Whole Lotta Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Whole Lotta Love"
Pôster promocional de Whole Lotta Love e Living Loving Maid (She's Just a Woman)
Canção de Led Zeppelin
do álbum Led Zeppelin II
Lançamento 7 de novembro de 1969 (1969-11-07)
Formato(s) 7"
Gravação Maio de 1969
Gênero(s) Heavy metal, hard rock
Duração 05:33
Gravadora(s) Atlantic
Letrista(s) Jimmy Page, Robert Plant, John Paul Jones, John Bonham e Willie Dixon
Produção Jimmy Page
Faixas de Led Zeppelin II
Último
Último
"What Is and What Should Never Be"
(2)
Próximo
Próximo
"Whole Lotta Love"
Trecho da canção "Whole Lotta Love" do álbum Led Zeppelin II, do Led Zeppelin. Com um riff de base pesada e letras extraídas do blues de Willie Dixon, a canção chegou a quarta posição das paradas da Billboard.[1]

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

"Whole Lotta Love" é uma canção da banda britânica de rock Led Zeppelin gravada em maio de 1969 e lançada como faixa de abertura de seu segundo álbum de estúdio Led Zeppelin II, em 7 de novembro de 1969. Foi originalmente gravada em vários estúdios em Nova Iorque e Los Angeles durante a segunda turnê da banda pelos Estados Unidos e produzida por Jimmy Page no Olympic Studios, em Londres. Em 2004, foi classificada na 75ª posição na lista das 500 melhores canções de sempre da Revista Rolling Stone, e em março de 2005, a revista Q colocou "Whole Lotta Love" em 3º lugar na lista das "100 melhores faixas de guitarra". O riff principal da música é citado como um dos melhores e mais marcantes riffs de guitarra da história.[2]

Construção da canção[editar | editar código-fonte]

A canção é composta no formato AABA.[3] Page tocou o riff de blues solto na introdução, em uma Telecaster através de um 100W Marshall "Plexi", um amplificador principal com distorção nas válvulas de saída EL34, que se elevam ao primeiro refrão. Em seguida, a partir de 01:24 (e dura até 03:02) a música se dissolve a um free jazz interrompido com uma pausa livre envolvendo um solo de teremim e um solo de bateria e os gemidos de Robert Plant. Plant fez os vocais em uma tomada. Como o engenheiro de som Eddie Kramer explicou: "O famoso trecho de 'Whole Lotta Love', onde acontece de tudo, é o resultado que Jimmy e eu obtivemos ao experimentar absolutamente todos os botões do pequeno console de mixagem".[4] Kramer também teria dito:

Em um ponto houve sangramento através de um vocal gravado anteriormente na gravação de "Whole Lotta Love". Era a parte do meio em que Robert [Plant] grita "Wo-man. You need it". Como não podíamos voltar a gravar naquele momento, eu só toquei um eco sobre ele para ver como iria soar e Jimmy [Page] disse: 'Ótimo! Basta deixá-lo'.

O baixista do Led Zeppelin, John Paul Jones, disse que o famoso riff de Page surgiu de um improviso durante a fase em que a banda tocava "Dazed and Confused".[5] Alternativamente, um entrevistador perguntou a Page sobre a banda estar cantando uma música de Garnett Mimms, em sua turnê nos Estados Unidos. Page negou veementemente que a música tivesse sua origem no palco quando citou que já tinha o riff, e que "foi elaborado quando estávamos ensaiando algumas músicas para o segundo álbum, todo mundo estava na minha casa, e nós a chutamos a partir de lá, onde você leu isso?" Após o entrevistador responder que havia sido em um livro ele respondeu com sarcasmo: "Ah, bom. Espero que tenha sido no Rough Guide. É o mais recente, o mais impreciso. Eles estão todos incorretos, sabia?"[6]

Em uma entrevista separada, Page explicou: "Eu tinha [o riff] trabalhado já antes de entrar no estúdio. Eu tinha ensaiado. E então, todas as outras coisas, o som e as ondas e tudo isso, eu a construí no estúdio, e coloquei efeitos sobre ela e as coisas, tratamentos."[7] Para esta faixa, o guitarrista empregou técnicas de produção de eco reverso.[8]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Em 1962, Muddy Waters gravou "You Need Love", escrita para ele com seu colega Willie Dixon. Em 1966, a banda britânica Small Faces modificou e gravou a canção como "You Need Loving" para o seu álbum homônimo de estréia da Decca. Algumas das letras da versão do Led Zeppelin foram copiadas da música de Willie Dixon, uma das favoritas da Plant. Fraseado de Plant são particularmente semelhantes as de Steve Marriott na versão dos Small Faces. Semelhanças com "You Need Love" levaria a uma ação judicial contra o Led Zeppelin, em 1985, resolvida fora do tribunal a favor de Dixon.[8] Os Small Faces nunca foram processados ​​por Dixon, embora "You Need Loving" ainda credite apenas Ronnie Lane e Steve Marriott como os autores.

