Turismo na Costa Rica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A cratera do Vulcão Poás é um dos destinos mais populares dos turistas estrangeiros.
Patrimônio Mundial, a Ilha do Coco é um dos destinos naturais mais importante da Costa Rica e é candidato para as 7 Maravilhas Naturais do mundo.

O turismo na Costa Rica é um dos principais setores econômicos e de maior crescimento do país[1] e desde 1995 representa a primeira fonte de moeda estrangeira da economia.[2] [3] Desde 1999 o turismo gera para a Costa Rica maiores receitas que a exportação de banana abacaxi e café juntos,[4] históricamente os produtos tradicionais de exportação costarriquenha. O crescimento acelerado do turismo começou em 1987,[2] com o número de visitantes indo de 329.000 em 1988, para 1 milhão em 1999, até atingir 2 milhões de turistas estrangeiros em 2008, gerando uma receita de USD2,14 bilhões.[5] Em 2008 o turismo contribuiu com 7,2% do PIB do país, forneceu um 22,7% do câmbio exterior advindo das exportações de bens e serviços,[5] e em 2005 foi responsável por um 13,3% dos empregos diretos e indiretos.[6]

A principal vantagem comparativa do turismo costarriquenho é seu sistema de parques nacionais e áreas protegidas, que cobrem um 25% del território nacional,[7] que por percentual territorial é a maior do planeta,[8] [9] e que hospeda uma rica variedade de flora e fauna, que estima-se contem um 5% da biodiversidade do mundo em menos de 0,1% da terra firme do planeta.[10] [11] Alem disso, a Costa Rica tem numerosas praias no Oceano Pacífico e no Mar do Caribe, ambos litorais separados somente por uns centos de quilômetros. Os turistas também podem visitar com segurança vários vulcões localizados em parques nacionals. Ao inicio dos anos noventa, a Costa Rica chegou a ser conhecida como o principal representante ("poster child") do ecoturismo,[11] período no qual as chegadas de turistas estrangeiros alcanzou uma taxa de crescimento anual de 14% entre 1986 e 1994.[2] [12]

Características[editar | editar código-fonte]

A biodiversidade da Costa Rica é um de seus atrativos para o ecoturismo. Uma espécie notável é a rã verde de olhos vermelhos.
Interior do Teatro Nacional da Costa Rica (El Foyer).
Uma comida típica costa-riquenha é o "Gallo Pinto", servida no café da manhã.

Na classificação do Índice de Competitividade em Viagens e Turismo (TTCI pela sigla em inglês) de 2009, que mensura os fatores preponderantes à consolidação de negócios no setor turístico de cada país, a Costa Rica alcançou o 42º lugar mundial, sendo o primeiro colocado entre países da América Latina e o quarto no continente americano.[13] As vantagens competitivas da Costa Rica para desenvolver empreendimentos turísticos consolidaram-se na área de recursos humanos e naturais, nos quais o país classificou-se no lugar 31 ao nível mundial em 2009, com maior destaque para indicadores relativos a recursos naturais, onde a Costa Rica posiciona-se no sexto lugar do ranking mundial. O relatório do TTCI também aponta que as principais deficiências do setor turístico costa-riquenho estão na carência de recursos culturais (89º lugar) e principalmente na infra-estrutura do transporte terrestre (103º lugar), ainda que a densidade da malha rodoviária e boa (40º lugar)..[14]

Um 60% dos visitantes estrangeiros em 2008 foram provenientes dos países no mercado mundial que mais gastam por viagem. Nesse ano, um 46,7% dos visitantes foi proveniente de América do Norte, e um 13,9% dos países da União Europeia.[5] Em 2007 e 2008 a despesa média dos turistas estrangeieros foi de USD 1,000 por visitante, valor por visita entre os maiores da América Latina. Os cinco principais países emisores em 2008 foram os Estados Unidos (38,6%), a Nicarágua (21,8%), o Canadá (5,2%), o Panamá (3,5%), e o México (2,9%).[5] A pesquisa realizada em 2006 mostrou que os visitantes provenientes do Caribe e da América do Sul tem como principais motivos de viagem negócios e assuntos profesionais, em quanto a maioria dos visitantes americanos, canadienses e europeus visitam a Costa Rica por lazer e de férias. Para um 58% dos visitantes, a recomendação de amigos ou familiares foi o principal motivo para visitar a Costa Rica para férias. A principal reclamação ou insatisfação dos visitantes foi o má condição das estradas.[15] Os principais vinte países de origem dos turistas estrangeiros que visitaram a Costa Rica em 2008 são:

