Winamp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Winamp (desde dezembro de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
Winamp
Logótipo
Captura de tela
Captura de tela do Winamp 5.666, tocando a musica Wrecking Ball.
Desenvolvedor Nullsoft
Lançamento 21 de abril de 1997
Versão estável 5.666 (26 de novembro de 2013; há 52 semanas e 2 dias)
Idioma(s) 16 idiomas
Sistema operacional Windows, OS X, Android
Gênero(s) Reprodutor de mídia
Licença Proprietária; Freeware e Shareware
Estado do desenvolvimento Ativo
Tamanho 12,0 MB
Página oficial winamp.com

Winamp é um reprodutor de mídia para PCs baseados em Windows e aparelhos com Android, desenvolvido pela Nullsoft, atualmente uma subsidiária da AOL. É um programa proprietária freeware/shareware, multi-formato, expansível com plug-ins e capas, e é notório por seus recurso de visualização gráfica sonora, playlist e biblioteca de mídia.

O Winamp foi originalmente desenvolvido por Justin Frankel e Dmitry Boldyrev, e ele se tornou popular rapidamente, ao longo da tendência de desenvolvimento do compartilhamento de arquivos MP3.

Em 20 de novembro de 2013, a AOL anunciou que o Winamp.com será desativado no dia 20 de dezembro de 2013, quando o aplicativo não será mais disponibilizado para download e a empresa não oferecera suporte após esta data. No dia seguinte, um rumor apontou que a Microsoft estava conversando com a AOL sobre a aquisição da propriedade intelectual do Winamp e Shoutcast. Uma campanha online se iniciou pedindo a AOL que continue o desenvolvimento do Winamp ou que lance em código aberto. Em 6 de Janeiro de 2014, foi anunciado que a empresa belga de streaming de rádio Radionomy comprou a Nullsoft, e com ela adquiriu os direitos do Winamp e do SHOUTcast. O montante investido não foi divulgado.

História[editar | editar código-fonte]

Winamp 0.x[editar | editar código-fonte]

As primeiras versões do Winamp de testes eram somente distribuídas entre amigos, mas hoje na Internet é possível encontrar estas versões "secretas". A versão 0.2a tinha o nome WinAMP 32 (Esta versão veio em Abril de 1997) para avisar usuários do Microsoft Windows Versões 3.xx de que este programa se tratava de um somente compatível com as versões Windows 95 e Windows NT. Sem interface gráfica, seu único trabalho era decodificar o som MPEG e jogá-lo para o mixador de som do sistema. As próximas versões da série 0.x já vinham com seu próprio mixador de som, equalizador, interface, etc.

Winamp 1.x e Winamp 2.x[editar | editar código-fonte]

A primeira versão própria para uso comum batizada de Winamp (Esta primeira versão veio em Maio de 1997) foi criada para executar de forma rápida arquivos de áudio MPEG1 em suas 3 primeiras camadas, chamadas de MP1, MP2 e MP3, somente a última ficou popular por conter algoritmos com alto grau de compressão de áudio, o winamp foi o primeiro tocador de MP3 do mundo. Com o sucesso da 1ª versão, foi lançada a versão 2, chamada basicamente de Winamp 2, que tornou o programa popular (na mesma época que viu o sucesso do programa Napster), as seguidas revisões da segunda versão trouxeram evoluções como suporte a plugins e skins.

Winamp 3[editar | editar código-fonte]

A próxima grande revisão do Winamp veio com a versão Winamp3 (apresentada com o número de versão condensado ao nome como uma maneira de incluir o termo "mp3" no nome do programa, Winamp3), lançada em 9 de agosto de 2002, se tratava de uma reconstrução completa da segunda versão e baseou-se em uma arquitetura que recebeu o nome Wasabi e oferecia maior funcionalidade e flexibilidade.

Essa maior possibilidade de recursos custou parte da leveza e simplicidade que atraiu muitos usuários ao programa, além de perder alguns recursos no processo de transição e uma incompatibilidade com parte dos vários skins e plugins existentes, incluindo a criação de SHOUTcasts. Assim, muitos usuários do Winamp continuaram (ou voltaram) ao Winamp 2.

Em pouco tempo a Nullsoft voltou seus esforços para o Winamp 2, considerada por muitos como mais estável, lançando as atualizações finais nas versões 2.91 e 2.95.

Muitas pessoas indignaram-se com a empresa por não ter dado seqüência ao desenvolvimento do Winamp3, mas, alguns programadores e ex-funcionários da empresa resolveram recriá-lo, sob o nome de Wasabi.player[1] , fazendo-o um tocador de mídia igual, mas com correção de bugs, novas funções e software livre.

Winamp 5.x[editar | editar código-fonte]

Com o passar do tempo foi criada a versão 5.0 do Winamp, e logo a seguir a 5.1 que 2005 era a versão mais moderna deste. Nesta versão 5.1, além de suporte a novas formas de skins, foi implementado a função de áudio multicanal (5.1 canais). Em março de 2006, foi lançado a versão 5.2.

Winamp pulou da versão 3 direto para a versão 5. A Nullsoft explicou que o Winamp 5 tem os recursos do Winamp 3, com a simplicidade do Winamp 2, então indicou a seguinte operação artimética 3 + 2 = 5 como justificativa para o número da versão.

Características[editar | editar código-fonte]

As características a seguir são aplicaveis ao Winamp 5.0+:

  • MIDI, MOD, MP1, MP2, MP3, Ogg Vorbis, WAV, WMA, Chiptunes entre outros.
  • Suporte a videos AVI, utilizando o recurso DirectShow com seus Codecs e filtros instalados localmente; MPEG; e NSV (Nullsoft Streaming Video, de propriedade da Nullsoft).
  • Suporte a plugins diversos, como novos formatos suportados, efeitos visuais e sonoros, entre outros
  • Suporte a Skins antigos (como as do Winamp 0.x, as do Winamp 1.x, as do Winamp 2.x e as do Winamp3) e novos, com diversos recursos visuais, da versão 5.x
  • Suporte a recursos online de Streaming, tanto no padrão SHOUTcast como AOL.
  • Suporte a extração de faixas musicais contidas em CDs de áudio para MP3, AAC ou WAV. Apenas disponível na versão PRO.
  • Suporte a criação de CDs de Música. Apenas disponível na versão PRO.
  • True alpha channel (transparência)
  • Suporte a iPod (com plugin externo)
    • Arquivos suportados
669 APL far m3u MIZ MP4 nst ptm stm WAV
AAC ASF it M4A mod MPEG NSV RMI stz WMA
AIF AU itz mdz MP1 MPG OGG s3m ult WMV
AIFF AVI KAR MID MP2 mtm okt s3z VLB xm
amf CDA M2V MIDI MP3 NSA pls SND VOC xmz

Versão PRO[editar | editar código-fonte]

Quando foi lançada a versão 5.0 do Winamp, iniciou-se o conceito de versão PRO, que consiste em ser uma versão que tem mais funções do que a versão pública, ou seja, esta versão é geralmente paga e destinada a usuários que compram softwares, ao invés de baixá-los.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wasabi.player [1] acessado em 26 de abril de 2007

Ligações externas[editar | editar código-fonte]