After Hours (álbum de The Weeknd)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
After Hours
Capa da edição padrão, a edição deluxe apresenta a mesma imagem com uma sobreposição vermelha.[1]
Álbum de estúdio de The Weeknd
Lançamento 20 de março de 2020 (2020-03-20)
Gravação 2018–2020
Estúdio(s) Jungle City (Nova Iorque, EUA)
MXM (Los Angeles, EUA)
Noble Street (Toronto, Canadá)
XO (Hidden Hills, EUA)[2]
Gênero(s)
Duração 56:14
Idioma(s) inglês
Gravadora(s)
Produção
Cronologia de The Weeknd
The Weeknd in Japan
(2018)
Singles de After Hours
  1. "Heartless"
    Lançamento: 27 de novembro de 2019 (2019-11-27)
  2. "Blinding Lights"
    Lançamento: 29 de novembro de 2019 (2019-11-29)
  3. "In Your Eyes"
    Lançamento: 24 de março de 2020 (2020-03-24)

After Hours é o quarto álbum de estúdio do cantor canadense The Weeknd, lançado em 20 de março de 2020, através das gravadoras XO e Republic. Este é o primeiro álbum de estúdio de The Weeknd desde Starboy, de 2016, que foi seguido pelo EP My Dear Melancholy,, em 2018. O álbum é dedicado a um fã, que faleceu pouco antes do lançamento do álbum. A edição padrão do álbum não conta com a participação de outros artistas, enquanto a edição deluxe conta com faixas remixadas, com participações de Chromatics e Lil Uzi Vert, além de produção adicional de The Blaze, Johnny Jewel e OPN. A edição deluxe de After Hours foi posteriormente atualizada para incluir três novas faixas bônus.

A arte e a estética do material promocional do álbum foram descritas como psicodélicas e tendo sido inspiradas em vários filmes, tais como: Fear and Loathing in Las Vegas (1998), Joker (2019), Casino (1995), e Uncut Gems (2019), com este último contando com uma participação do próprio The Weeknd. O projeto já gerou três singles: "Heartless", "Blinding Lights", e "In Your Eyes". Também foi lançado um single promocional, a faixa-título do álbum.

After Hours foi recebido com ampla aclamação e estreou no topo da parada norte-americana Billboard 200, com 444.000 unidades equivalentes a álbuns, 275.000 das quais em vendas puras. Este é o quarto álbum número um de The Weeknd, e marca as maiores vendas de primeira semana de um álbum em 2020. O álbum recebeu ampla aclamação, com alguns críticos o considerando o melhor álbum de The Weeknd.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

No final de 2018, numa apresentação feita em sua cidade natal, Toronto, Canadá, The Weeknd disse que estava trabalhando em seu novo álbum de estúdio, dizendo ao público que "Chapter VI estava chegando em breve".[4] Em 12 de janeiro de 2019, Tesfaye comentou mais sobre o projeto e seu som no Twitter dizendo: "chega de música diurna" para os fãs, fazendo com que os meios de comunicação acreditassem que ele continuaria com a música mais sombria encontrada em My Dear Melancholy, (2018).[5] Após um trio de singles colaborativos ao longo de 2019, em 6 de agosto, ele novamente afirmou aos fãs que estava trabalhando em seu quarto álbum de estúdio.[6]

Após um período de cinco meses de silêncio,[7][8] em 24 de novembro, o single "Blinding Lights" foi revelado através de um comercial televisivo da Mercedes-Benz,[9] com relatos de "Heartless" surgindo um dia depois.[10][11] Esta última canção estreou no sétimo episódio do programa de The Weeknd Memento Mori, da rádio Beats 1, em 27 de novembro de 2019.[12] Nas horas que antecederam o lançamento do episódio do programa de rádio, The Weeknd anunciou nas redes sociais seu retorno à música com as legendas "o outono começa amanhã à noite" e "Hoje à noite começamos um novo capítulo psicótico de derreter o cérebro! Vamos lá!".[13]

