ou traduzidas para o português como Non c'è e Incancellabile.

Em 1996, começou a compor suas próprias canções, já que a crítica dos italianos era que Laura Pausini não escrevia suas próprias músicas, e lançou um dos seus álbuns mais vendidos até hoje e que a consagrou, principalmente no Brasil - "Le cose che vivi" e sua versão em castelhano "Las cosas que vives". Em 1998 lançou "La mia risposta" e em 2000, "Tra te e il mare", lançados também em espanhol como "Mi Respuesta" e "Entre tú y mil mares" respectivamente. A primeira canção em inglês de Laura foi um remix de "La solitudine", lançado como "The Loneliness", adaptado por Tim Rice. Em 1999, a sua música "One More Time" fez parte da trilha sonora do filme Uma Carta de Amor. Outra música usada em filme foi "The Extra Mile", usada em Pokémon, the Movie 2000: The Power of One.

Popularização e dias atuais[editar | editar código-fonte]

Laura Pausini durante concerto em 2009.

A primeira coletânea veio em 2001 na Espanha e na Itália, The Best of Laura Pausini: E ritorno da te. Em 1999, Luciano Pavarotti convidou Laura para o anual Pavarotti and friends, onde eles cantaram juntos The Land of Smiles. O primeiro álbum de Laura completamente em inglês foi intitulado "From the Inside", realizado com a Atlantic Records em 2002 e lançado somente nos países de língua inglesa principalmente nos EUA onde durante semanas, ficou entre o mais vendido e mais escutado, passando cantores famosos como Madonna, Mariah Carey e Michael Jackson. Trabalharam no projeto produtores como Patrick Leonard e John Shanks. O compacto "Surrender" fez um grande sucesso, na edição australiana do álbum foram incluídas duas versões da música. Em 2003, Laura e Pavarotti cantaram de novo, a música foi "Tu che m'hai preso il cuor". Em dezembro de 2002, Laura lançou seu primeiro DVD gravado durante um concerto do dia 2 de dezembro de 2001 em Milão, na sua turnê mundial. Em outubro de 2004, após quatro anos sem gravar em italiano/castelhano, é lançado Resta in ascolto, que conta com 11 músicas inéditas. A pedido de Madonna Laura regravou a canção "Like a flower", originalmente um extra do premiado Ray of light. A versão modificada da música chama-se "Mi abbandono a te", e é a faixa que encerra o álbum de Laura. No mesmo disco ela também gravou a canção de Biagio Antonacci, "Vivimi". Este CD também foi lançado na versão CD+DVD, com um DVD repleto de extras. Com o disco, alem de ganhar outro World Music Awads, Laura recebeu um Grammy Latino de Melhor Álbum Vocal Pop Feminino e um Grammy Awards de Melhor Álbum Pop Latino. O site oficial www.laurapausini.com foi o site italiano de música mais visitado em 2004. Durante a tour de 2005, Laura gravou o concerto feito em Paris e lançou seu primeiro CD ao vivo. Em 2006 Laura lança o álbum Io Canto, onde interpreta grandes sucessos italianos que marcaram sua vida e ainda conta com duetos de Tiziano Ferro, Juanes e Johnny Hallyday. Laura ganhou o Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Feminino. Em 2007, Laura recebe o prêmio de "Best Selling Italian Artist" no World Music Award por mais de dois milhões de cópias vendidas do álbum "Io Canto"

Tarde de autógrafo

Em 2 de junho de 2007 Laura tornou-se a primeira mulher a fazer um concerto no estádio San Siro, em Milão, para um público de 70.000 pessoas. O concerto foi gravado e lançado em DVD/CD em 60 países e as canções "Destinazione paradiso" e "Y mi banda toca el rock" gravadas no concerto tornaram-se por várias semanas como as mais tocadas na América Latina e Europa além de lançar seu primeiro livro oficial intitulado "Laura Pausini - Fai quello che sei" que conta toda a apresentação espetacular e inesquecível do concerto, que contou inclusive com a presença de fãs brasileiros, japoneses, entre outras nacionalidades. Em 2008 Laura lança um novo álbum, Primavera in anticipo, lançado na Itália em 14 de novembro. No dia 18 o álbum é lançado mundialmente, fazendo sucesso em muitos países em que ela nunca havia estado, como Noruega, Polônia, Turquia, Grécia, Rússia e Canadá. O disco vendeu mais de 2.000.000 de cópias estando entre os 20 discos mais vendidos do ano de 2009.

Ainda em 2009, a música Bellissimo Così foi tema de abertura da novela Poder Paralelo da Rede Record, escrita por Lauro César Muniz.

Pausini em abril de 2012.

