Bouygues

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bouygues
Razão social Bouygues S.A
Atividade Engenharia Civil, mercado imobiliário, Comunicação Social, serviços de telecomunicações
Fundação 1952 (67 anos), 66 anos atràs
Fundador(es) Francis Bouygues
Sede Paris,  França
Área(s) servida(s) Mundo
Empregados 115,530 (2017)[1]
Subsidiárias Bouygues Construction, Bouygues Immobilier, Grupo Colas, TF1, Bouygues Telecom
Lucro Aumento €1,100.3 milhões (2017) [2]
Faturamento Aumento €32,904. mil milhões (2017) [3]
Renda líquida Aumento €1,085.3 milhões (2017) [4]
Website oficial www.bouygues.com


Bouygues S.A. (pronunciação em Francês: ​[buigue]) é um grupo industrial com sede no 8º Arrondissement de Paris, em França. O Grupo Bouygues está cotado na bolsa de valores Euronext Paris e é uma empresa blue chip no índice bolsista CAC 40. A empresa foi fundada em 1952 por Francis Bouygues e é gerida pelo seu filho, Martin Bouygues, desde 1989. Em 2017, contava com mais de 115.530 funcionários em 90 países, gerando um volume de negócios de 32.9 mil milhões de euros. O Grupo é especializado em construção (Grupo Colas e Bouygues Construction), desenvolvimento imobiliário (Bouygues Immobilier), indústria dos média (Grupo TF1) e telecomunicações (Bouygues Telecom).

História[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada por Francis Bouygues em 1952.[5] Em 1970, Bouygues passou a ser cotada na Bolsa de Paris. Em 1985 e 1986, Bouygues adquiriu os grupos de construção rodoviária Screg, Sacer e Colas, cuja fusão deu origem ao Grupo Colas. Em 1987, a empresa começou a operar o canal de televisão TF1 e em 1988 Bouygues mudou-se para a sua nova sede, o complexo Challenger, em Saint-Quentin-em-Yvelines. Em 1996, a empresa lançou a Bouygues Telecom e em 2006 a empresa adquiriu 23,26% da Alstom. Em 2014, na consequência da venda das atividades de energia da Alstom à General Electric, Bouygues concedeu ao governo francês a opção de compra de um máximo de 20% da Alstom[6], atualmente pertencente ao Grupo.

Estrutura empresarial[editar | editar código-fonte]

Serviços de telecomunicações/indústria dos média e novas empresas de construção (construção, estradas, edifícios, etc.)

Construção

  • Bouygues Construction (participação de 100%): construção, obras públicas, energia e serviços, com presença em 80 países em todo o mundo.
  • Grupo Colas (participação de 96,6%): obras rodoviárias, construção, ferrovias e manutenção.
  • Bouygues Immobilier (participação de 100%): mercado imobiliário residencial, corporativo, comercial e hoteleiro, desenvolvimento urbano e desenvolvimento de propriedade.

Telecomunicações - indústria dos média

  • Bouygues Telecom (participação de 90,5%): operadora de telecomunicações móvel e fixa.
  • Grupo TF1 (participação de 43,8%): grupo de média; com TF1 e 9 outros canais de TV.

Transportes

  • Alstom (participação de 28%): transporte de passageiros, sinalização e locomotivas.

Gestão empresarial[editar | editar código-fonte]

  • Martin Bouygues, presidente e diretor executivo (CEO)

Administração Geral

  • Olivier Bouygues, vice-presidente
  • Philippe Marien, vice-presidente
  • Olivier Roussat, vice-presidente
  • Arnauld Van Eeckhout, conselheiro geral
  • Pierre Auberger, diretor de Comunicação Corporativa

Administração de Subsdiárias

  • Philippe Bonnave, presidente e CEO da Bouygues Construction
  • François Bertière, presidente e CEO da Bouygues Immobilier
  • Hervé Le Bouc, presidente e CEO da Colas
  • Gilles Pélisson, presidente e CEO da TF1
  • Olivier Roussat, presidente e CEO da Bouygues Telecom

Dados financeiros[editar | editar código-fonte]

Dados financeiros em milhões de euros
Ano 2001 (NF) 2002 2003 2004 (IFRS) 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017
Faturação 25 646 22 247 21 822 20 815 23 983 26 408 29 588 32 713 31 353 31 225 32 706 33 547 33 345 33 138 32 428 31 768 32 904
EBITDA 1 680 2 260 2 415 2 690 3 505 3 279 3 601 3 827 3 616 3 330 3 242 2 822 1 133 2 411 2 757 2 968
Receita liquida 344 666 450 909 832 1 246 1 376 1 501 1 319 1 071 1 070 633 647a 807 403 732 1 085
Divida liquida 1 124 3 201 2 786 1 680 2 352 4 176 4 288 4 916 2 704 2 473 3 862 4 172 4 427 3 216 2 561 1 866 1 914
Fluxo di caixa 3 151 3 519 3 615 3 430 3 244 3 325 2 777 2 742 2 258 2 067 2 504 2 884
Empregados 126 560 118 892 124 300 113 334 115 441 122 561 136 700 145 150 133 971 133 456 130 827 133 780 128 067 127 470 120 254 117 997 115 530

Informação bolsista

  • Código ISIN = FR0000120503
Informação bolsista 31 de dezembro
Ano 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2016 2017
Capitalização bolsista em milhões de euros 16 300 19 800 10 400 12 900 11 800 7 666 7 263 8 754 10 076 12 083 15 860

Sede[editar | editar código-fonte]

A sede da Bouygues está localizada na 32 Avenue Hoche, no 8º Arrondissement de Paris. O arquiteto americano Kevin Roche trabalhou no projeto deste edifício, bem como no da antiga sede do Grupo, o complexo Challenger, em Saint-Quentin-en-Yvelines. Este complexo, situado em Guyancourt, numa área de 30 hectares, é atualmente ocupado pela Bouygues Construction, uma das subsidiárias do Grupo.

Grupo e valores[editar | editar código-fonte]

Compromisso social e ambiental

Desde 2006, Bouygues participa do Pacto Global das Nações Unidas[7]. Em conjunto com outras empresas, como a EDF, BNP Paribas ou Saint-Gobain, o Grupo apoia ainda a iniciativa The Shift Project que promove o desenvolvimento económico e sustentável.

Mecenato

Bouygues foca o seu mecenato na educação, em ações de impacto social e na pesquisa médica. Cada subsidiária apoia a sua própria fundação:

  • A Fundação Francis Bouygues apoia estudantes do ensino secundário com bolsas de estudo [8],

[9].

  • Terre Plurielle, fundação da Bouygues Construction, concede apoio financeiro a projetos selecionados pelos seus funcionários. Estes projetos focam-se no acesso à saúde, à educação e à inserção social de pessoas que enfrentam grandes dificuldades.
  • A Fundação Corporativa Bouygues Immobilier, criada em 2009, tem por objetivo consciencializar sobre a necessidade da construção e do planeamento urbano sustentáveis.
  • A Fundação Colas apoia as artes contemporâneas através da aquisição de obras de arte.
  • A Fundação TF1 ajuda jovens talentos de bairros desfavorecidos a ter sucesso no setor audiovisual.
  • A Fundação Bouygues Telecom tem como compromissos proteger o ambiente, ajudar pessoas em dificuldades sociais ou médicas e promover a língua francesa.

Referências[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bouygues