Robert Plant, um grande fã de blues e cantores de soul, regularmente cita outras canções, especialmente ao vivo.

Os riffs de Page são os riffs de Page. Estavam lá antes de qualquer outra coisa. Eu apenas pensei, 'Bem, o que eu vou cantar?' Era isso, um entalhe. Agora, felizmente pago. Na época, havia um monte de conversa sobre o que fazer. Foi decidido que era tão distante do tempo e influência que ... bem, você só pega quando é bem sucedido. Esse é o jogo.[9]

Sucesso nas paradas e apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

O single entrou nas paradas da Billboard Hot 100 em 22 de novembro de 1969. Ela permaneceu nas tabelas por 15 semanas, alcançando a quarta posição e tornando-se a única canção da banda no top 10 dos Estados Unidos.[10] Ao vivo, a canção estreou 26 de abril de 1969. Quando era apresentada ao vivo, "Whole Lotta Love" também ocasionalmente incluía segmentos de outras músicas do Led Zeppelin, como "I Can't Quit You Baby", "You Shook Me", "How Many More Times", "Your Time Is Gonna Come", "Good Times Bad Times", "The Lemon Song", "The Crunge", "D'yer Mak'er", "Black Dog", "Out on the Tiles" e "Ramble On". Em famosas apresentações da banda, desde meados de 1970, foi apresentada com interpolações como um medley de blues e R&B favorecidos pela banda. Muitos desses incluíam clássicos de Eddie Cochran, Elvis Presley e John Lee Hooker.[11]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Publicação País Nomeação Ano Posição
Spin Estados Unidos "100 Greatest Singles of All Time"[12] 1989 39
Rock and Roll Hall of Fame Estados Unidos "The Rock and Roll Hall of Fame's 500 Songs that Shaped Rock and Roll"[13] 1994 *
Classic Rock Reino Unido "Ten of the Best Songs Ever!.. (Bubbling under)"[14] 1999 30
VH1 Estados Unidos "The 100 Greatest Rock Songs of All Time"[15] 2009 46
Rolling Stone Estados Unidos "The 500 Greatest Songs of All Time" 2003 75
Q Reino Unido "100 Greatest Guitar Tracks Ever"[16] 2005 3
Toby Creswell Austrália "1001 Songs: the Great Songs of All Time"[17] 2005 *
Grammy Awards Estados Unidos "Grammy Hall of Fame Award"[18] 2007 *
Rolling Stone Estados Unidos "100 Greatest Guitar Songs of All Time"[19] 2008 11
VH1 Estados Unidos "VH1 Greatest Hard Rock Songs"[20] 2009 3

Formatos e listas de faixas[editar | editar código-fonte]

Notas:
(*) Retirada

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Whole Lotta Love (em inglês). RollingStone.com (09 de dezembro de 2004). Página visitada em 09 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 14 de outubro de 2007.
  2. Biamonte 2010, pp. 15.
  3. Covach 2005, pp. 74-75.
  4. Lewis 1994, pp. 13–19.
  5. Notas no encarte de Cameron Crowe para Complete Studio Recordings.
  6. Cavanaugh, David. "Jimmy Page, 'Mission Accomplished.'" Uncut. Tomada 132 (Maio de 2008): 49.
  7. Rosen, Steven. 1977 Jimmy Page Interview, Modern Guitars (originalmente publicado em julho 1977, a emissão da revista Guitar Player).
  8. a b Lewis 1994
  9. Young, Charles M.. (Junho de 1990). "Robert Plant's manic persona" (em inglês). Musician (140): 45. Página visitada em 09 de outubro de 2013.
  10. Led Zeppelin - Awards (em inglês). All Media Guide. Allmusic. Página visitada em 18 de maio de 2014.
  11. April 26, 1969 (em inglês). Led Zeppelin. Página visitada em 18 de maio de 2014.
  12. Spin: 100 Greatest Singles Of All Time (1989) (em inglês). Spin. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  13. The Rock and Roll Hall of Fame's 500 Songs that Shaped Rock and Roll (em inglês). Rock and Roll Hall of Fame. Jacobs Media. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  14. Ten of the Best Songs Ever!.. (em inglês). Classic Rock (setembro 1999). Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  15. The 100 Greatest Rock Songs of All Time (em inglês). VH1. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  16. 100 Greatest Guitar Tracks Ever (em inglês). Q. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  17. Creswell 2005, pp. 303.
  18. The Grammy Hall of Fame Award (em inglês). National Academy of Recording Arts and Sciences. Grammy Awards. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  19. Rolling Stone‘s 100 Greatest Guitar Songs Of All Time (em inglês). Rolling Stone (30 de maio de 2008). Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  20. VH1 Greatest Hard Rock Songs (em inglês). VH1. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]