Em 13 de fevereiro de 2020, The Weeknd revelou o título do projeto, After Hours, através de um teaser de 48 segundos.[14][15] Alguns dias após o anúncio do nome do álbum, sua data de lançamento, 20 de março de 2020, foi compartilhada através das mídias sociais, para acompanhar o lançamento da faixa-título como single promocional.[16][17] Na última semana que antecedeu o lançamento do álbum, a lista de faixas de After Hours foi revelada, em 17 de março de 2020.[18] Em 19 de março de 2020, The Weeknd anunciou que o álbum é dedicado ao fã de longa data e apresentador do popular podcast The XO Podcast, Lance, que morrera na noite anterior.[19] O álbum estreou junto do oitavo episódio de Memento Mori, em 20 de março de 2020, com The Weeknd também apresentando uma sessão de escuta no Spotify após o seu lançamento.[20][21] Uma edição deluxe do álbum, contendo cinco remixes, foi lançada sem aviso prévio em 23 de março de 2020.[22] Em 30 de março de 2020, no aniversário de dois anos de My Dear Melancholy, uma versão atualizada da edição deluxe contendo três novas faixas bônus foi lançada.[23]

Arte e estética[editar | editar código-fonte]

A arte e a estética do material promocional do álbum foram descritas como psicodélicas e tendo sido inspiradas em vários filmes, tais como: Fear and Loathing in Las Vegas (1998), Joker (2019), Casino (1995), e Uncut Gems (2019), com este último contando com uma participação do próprio The Weeknd.[24] A aparência física de Tesfaye, nessa era, foi descrita pelos jornalistas como sendo de pigmentação vermelha,[25] com ele constantemente usando um terno vermelho e um penteado específico em todo o material promocional do álbum, como a arte, os videoclipes, os teasers, e apresentações ao vivo.[26] A direção de arte geral do álbum foi administrada principalmente pelos irmãos Tammi,[27] com seu design sendo feito por Aleksi Tammi,[27] e sua fotografia e direção visual sendo gerenciadas por Anton Tammi, que dirigiu os videoclipes dos singles do álbum, e o auto-intitulado curta-metragem do projeto.[28] A direção criativa do álbum foi conduzida por La Mar C. Taylor.[29]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Turnê[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The After Hours Tour

The After Hours Tour, turnê em divulgação ao disco, foi anunciada por The Weeknd em suas redes sociais em 20 de fevereiro de 2020.[30] Com 57 datas espalhadas por arenas na América do Norte e na Europa,[31] a turnê começará em 11 de junho de 2020 em Vancouver, Canadá, e terminará em 12 de novembro em Paris, França,[32] tendo Sabrina Claudio, Don Toliver e Black Atlass como atos de abertura.[33]

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Em 5 de dezembro de 2019, The Weeknd cantou "Heartless" pela primeira vez no talk show The Late Show with Stephen Colbert.[34] Com "Blinding Lights" recebendo sua estréia ao vivo no dia seguinte no mesmo programa.[35] Ambas as apresentações receberam reações positivas da crítica e do público, e foram comparadas com as feitas por Michael Jackson e Prince no passado.[36] Em 22 de janeiro de 2020, "Blinding Lights" foi apresentada no programa Jimmy Kimmel Live!.[37] A apresentação foi inspirada nos eventos que ocorrem no videoclipe do single, lançado pouco antes de sua apresentação ao vivo. The Weeknd foi anunciado como convidado do episódio de 7 de março de 2020 da 45ª temporada do programa Saturday Night Live.[38] Durante sua participação, ele apresentou um quadro cômico com os comediantes Kenan Thompson e Chris Redd, feito especificamente para o programa, intitulado "On the Couch", e cantou as canções "Blinding Lights", e a inédita "Scared to Live", que interpola "Your Song", de Elton John, com o músico eletrônico Oneohtrix Point Never.[39]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Heartless" foi lançada como single inicial do álbum em 27 de novembro de 2019.[40][41] A canção atingiu o topo da Billboard Hot 100, tornando-se a quarta liderança do cantor na parada,[42] e da componente Rhythmic Songs, onde sagrou-se como o seu décimo número um.[43] Lançado em 2 de dezembro, seu vídeo musical foi dirigido por Anton Tammi; inspirado pelo filme Fear and Loathing in Las Vegas, apresenta The Weeknd e o produtor Metro Boomin explorando casinos e festas na cidade de Las Vegas, até que ele se alucina após lamber um sapo e foge do lugar.[44]