Até hoje Laura já vendeu cerca de 70 milhões de cópias mundialmente e esta na Lista de recordistas de vendas de discos, e tem inúmeras certificações mundiais por vendagens de discos, mais de 170 discos de platina,[12] 50 de ouro e 5 de diamante.[13] Foi lançado mundialmente no dia 27 de novembro de 2009 o CD/DVD Versão Castelhano e Italiano. O produto se chama Laura Live World Tour – 09 / Gira Mundial – 09 com músicas gravadas por cada país que ela passou nesta última grande turnê. Além dos sucessos que todos já conhecem, haverá 3 músicas inéditas, sendo elas: “Con La Musica Alla Radio”, “Non Sono Lei” e “Casomai”. Com versões castelhanas intituladas "Con La Música En La Radio", "Ella No Soy" e "Menos Mal". Já no DVD, além das apresentações ao vivo haverá os extras, como os clipes das 3 músicas inéditas e seus respectivos “Making Of” além do “Behind The Scenes” da turnê, e ainda a música cover “Heal The World” do Rei do Pop Michael Jackson e “Paris Au Móis D´Aout” com participação especial de seu pai, Fabrízio Pausini.

Desde 2009, Laura Pausini é muito popular no twitter e facebook, sempre mantendo os fãs atualizados sobre acontecimentos de sua vida. Foi por meio do Twitter que fãs ficaram sabendo de sua nova casa em Roma e Milão, do acidente de carro de sua irmã (gravida na ocasião) e de seu cunhado em uma rodovia italiana, do nascimento de seu sobrinho, da torcida pela cura do câncer de Hebe Camargo, sua "mãe brasileira", entre outros fatos curiosos.

Laura Pausini esteve em férias no o início de 2010, para se dedicar pela primeira vez a sua vida pessoal.

No dia 11 de novembro de 2011 foi lançado o 11º álbum de sua carreira, intitulado "Inedito", e entre dezembro de 2011 e agosto de 2012 a cantora esteve em uma turnê mundial , a Inedito World Tour.

Em 8 de fevereiro de 2013, nasceu a primeira filha de Laura Pausini, Paola, fruto do relacionamento com o guitarrista e produtor musical Paolo Carta[14] . A gravidez havia sido anunciada em setembro de 2012, motivo esse que levou a cantora a cancelar sua turnê e outros compromissos ao vivo.[15]

Em 12 de novembro de 2013, Laura lança o álbum 20 - The Greatest Hits para comemorar seus 20 anos de carreira. O álbum é duplo e contém 38 faixas. Os sucessos mais antigos foram regravados pela cantora e o álbum conta com 3 músicas inéditas (Dove resto solo io, Limpido e Se non te) e várias participações especiais: Kylie Minogue (na inédita "Limpido"), Ivete Sangalo (Le cose che vivi/Tudo que eu vivo), Charles Aznavour (Paris au mout d'aout), Marc Anthony (Non c'è/Se fué, em versão salsa), Alejandro Sanz (Vivimi/Víveme), Michael Bublé (You'll never find another love like mine), Ray Charles (Surrender to love), Lara Fabian (Io canto/Je chante), Andrea Bocelli (Dare to live/Vivere) e James Blunt (Primavera in anticipo/It is my song). A regravação de La solitudine traz um novo arranjo feito pelo maestro italiano Ennio Morricone.

Desde outubro de 2013, Laura percorre o mundo para divulgar o disco. Ao lançamento do disco, se segue a "The Greatest Hits World Tour", a qual passará por Roma, Milão, Paris, Bruxelas, Genebra, Zurique, Madrid, São Paulo, Buenos Aires, Viña del Mar, Santiago, Cidade do México, Miami, Nova York e Toronto. [16]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

DVDs e vídeos[editar | editar código-fonte]

Laura Pausini em um show da Inedito World Tour, em São Paulo, no dia 21 de janeiro de 2012

Turnês[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Violet Leather Jacket Worn by "Queen of Italian Pop" Laura Pausini, Designed by Frankie Morello (em inglês). Página visitada em 01/09/11.
  2. Le onorificenze
  3. Grammy, trionfa Laura Pausini (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  4. Laura Pausini vince il Grammy. Premiata per il pop latino (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  5. Ai Latin Grammy vince Laura Pausini (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  6. Luis Miguel e Laura Pausini i trionfatori ai Grammy Latin (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  7. Juan Luis Guerra Dominates Latin Grammy Awards (em inglês). Página visitada em 11/10/11.
  8. Latin Grammy Award Pausini vince e dedica il premio a Pavarotti (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  9. Laura Pausini trionfa ai Latin Grammy Awards (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  10. Per Laura Pausini un altro trionfo ai Latin Grammy Awards (em italiano). Página visitada em 11/10/11.
  11. Il più grande. RAI. Página visitada em 20 de fevereiro de 2013.
  12. Laura Pausini no RIAA. Página visitada em 2 de novembro de 2008.
  13. Laura Pausini no IFPI. Página visitada em 2 de novembro de 2008.
  14. Caras.com: Laura Pausini dá à luz sua primeira filha, Paola. Página visitada em 08/02/2013.
  15. g1.com: Laura Pausini cancela shows e anuncia primeira gravidez. Página visitada em 15/09/2012.
  16. Título não preenchido, favor adicionar. Página visitada em 29/11/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Laura Pausini