Adalclever Ribeiro Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético (desde setembro de 2018).
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2018). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Adalclever Lopes
Deputado estadual de  Minas Gerais
Período 4º mandato: 2015-2019

3º mandato: 2011-2015

2º mandato: 2007-2011

1º mandato: 2003-2007

Dados pessoais
Nascimento 24 de novembro de 1966 (52 anos)
Belo Horizonte-MG
Partido MDB
Profissão Empresário
linkWP:PPO#Brasil

Adalclever Ribeiro Lopes (Belo Horizonte, 24 de novembro de 1966) é um empresário e político brasileiro do estado de Minas Gerais. É deputado estadual[1] desde 2003 (15ª, 16ª, 17ª e 18ª legislaturas) pelo MDB-MG, e o atual presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.[2]

Carreira Política[editar | editar código-fonte]

Adalclever Lopes iniciou-se na carreira pública como Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Governo de Minas Gerais, durante o mandato do falecido Itamar Franco (1999-2003), saindo para candidatar-se a deputado estadual em 2002.

Primeiro Mandato, 2003-2007[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira campanha para uma vaga no legislativo mineiro, Adalclever Lopes conquistou 45.726 votos[3], elegendo-se o 6º candidato do MDB-MG[4] com mais votos a assumir uma cadeira na ALMG na 15ª Legislatura (2003-2007). Logo em seu primeiro ano de mandato, Adalclever liderou os esforços para recuperar a região de Caratinga, que havia sofrido com uma severa enchente[5][6]. A participação do recém-empossado deputado estadual foi crucial no apoio às vítimas e reconstrução da cidade.

Ainda em seu primeiro mandato, Adalclever foi Presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (2003-2004)[7], Vice-presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2003)[8], Vice-presidente da Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas (2006)[9], membro titular da Comissão Especial sobre Governança Ambiental (2006-2007)[10] e coordenador da Frente Parlamentar Municipalista de Minas Gerais (2004). Também foi membro e relator parcial da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Café, em 2004[11] e Membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Mina de Capão Xavier[12]. Entre 2005 e 2007, Adalclever ainda atua como Líder da Bancada do MDB-MG na Assembleia.

Segundo Mandato, 2007-2011[editar | editar código-fonte]

Um dos parlamentares mais ativos em seu primeiro mandato, Adalclever Lopes colocou seu nome, mais uma vez, na disputa para o cargo de Deputado Estadual nas eleições de 2006. Reeleito com 49.484 votos, torna-se o 5º candidato eleito mais votado no MDB de Minas Gerais para a 16ª Legislatura da Assembleia (2007-2011)

Durante o seu segundo mandato, assume mais uma vez como Líder da Bancada do MDB na Assembleia (2007 e 2010). Também atuou como Membro Titular da Comissão de Segurança Pública (2007-2008), Membro Titular da Comissão de Saúde (2007-2008), Vice-líder da Bancada do MDB, em 2008, e Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte (2009-2010).

No meio de seu segundo mandato, no ano de 2009, Adalclever Lopes, mais uma vez, liderou os esforços da Assembleia e do Governo do Estado na recuperação das cidades atingidas pela grave enchente na região de Perdões[13], atenuando sobremaneira o sofrimento das famílias atingidas.

Terceiro Mandato, 2011-2015[editar | editar código-fonte]

Consolidado como uma importante liderança política em Minas Gerais, Adalclever Lopes se elege para seu terceiro mandato, em 2011, conquistando 53.629 votos. Na 17ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (2011-2015), Adalclever continua sua atuação defendendo o povo mineiro e fazendo frente ao Governo do Estado. Em 2011, assume como Presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2011-2014). Em 2013, assume como Membro Efetivo da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (2013-2014). Ainda em 2013, Adalclever Lopes se torna membro titular da Comissão Parlamentar de Inquérito da Telefonia (2013-2014), membro da Comissão Especial da Justiça Militar e membro titular da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar (2013-2014).

Em 2011, Adalclever Lopes liderou a frente de deputados que negociou o fim da greve da Educação[14], que durou 112 dias[15], costurando um acordo[16] entre os movimentos de representação dos profissionais da Educação e o então Governo do Estado de Minas Gerais comandado por Antonio Anastasia, que relutava em negociar com a classe. O trabalho pelo desenvolvimento da Educação e da condição dos professores e demais profissionais do setor em Minas Gerais sempre foi uma bandeira defendida pelo deputado[17].

Quarto Mandato, 2015-2019[editar | editar código-fonte]

Nas eleições estaduais de 2014, Adalclever Lopes concorreu para seu quarto mandato consecutivo como deputado estadual, elegendo-se com 58.180 votos - uma das maiores votações de um candidato a Assembleia na história de sua região. Na 18ª Legislatura (2015-2019), já reconhecido como um dos líderes naturais do parlamento mineiro, Adalclever é levado a assumir o posto de Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais em votação por unanimidade, no biênio 2015-2016[18][19]. Cargo para o qual é reeleito, também por unanimidade, para o biênio 2017-2018[20][21].