"Blinding Lights" foi lançada como o segundo single dois dias depois, em 29 de novembro.[41] Comercialmente, liderou as tabelas musicais em mais de dez países, sendo a primeira do cantor a atingir a primeira posição na Alemanha, Austrália e Reino Unido.[45] O vídeo correspondente, contendo influências dos filmes Joker e Casino,[46] e também dirigido por Tammi, dá continuidade à trama de "Heartless", e nele, o cantor foge após ser agredido por dois homens num bar.[47]

"In Your Eyes" foi lançada em 24 de março de 2020, como o terceiro single do álbum.[48] Seu videoclipe segue a história dos vídeos lançados anteriormente, e foi lançado em 23 de março de 2020.[49]

Singles promocionais e outras canções[editar | editar código-fonte]

Em 18 de fevereiro de 2020, Tesfaye anunciou o lançamento da faixa-título do álbum junto com a revelação da capa do álbum.[50] O single promocional alcançou o top 20 de vários países do mundo, incluindo os Estados Unidos, onde alcançou o número 20 na parada Billboard Hot 100.[51]

Em 7 de abril de 2020, foi lançado um videoclipe para a faixa de encerramento do álbum, "Until I Bleed Out".[52] O visual da canção continua com os temas encontrados em todo o material promocional do álbum.[53]

Teaser e curta-metragem[editar | editar código-fonte]

Em 13 de fevereiro de 2020, The Weeknd lançou um teaser de 48 segundos que anunciou o título do álbum. Os jornalistas notaram sua semelhança com o trabalho digital realizado no filme de 2019 Uncut Gems, no qual Tesfaye teve uma participação.[54] Seu visual também foi comparado àqueles encontrados nos videoclipes dos dois primeiros singles do álbum.[55]

Em 3 de março de 2020 foi lançado um teaser de um auto-intitulado curta-metragem do álbum, com seu lançamento ocorrendo em 4 de março de 2020.[56][57] O vídeo foi dirigido por Anton Tammi e continua a história e a estética encontradas nos videoclipes de "Heartless" e "Blinding Lights".[58] O filme se passa logo após a apresentação de "Blinding Lights" feita por The Weeknd no programa Jimmy Kimmel Live! (datada de 22 de janeiro de 2020), e apresenta vários trechos das faixas do álbum enquanto Tesfaye passeia por um metrô.[58] Ele termina com The Weeknd aparentemente matando um casal em um elevador isolado.[59] Diversos jornalistas observaram que o visual do filme parece ter sido inspirado nos filmes Joker (2019) e The Shining (1980).[57]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic (83/100)[60]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[61]
Consequence of Sound (A–)[62]
Evening Standard 3 de 5 estrelas.[63]
Exclaim! (8/10)[64]
NME 4 de 5 estrelas.[65]
Pitchfork (7.9/10)[3]
PopMatters (8/10)[66]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.[67]
The Guardian 4 de 5 estrelas.[68]
The Independent 4 de 5 estrelas.[69]

