Tanguá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Tanguá
Cidade de Tanguá.JPG

Bandeira de Tanguá
Brasão de Tanguá
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de Dezembro
Fundação 28 de dezembro de 1995 (18 anos)
Gentílico tanguaense
Prefeito(a) Valber Luiz Marcelo de Carvalho, "Valber" (PTB - Partido Trabalhista Brasileiro)
(2013–2016)
Localização
Localização de Tanguá
Localização de Tanguá no Rio de Janeiro
Tanguá está localizado em: Brasil
Tanguá
Localização de Tanguá no Brasil
22° 43' 48" S 42° 42' 50" O22° 43' 48" S 42° 42' 50" O
Unidade federativa  Rio de Janeiro
Mesorregião Metropolitana do Rio de Janeiro IBGE/2008 [1]
Microrregião Rio de Janeiro IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Rio de Janeiro
Municípios limítrofes Itaboraí, Maricá, Rio Bonito, Saquarema e Cachoeiras de Macacu
Distância até a capital 65 km
Características geográficas
Área 145,503 km² [2]
População 30 732 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 211,21 hab./km²
Altitude 20 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,722 (RJ: 82º) – alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 202 580,006 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 721,52 IBGE/2008[5]
Página oficial

Tanguá é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro, localizado na região metropolitana homônima. Neste município foi instalada em 1969 a Estação Terrena de Comunicações Internacionais Via Satélite, da EMBRATEL. A principal rodovia que dá acesso ao município é a BR-101. Pelo município de Tanguá também passa a ferrovia EF-103, que pertence à Ferrovia Centro-Atlântica.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1880, já existiam algumas fazendas na região central de Tanguá. Em 1920, iniciou-se a construção da Usina de Tanguá, concluída em três anos. Após a instalação da mesma, seguiu-se a constituição de Tanguá como o quinto distrito de Itaboraí. A usina operava no sistema de moagens anuais, sendo que a maior parte da população trabalhava no plantio e no corte da cana. Na década de 1970, devido a dificuldades financeiras, a usina encerrou suas atividades.

Ainda nessa época, instalou-se no mesmo prédio a Companhia Brasileira de Antibióticos (CIBRAN). Também foi descoberta na região uma das maiores reservas de fluorita do Brasil.

Praticamente toda a história do município está vinculada à do vizinho Itaboraí, do qual foi emancipado em 28 de dezembro de 1995, através da lei estadual 2496.

Na parte esportiva se sobressai o Tanguá Esporte e Cultura, que disputa a Terceira Divisão de Profissionais do estado do Rio de Janeiro, promovida pela FFERJ.

A lei orgânica municipal foi promulgada em 15 de novembro de 1997 pela Câmara de Vereadores do município.

Administradores do Município[editar | editar código-fonte]

Nome início do mandato fim do mandato
1 Jailson José Cardoso (PL) 1 de janeiro de 1997 1 de janeiro de 2001
Jailson José Cardoso (PFL) (reeleito) 1 de janeiro de 2001 1 de janeiro de 2005
2 Carlos Roberto Pereira (PP) 1 de janeiro de 2005 1 de janeiro de 2009
Carlos Roberto Pereira (PP) (reeleito) 1 de janeiro de 2009 1 de janeiro de 2013
3 Valber Luiz Marcelo de Carvalho (PTB) 1 de janeiro de 2013 atualidade

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a 22º43'49" de latitude sul e 42º42'51" de longitude oeste, a 20 metros de altitude. Conta com uma população de 30 532 habitantes (2010).

Igreja Matriz Nossa Senhora do Amparo[editar | editar código-fonte]

No final da década 1960, a comunidade católica tanguaense sentia a necessidade urgente de se tornar autônoma do ponto de vista religioso, não sendo mais apenas uma capela da grande Paróquia de Itaboraí.

Quem zelava pelos católicos de Tanguá, a maioria da população naquele tempo, sob a direção do Pároco de Itaboraí – o Padre Hugo – era o Padre Joseph Augert, missionário de São Francisco de Sales, assistido por um pequeno grupo de Irmãs catequistas fundado por ele desde o ano de 1956.

Padre Augert era muito estimado por todos, em especial, por Dona Terezinha Campins Gonçalves, cujo filho Manuel dirigia a usina de fabricação de açúcar em Tanguá, a qual liderava o mercado de trabalho da localidade. Dona Terezinha, católica fervorosa e que dispunha de recursos, se empenhou na construção de uma igreja católica no lugar, com o aval do Bispo de Niterói.

Tanguá foi erigido em Paróquia, com a primeira missa solene presidida por Dom Antônio de Almeida Moraes Junior, arcebispo de Niterói, assistido com vários sacerdotes, em 6 de janeiro de 1968. O Pe Augert recebeu a incumbência da administração da Paróquia, cuja responsabilidade ele cedeu, em razão de sua idade avançada, ao 1° vigário nomeado oficialmente, Pe Delmiro Accioly Motta, sacerdote diocesano.

A padroeira da Cidade é Nossa Senhora do Amparo, e sua festa é celebrada no dia 15 de agosto.

Distritos de Tanguá[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 08 de setembro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]