Principais países emissores de turistas para o Costa Rica em 2010 (Top 20)[16]
Posição País
de origem
Chegadas
visitantes
2010
 % Total de
chegadas
Posição País
de origen
Chegadas
visitantes
2010
 % Total de
chegadas
 Estados Unidos 830.993 39,6 11º  Reino Unido 34.745 1,7
Nicarágua 427.362 20,4 12º Honduras 34.043 1,6
 Canadá 119.654 5,7 13º  Colômbia 32.999 1,6
 Panamá 77.918 3,7 14º  Países Baixos 26.373 1,3
 México 54.662 2,6 15º  Venezuela 24.586 1,2
El Salvador 53.669 2,6 16º  Argentina 20.080 1,0
 Guatemala 48.682 2,3 17º  Itália 19.658 0,9
 Espanha 48,492 2,3 18º Suíça 14,336 0,7
 Alemanha 44.539 2,1 19º  Bélgica 13.306 0,6
10º  França 35.266 1,7 20º  Brasil 13.121 0,6
Chegadas de turistas internacionais por região de origem em 2010 (Top 4)
América do Norte 1.005.309 47,9 Europa 277.412 13,2
América Central 642.517 30,6 América do Sul 119.167 5,7

Comparação dos indicadores com destinos da América Latina[editar | editar código-fonte]

A seguir é apresentado um resumo comparativo das principais estatísticas sobre o turismo na Costa Rica com países que estão entre os destinos mais populares da América Latina e o Caribe, incluindo indicadores que refletem a importância da atividade em suas economias, assim como seu potencial ou atrativo para realizar investimentos ou desenvolver negócios no setor de viagens e turismo de cada país, refletido pelo índice de competitividade do turismo.

Países selecionados da
América Latina
Chegadas
turistas
internl.[17]
2010
(em mil)
Receitas
turismo
internl.[17]
2010
(em USD
mil)
Receita
média
por chegada
2010[17]
(USD/turista)
Chegadas
Turistas
per 1000 hab
(estimado)
2007[18] [19]
Receitas
per
capita [20]
2005
USD
Receitas
%
exportação
bens e
serviços[6]
2003
Receitas
turismo
 %
PIB[6]
2003
 % Empregos
diretos
e indiretos
no turismo[6]
2005
Classif.
Mundial
Competitiv.
Turística[21]
TTCI
2011
Valor do
Índice
TTCI[21]
2011
 Argentina 5.288 4.930 932 115 57 7,4 1,8 9,1 60 4,20
 Bahamas 1.368 2.059 1.505 4.616
6.288
74,6 34,1 68,7 n/d n/d
 Barbados 532 1.105 2.077 1.956 2.749 58,5 29,2 55,3 28 4,84
 Brasil 5.161 5.919 1.147 26 18 3,2 0,5 7,0 52 4,36
 Chile 2.766 1.636 591 151 73 5,3 1,9 6,8 57 4,27
Costa Rica 2.100 2.111 1.005 442 343 17,5 8,1 13,3 44 4,43
 Cuba 2.507 n/d n/d 188 169 n/d n/d n/d n/d n/d
 Jamaica 1.922 1.986 1.033 628 530 49,2 21,6 31,9 65 4,12
 México 22.395 11.872 530 201 103 5,7 1,6 14,2 43 4,43
 Panamá 1.317 1.676 1.273 330 211 10,6 6,3 12,9 56 4,30
 Peru 2.299 2.274 989 65 41 9,0 1,6 7,6 69 4.04
República Dominicana 4.125 4.240 1.028 408 353 36,2 18,8 19,8 72 3,99
Uruguai 2.352 1.496 636 525 145 14,2 3,6 10,7 58 4,24
  • Notas : (1) A cor sombreado verde denota o país com o melhor indicador e a cor sombreado amarelo corresponde aos indicadores da Costa Rica.

Principais atrações naturais[editar | editar código-fonte]

O ecoturismo é da maior importância para a industria turística da Costa Rica. Rio Celeste, no Parque Nacional Vulcão Tenorio, Guatuso, Alajuela.
O Vulcão Arenal é um dos destinos mais populares na Costa Rica, San Carlos, Alajuela.
Parque Nacional Manuel Antonio é um destino popular pelas suas quatro praias localizadas dentro do ambiente natural, Quepos, Puntarenas.

Parques Nacionais e Reservas Biológicas[editar | editar código-fonte]

Vulcões[editar | editar código-fonte]

Praias[editar | editar código-fonte]

Sete maravilhas naturais da Costa Rica[editar | editar código-fonte]

Elegidas como as sete maravilhas naturais do país en 2007 pelos costarriquenhos, em concurso informal e popular organizado pelo maior jornal costarriquenho,[22] estes sitios naturais estão entre os favoritos dos turistas domésticos e estrangeiros, com a exceção Ilha do Coco, devido a seu difícil acesso, já que está localizada a 550 quilômetros do litoral Pacífico da Costa Rica.