After Hours foi recebido com ampla aclamação crítica. No Metacritic, o álbum recebeu uma pontuação média de 83, com base em 17 críticas.[60] O agregador AnyDecentMusic? deu 7,7 de 10, com base em uma avaliação do consenso crítico.[70]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Apesar de o álbum ainda não ter sido lançado durante o período de rastreamento que terminou em 27 de fevereiro de 2020, After Hours chegou à posição de número dez na parada norte-americana Rolling Stone Top 200, através das 36.000 unidades equivalentes a álbuns.[71] Em 19 de março de 2020, After Hours quebrou o recorde de pré-adições globais para um álbum na história da Apple Music, com mais de 1,02 milhões de usuários pré-adicionando o álbum às suas bibliotecas.[29]

After Hours estreou no topo da parada norte-americana Billboard 200, com 444.000 unidades equivalentes a álbuns, incluindo 275.000 de vendas puras. Este é o quarto álbum número um de The Weeknd, e marca as maiores vendas de primeira semana de um álbum em 2020.[72] Além disso, após a primeira semana de disponibilidade do álbum, todas as 14 canções entraram na parada na norte-americana Billboard Hot 100, com dez delas chegando ao top 40, lideradas por "Blinding Lights" na 1ª posição, e "In Your Eyes" com a estreia mais alta, na 16ª posição.[73]

O álbum estreou como número um na parada britânica UK Albums Chart, tornando-se o segundo álbum número um de The Weeknd na parada, cinco anos depois de Beauty Behind the Madness.[74]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte do CD.[27]

After Hours – edição padrão
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Alone Again"   4:10
2. "Too Late"  
3:59
3. "Hardest to Love"  
3:31
4. "Scared to Live"  
  • Martin
  • Holter
  • The Weeknd
3:11
5. "Snowchild"  
  • Tesfaye
  • Quenneville
  • Balshe
  • Montagnese
  • Illangelo
  • The Weeknd
  • DaHeala
4:07
6. "Escape from LA"  
5:55
7. "Heartless"  Abel Tesfaye, Leland Wayne, Andre Proctor, Carlo MontagneseMetro Boomin, The Weeknd, Illangelo, Dre Moon[a] 3:21
8. "Faith"   
  • Metro Boomin
  • The Weeknd
  • Illangelo
 
9. "Blinding Lights"  Tesfaye, Ahmad Balshe, Jason Quenneville, Max Martin, Oscar HolterMartin, Holter, The Weeknd 3:21
10. "In Your Eyes"  
  • Tesfaye
  • Balshe
  • Sandberg
  • Holter
  • Martin
  • Holter
  • The Weeknd
3:57
11. "Save Your Tears"  
  • Tesfaye
  • Balshe
  • Quenneville
  • Sandberg
  • Holter
  • Martin
  • Holter
  • The Weeknd
3:35
12. "Repeat After Me" (interlude)
3:15
13. "After Hours"  Tesfaye, Balshe, Montagnesse, Quenneville, Mario WinansThe Weeknd, Illangelo, DaHeala, Winans[B] 6:01
14. "Until I Bleed Out"  
  • Tesfaye
  • Wayne
  • Lopatin
  • Mejdi Rhars
  • Notinbed
  • Metro Boomin
  • Oneohtrix Point Never
  • Prince 85
  • The Weeknd
  • Notinbed
3:10
Duração total:
56:14
Notas
  • ↑a - denota co-produtores
  • ↑b - denota produtores adicionais
  • "Scared to Live" contém interpolações de "Your Song", escrita por Elton John e Bernie Taupin, e interpretada por John.
  • A edição deluxe do álbum foi lançada inicialmente em 23 de março de 2020, contendo os remixes como faixas bônus. Em 30 de março, o lançamento foi atualizado para incluir três novas faixas bônus antes dos remixes. Em 3 de abril, os remixes deverão ser lançados como um EP separado, com a edição deluxe do álbum terminando com a canção "Final Lullaby".[76]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte do CD.[27]