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Prêmios e medalhas[editar | editar código-fonte]

Durante sua vida pública e empresarial, Adalclever Lopes foi agraciado com as condecorações:

Grande Medalha da Inconfidência;

Ordem do Mérito Legislativo do Estado de Minas Gerais;

Grande Medalha Presidente Juscelino Kubitschek;

Medalha do Dia de Minas Gerais;

Medalha Santos Dumont;

Comenda Teófilo Otoni;

Medalha do Mérito do Ministério Público,

Colar do Mérito da Corte de Contas Ministro José Maria de Alkmin, do Tribunal de Contas;

Grande Colar do Mérito Legislativo Municipal Affonso Augusto Moreira Penna, da Câmara Municipal de Belo Horizonte;

Medalha do Mérito da Defensoria Pública do Estado;

Medalha do Mérito da Advocacia-Geral do Estado;

Medalha do Mérito Municipalista, da Associação Mineira de Municípios;

Medalha Alferes Tiradentes, da Polícia Militar de Minas Gerais;

Grau Ouro da Comenda Coronel Fulgêncio de Souza dos Santos, da União dos Militares do Estado de Minas Gerais;

Medalha Luiz Soares da Rocha da Polícia Civil do Estado;

Medalha da Ordem do Mérito Dom Pedro II, do Corpo de Bombeiros Militar;

Colar do Mérito Judiciário Militar;

Comenda Desembargador Guido de Andrade, da Amagis;

Medalha Davidson Pimenta da Rocha do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Minas Gerais;

Medalha Patrono Dr. Helvécio Arantes;

Medalha do Mérito Municipal de São Sebastião do Anta;

Comenda Ambiental da Estância Hidromineral de São Lourenço;

Troféu Tancredo Neves, do jornal Edição do Brasil.

Cidadão honorário[editar | editar código-fonte]

É também cidadão honorário dos municípios de Entre Folhas, Santa Rita de Minas, Piedade de Caratinga, Córrego Novo, São Sebastião do Anta, Caratinga, Pouso Alegre, Lavras, Pedro Leopoldo e Cachoeira de Pajeú.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Em 2015, recebeu a distinção de soldado ilustre do 12º Batalhão de Infantaria, que tem como objetivo reconhecer o desempenho de ex-soldados integrantes do batalhão que tenham se destacado no cenário regional ou no nacional.

Filiação partidária[editar | editar código-fonte]

Movimento Democrático Brasileiro (MDB-MG)

Referências

  1. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «Adalclever Lopes - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  2. «Adalclever Lopes (PMDB) é o novo presidente da Assembleia de MG». Minas Gerais. 1 de fevereiro de 2015 
  3. «Eleições 2014». Eleições 2014. Consultado em 11 de julho de 2018 
  4. «MDB-MG». pmdbmg.org.br. Consultado em 11 de julho de 2018 
  5. «Jornal da Globo - Veja as principais notícias do Brasil e do mundo no site do telejornal, com apresentação de William Waack e Cristiane Pelajo - NOTÍCIAS - Debaixo d'água». g1.globo.com. Consultado em 11 de julho de 2018 
  6. «DEFESA CIVIL/CARATINGA M.G.: Números da Enchente de 2003/Caratinga-M.G.». Consultado em 11 de julho de 2018 
  7. «2ª Reunião Extraordinária da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (15ª Legislatura) - Acervo Arquivístico - Atividades do Processo Legislativo». atom.almg.gov.br. Consultado em 11 de julho de 2018 
  8. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «Comissões Permanentes - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  9. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas - 4ª Ordinária de 07/12/2006 - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  10. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «Comissão Especial Sobre Governança Ambiental - 1ª Especial de 25/04/2006 - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  11. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «CPI do Café apura desvio e empréstimo federal em Guapé - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  12. Cidadão, Assembleia de Minas - Poder e Voz do. «Relatório da CPI da Mina Capão Xavier será analisado dia 31 - Assembleia de Minas». Assembleia de Minas. Consultado em 11 de julho de 2018 
  13. «MG: chuva causa destruição em Perdões». Terra 
  14. Gerais, Denise Motta, iG Minas (28 de setembro de 2011). «Professores estaduais de Minas suspendem greve - Educação - iG». Último Segundo 
  15. «Professores de MG decidem suspender greve e voltar ao trabalho». Minas Gerais. 27 de setembro de 2011 
  16. Minas, Estado de (29 de setembro de 2011). «Professores e deputados fazem reivindicações ao governo». Estado de Minas 
  17. «Adalclever Lopes assume compromisso com professores de pautar votação da PEC da Educação». www.minasmelhor.com.br. Consultado em 11 de julho de 2018 
  18. TEMPO, O (1 de fevereiro de 2015). «Candidato único, Adalclever Lopes (PMDB) é eleito presidente da ALMG». Política 
  19. «Adalclever Lopes (PMDB) é o novo presidente da Assembleia de MG». Minas Gerais. 1 de fevereiro de 2015 
  20. «Adalclever Lopes é reeleito presidente da Assembleia Legislativa para o biênio 2017/2018». Home. Consultado em 11 de julho de 2018 
  21. Minas, Estado de (1 de dezembro de 2016). «Adalclever Lopes é reeleito presidente da Assembleia de Minas». Estado de Minas