Ranking As 7 maravilhas naturais da Costa Rica (2007)
1. Ilha do Coco
Isla del coco.jpg
2. Vulcão Arenal
Costa rica arenal fortuna 2001 12.jpg
3. Cerro Chirripó
Cerro Chirripo Picture 1191 zoom in.jpg
4. Rio Celeste
Rio celeste zoom in.jpg
5. Canales de Tortuguero
Tortuguero boat trip.JPG
6. Vulcão Poás
Kids Volcán Poás Dic 2005 06.JPG
7. Reserva Monteverde
DirkvdM canopy walk.jpg

Outras atividades e destinos populares[editar | editar código-fonte]

Peça indígena pré-colombiana exibida no Museu Nacional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. José Enrique Rojas (2004-12-29). Turismo, principal motor de la economía durante el 2004 (em espanhol) La Nación. Página visitada em 2008-04-13.
  2. a b c Crist Inman (1997). Impacts on Developing Countries of Changing Production and Consumption Patterns in Developed Countries: The Case of Ecotourism in Costa Rica (em inglês) INCAE, disponível no site do International Institute for Sustainable Development. Página visitada em 2008-06-10.
  3. Mario Calderón Castillo (2005). El Turismo como Promotor del Crecimiento Económico Costarricense (em espanhol) Revista Parlamentaria Digital. Asamblea Legislativa de Costa Rica. Página visitada em 2008-06-08.
  4. Departamento de Estadísticas ICT (2006). Anuário Estadísticas de Demanda 2006 (em espanhol) Intituto Costarricense de Turismo. Página visitada em 2008-06-14.
  5. a b c d Departamento de Estadísticas ICT (2009). Anuário Estadístico 2008 (PDF) (em espanhol) Intituto Costarricense de Turismo. Página visitada em 2008-09-05.
  6. a b c d Altés, Carmen (2006). El Turismo en América Latina y el Caribe y la experiencia del BID (PDF) (em espanhol) Banco Interamericano de Desenvolvimento; Departamento de Desarrollo Sostenible, Washington, D.C.. Serie de informes técnicos ENV-149,
  7. Earth Trends (2003). Biodiversity and Protected Areas - Costa Rica (em inglês) World Resources Institute. Página visitada em 2008-06-08.
  8. Costa Rica National Parks and Reserves (em inglês) World Headquarters (2007). Página visitada em 2008-06-08.
  9. Leonardo Coutinho and Otávio Cabral (2008-05-21). O desafio da economia verde (em português) Revista Veja. Página visitada em 2008-06-08. Publicada no site "Planeta Sustentável"
  10. Leo Hickman (2007-05-26). Shades of green (em ingês) The Guardian. Página visitada em 2008-06-08.
  11. a b Honey, Martha. Ecotourism and Sustainable Development: Who Owns Paradise?. [S.l.]: Island Press; 1 edition, Washington, D.C., 1999. p. 128-181. ISBN 1-55963-582-7 Chapter 5. Costa Rica: On the Beaten Path
  12. Bruce Aylward et al. (1996). Sustainable ecotourism in Costa Rica: the Monteverde Cloud Forest Preserve (em inglês) Biodiversity and Conservation vol 5, no. 3, 315-343.
  13. Jennifer Blanke and Thea Chiesa, Editors (2009). The Travel & Tourism Competitiveness Report 2009 (PDF) (em inglés) World Economic Forum, Geneva, Switzerland. Página visitada em 2009-03-05.
  14. World Economic Forum (2008-03-04). Country/Economy Profiles: Costa Rica (em inglês) The Travel & Tourism Competitiveness Report 2009. Página visitada em 2008-03-05. Clíque no menú da tabela 2.1 para seleçionar o perfil da Costa Rica
  15. Informe de Encuestas IV Trimestre 2006. Aeropuerto Internacional Juan Santamaria Instituto Costarricense de Turismo (2006). Página visitada em 2008-06-06. 2006 Annual Survey from the Costa Rican Board of Tourism (ICT)
  16. Departamento de Estadísticas ICT (2011). Anuario Estadístico 2010 (em espanhol) Instituto Costarricense de Turismo (ICT). Página visitada em 2011-10-27.
  17. a b c UNWTO Tourism Highlights - 2011 Edition (em inglês) Organização Mundial de Turismo (Junho 2011). Página visitada em 2011-09-29.
  18. UNWTO World Tourism Barometer June 2008 (em inglês) World Tourism Organization (June 2008). Página visitada em 2008-08-08. Dados para 2007
  19. United Nations. UNData. Country profiles. Página visitada em 2008-08-08. Estimativa população para 2007 (procure os valores na ficha de cada país)
  20. Organización Mundial del Turismo (2006). Datos Tourism Market Trends, Annex 12, 2006 Edition (em inglês). Página visitada em 2008-03-30.
  21. a b Jennifer Blanke and Thea Chiesa, Editors (2011). Travel & Tourism Competitiveness Report 2011 (em inglês) World Economic Forum, Geneva, Switzerland. Página visitada em 2011-03-19.
  22. Randall Corella V. (2007-08-26). Concurso 7 maravillas naturales de Costa Rica (em espanhol) La Nación. Página visitada em 2008-06-08.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]