Músicos

  • Metro Boomin – teclado (faixa 7), programação (faixa 7)
  • The Weeknd – vocais, teclado, programação (faixas 1, 2, 3, 7, 9, 13), baixo, guitarra, bateria (faixa 9)
  • Max Martin – baixo, bateria, guitarra, teclado, programação (faixas 3, 9)
  • Oscar Holter – baixo, bateria, guitarra, teclado, programação (faixas 3, 9)
  • Illangelo – teclado, programação (faixas 1, 2, 13)
  • DaHeala – teclado, programação (faixas 1, 2, 13)
  • Frank Dukes – teclado, programação (faixas 1, 13)
  • Ricky Reed – teclado, programação (faixa 2)
  • Nate Mercereau – teclado, programação (faixa 2)

Técnicos

  • Illangelo – engenharia, mixagem (faixas 1, 2, 7, 13)
  • Shin Kamiyama – engenharia (faixas 1, 2, 3, 7, 9, 13)
  • Ethan Shumaker – engenharia (faixa 2)
  • Serban Ghenea – mixagem (faixas 3, 9)
  • John Hanes – engenheiro de mixagem (faixas 3, 9)
  • Cory Bice – assistente de engenharia (faixas 3, 9)
  • Jeremy Lertola – assistente de engenharia (faixas 3, 9)
  • Sean Klein – assistente de engenharia (faixa 9)
  • Dave Kutch – masterização (faixas 1–14)
  • Kevin Peterson – masterização (faixas 1–14)

Referências

  1. Madison Bloom (23 de março de 2020). «Chromatics, Lil Uzi Vert, Oneohtrix, and More Remix the Weeknd: Listen». Pitchfork (em inglês). Condé Nast. Consultado em 25 de março de 2020 
  2. «ALL - T H E W E E K N D S H O P». The Weeknd Shop (em inglês). Consultado em 21 de março de 2020 
  3. a b c d Isabelia Herrera (24 de março de 2020). «The Weeknd - After Hours». Pitchfork (em inglês). Condé Nast. Consultado em 3 de abril de 2020 
  4. Charlotte Krol (27 de novembro de 2018). «The Weeknd teases 'Chapter VI' album, shares new artwork». NME (em inglês). IPC Media. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  5. Devin Ch (13 de janeiro de 2019). «The Weeknd Says New Album Will Be Less Pop-Friendly: "No More Daytime Music"». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  6. Tom Skinner (7 de agosto de 2019). «Is The Weeknd's new album finally on its way?». NME (em inglês). Bandlab Technologies. Consultado em 25 de março de 2020 
  7. Aron A. (20 de novembro de 2019). «The Weeknd Returns To Instagram & Fans Are Convinced "Chapter VI" Is Coming». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  8. Samantha Schnurr (20 de novembro de 2019). «The Weeknd Returns to Instagram With a "Loading" Message». E! News (em inglês). E!. Consultado em 25 de março de 2020 
  9. «The Weeknd to Release New Single 'Blinding Lights' on Black Friday». Rap-Up (em inglês). 24 de novembro de 2019. Consultado em 25 de março de 2020 
  10. «The Weeknd Teases New Music». Rap-Up (em inglês). 25 de novembro de 2019. Consultado em 25 de março de 2020 
  11. Alex Hudson (25 de novembro de 2019). «The Weeknd Hints at New Music Arriving This Week». Exclaim! (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  12. Joshua Espinoza (27 de novembro de 2019). «Stream The Weeknd's 'Memento Mori' Episode 7 on Beats 1 Radio (Update)». Complex (em inglês). Complex Media Inc. Consultado em 25 de março de 2020 
  13. Akaash (26 de novembro de 2019). «The Weeknd to Release 2 New Singles 'Blinding Lights' & "Heartless" This Week». HipHop-N-More (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  14. Madeline Roth (13 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Announces New Album After Hours with an Ominous Teaser». MTV News (em inglês). MTV. Consultado em 25 de março de 2020 
  15. Noah Yoo (13 de março de 2020). «The Weeknd Announces New Album After Hours». Pitchfork (em inglês). Condé Nast. Consultado em 25 de março de 2020 
  16. Allison Hussey (19 de março de 2020). «The Weeknd Details New Album, Shares New Song "After Hours": Listen». Pitchfork (em inglês). Condé Nast. Consultado em 25 de março de 2020 
  17. Aaron Williams (13 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Reveals The Title Of His New Album With A Surreal Teaser Video». Uppoxx (em inglês). Warner Music Group. Consultado em 25 de março de 2020 
  18. Shawn Grant (18 de março de 2020). «The Weeknd Reveals the Tracklist for 'After Hours' Album». The Source (em inglês). The NorthStar Group. Consultado em 25 de março de 2020 
  19. «The Weeknd Dedicates New Album 'After Hours' To Fan Who Died». Rap-Up (em inglês). 19 de março de 2020. Consultado em 25 de março de 2020 
  20. Aron A. (13 de março de 2020). «The Weeknd Debuting "After Hours" On "Memento Mori" Next Week». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  21. Torsten Ingvaldsen (19 de março de 2020). «The Weeknd Is Hosting an 'After Hours' Listening Session on Spotify». Hypebeast (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  22. Rap Mais (23 de março de 2020). «The Weeknd surpreende fãs com edição deluxe do álbum "After Hours"». Rap Mais (em bretão). Consultado em 25 de março de 2020 
  23. Madison Bloom (30 de março de 2020). «The Weeknd Shares Three New Songs: Listen». Pitchfork (em inglês). Condé Nast. Consultado em 30 de março de 2020 
  24. Trey Alston (21 de janeiro de 2020). «The Weeknd Channels His Inner Joker in Mind-Frying 'Blinding Lights' Video». MTV News (em inglês). MTV. Consultado em 25 de março de 2020 
  25. Caitlin Kelley (15 de fevereiro de 2020). «Here's Everything We Know About The Weeknd's New Album 'After Hours'». Genius (em inglês). Genius Media Group Inc. Consultado em 25 de março de 2020 
  26. Charles Holmes (13 de fevereiro de 2020). «The Weeknd and His Mustache Announce New Album». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 25 de março de 2020 
  27. a b c d (2020) Créditos do álbum After Hours por The Weeknd [CD]. XO e Republic Records (81839-4).
  28. Christopher Weston (22 de janeiro de 2020). «Who is Anton Tammi? Director behind The Weeknd's 'Blinding Lights' music video». HITC Culture (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  29. a b Tim Ingham (20 de março de 2020). «Confirmed: The Weeknd's After Hours surpassed a million pre-adds on Apple Music ahead of release». Music Business Worldwide (em inglês). Consultado em 25 de março de 2020 
  30. Joe Price (20 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Reveals After Hours Tour Schedule Featuring Don Toliver and More». Complex (em inglês). Complex Media. Consultado em 20 de fevereiro de 2020 
  31. Gideon Gottfried (20 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Announces 'The After Hours' World Tour». Pollstar (em inglês). Oak View Group. Consultado em 26 de março de 2020 
  32. Alex Nelson (20 de fevereiro de 2020). «The Weeknd After Hours tour 2020: dates, set-list, pre-sale details and how to get tickets for the Glasgow concert». Edinburgh Evening News (em inglês). JPIMedia. Consultado em 26 de março de 2020 
  33. Patrick Johnson (20 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Announces New 'After Hours' Tour With Special Guests». Hypebeast (em inglês). Consultado em 26 de março de 2020 
  34. Emily Zemler (6 de dezembro de 2020). «Watch the Weeknd Perform Recent Single 'Heartless' on 'Colbert'». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 26 de março de 2020 
  35. Daniel Kreps (29 de novembro de 2019). «The Weeknd Releases Full Version of New Song 'Blinding Lights'». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 26 de março de 2020 
  36. LaTesha Harris (6 de dezembro de 2019). «Watch The Weeknd Perform 'Heartless' on 'The Late Show With Stephen Colbert'». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  37. Michael Saponara (21 de janeiro de 2020). «The Weeknd Gets Reckless in Sin City for Twisted 'Blinding Lights' Video». Billboard (em inglês). Billboard-Hollywood Media Group. Consultado em 26 de março de 2020 
  38. Lake Schatz (6 de fevereiro de 2020). «David Byrne and The Weeknd to perform on Saturday Night Live». Consequence of Sound (em inglês). Consequence Holdings, LLC. Consultado em 26 de março de 2020 
  39. Alex Young (8 de março de 2020). «The Weeknd Debuts New Song, Appears in Sketch on SNL: Watch». Consequence of Sound (em inglês). Consultado em 26 de março de 2020 
  40. Jem Asward (26 de novembro de 2019). «The Weeknd Drops New Single, 'Heartless' (Listen)». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  41. a b Daniel Kreps (29 de novembro de 2019). «The Weeknd Releases Full Version of New Song 'Blinding Lights'». Rolling Stone (em inglês). Wenner Media LLC. Consultado em 29 de novembro de 2019 
  42. Gary Trust (9 de dezembro de 2019). «The Weeknd's 'Heartless' Hits No. 1 on Hot 100, Mariah Carey's 'All I Want for Christmas Is You' Returns to No. 3 High». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 9 de dezembro de 2019 
  43. Trevor Anderson (5 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Passes Beyoncé & Jay-Z With New Rhythmic Songs No. 1». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  44. Evan Minskey; Noah Yoo (3 de dezembro de 2019). «Watch the Weeknd's New "Heartless" Video» (em inglês). Pitchfork. Consultado em 16 de fevereiro de 2020 
  45. Helen Ainsley (7 de fevereiro de 2020). «The Weeknd The Weeknd lands his first UK Number 1 single with Blinding Lights» (em inglês). UK Singles Chart. The Official Charts Company. Consultado em 7 de fevereiro de 2020 
  46. Alston Trey (21 de janeiro de 2020). «The Weeknd Channels His Inner Joker In Mind-Frying 'Blinding Lights' Video» (em inglês). MTV. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  47. Edwin Ortiz (21 de janeiro de 2020). «Watch The Weeknd's "Blinding Lights" Video». Complex (em inglês). Complex Media. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  48. «Top 40 Rhythmic Future Releases». All Access (em inglês). 20 de março de 2020. Consultado em 23 de março de 2020 
  49. Ruan Fellipe (23 de março de 2020). «The Weeknd lança três músicas bônus». RapMais. Consultado em 26 de março de 2020 
  50. Lars Brandle (19 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Sets 'After Hours' Release Date, Shares Dark Title Track: Listen». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 26 de março de 2020 
  51. Gary Trust (2 de março de 2020). «BTS Sets New Career Best on Hot 100 as 'On' Blasts in at No. 4; Roddy Ricch's 'The Box' Rules For Eighth Week». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 26 de março de 2020 
  52. Trace William Cowen (7 de abril de 2020). «The Weeknd Drops "Until I Bleed Out" Video». Complex (em inglês). Complex Media Inc. Consultado em 7 de abril de 2020 
  53. Brock Thiessen (7 de abril de 2020). «The Weeknd Continues His Video Saga with "Until I Bleed Out"». Exclaim! (em inglês). 1059434 Ontario Inc. Consultado em 7 de abril de 2020 
  54. Jem Aswad (13 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Drops Teaser for New Album, 'After Hours' (Watch)». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 27 de março de 2020 
  55. Mackenzie Cummings-Grady (13 de fevereiro de 2020). «The Weeknd Dramatically Announces His New Album». popdust.com (em inglês). Consultado em 27 de março de 2020 
  56. Lynn S. (4 de março de 2020). «The Weeknd Teases "After Hours" Short Film Dropping Today». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 27 de março de 2020 
  57. a b Alex Zidel (4 de março de 2020). «The Weeknd Releases "After Hours" Short Film». HotNewHipHop (em inglês). Consultado em 27 de março de 2020 
  58. a b Jem Aswad (4 de março de 2020). «Watch The Weeknd's Disturbing Short Film for 'After Hours'». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 27 de março de 2020 
  59. Gil Kaufman (4 de março de 2020). «Watch The Weeknd Take a Trip to The Dark Side in 'After Hours' Short Film». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 27 de março de 2020 
  60. a b «After Hours by The Weeknd». Metacritic (em inglês). CBS Interactive. 20 de março de 2020. Consultado em 3 de abril de 2020 
  61. Andy Kellman. «The Weeknd - After Hours». Allmusic (em inglês). RhythmOne. Consultado em 3 de abril de 2020 
  62. Candace McDuffie (24 de março de 2020). «The Weeknd Picks up the Pieces on the Sonically Fearless After Hours». Consequence of Sound (em inglês). Consequence Holdings, LLC. Consultado em 3 de abril de 2020 
  63. David Smyth (20 de março de 2020). «The Weeknd - After Hours review: Shadowy escapism for the great lock-in». Evening Standard (em inglês). Consultado em 3 de abril de 2020 
  64. Jacob Carey (22 de março de 2020). «The Weeknd - After Hours». Exclaim! (em inglês). 1059434 Ontario Inc. Consultado em 3 de abril de 2020 
  65. Luke Morgan Britton (20 de março de 2020). «The Weeknd – 'After Hours' review: his most all-encompassing record to date is also an existential quandary». NME (em inglês). Bandlab Technologies. Consultado em 3 de abril de 2020 
  66. Hans Kim (26 de março de 2020). «The Weeknd's 'After Hours' Sets Cinematic Vignettes of Hollywood and Las Vegas Nights». PopMatters (em inglês). Consultado em 3 de abril de 2020 
  67. Jon Dolan (23 de março de 2020). «The Weeknd Is Alone Again, Naturally, on 'After Hours'». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 3 de abril de 2020 
  68. Michael Cragg (20 de março de 2020). «The Weeknd: After Hours review – agile blend of usual sex and self-hate». The Guardian (em inglês). Guardian Media Group. Consultado em 3 de abril de 2020 
  69. Roisin O'Connor (20 de março de 2020). «The Weeknd – After Hours review: Music for when the party's over». The Independent (em inglês). Independent Digital News & Media Ltd. Consultado em 3 de abril de 2020 
  70. «The Weeknd - After Hours». AnyDecentMusic? (em inglês). Palmer Watson. Consultado em 3 de abril de 2020 
  71. «Top 200 Albums». Rolling Stone (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 27 de março de 2020 
  72. Keith Caulfield (29 de março de 2020). «The Weeknd's 'After Hours' Debuts at No. 1 on Billboard 200 Chart With Biggest Week of 2020». Billboard (em inglês). Billboard-Hollywood Media Group. Consultado em 2 de abril de 2020 
  73. Xander Zellner (30 de março de 2020). «Every Song From The Weeknd's 'After Hours' Is on the Hot 100». Billboard (em inglês). Billboard-Hollywood Media Group. Consultado em 2 de abril de 2020 
  74. Helen Ainsley (27 de março de 2020). «The Weeknd scores second UK Number 1 album with After Hours». Official Charts (em inglês). Consultado em 27 de março de 2020 
  75. «After Hours (Deluxe) by The Weeknd». Apple Music (em inglês). Apple. 30 de março de 2020. Consultado em 30 de março de 2020 
  76. The Weeknd (30 de março de 2020). «just a heads up, deluxe will end with final lullaby. putting remixes on a separate ep. it'll be updated friday. xo». Twitter (em inglês). Consultado em 30 de março de 2020