Schneider Electric

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Schneider Electric SE
Empresa de capital aberto
Cotação Euronext: SU
Indústria Gerenciamento de energia e automação
Fundação 1836 (1836) (incorporada em 1981)
Fundador(es) Eugène Schneider
Sede Rueil-Malmaison, França
Área(s) servida(s) Mundo
Pessoas-chave
Empregados 144,001 [1]:8 (2016)
Produtos Incluindo automação predial, domótica, interruptores e tomadas, sistema de segurança industrial, sistema de controle industrial, distribuição de energia elétrica, automação de rede elétrica, smart grid, potência crítica e refrigeração para datacenters
Subsidiárias Luminous Power Technologies Pvt Ltd, invensys, SolveIT Software, APC, Areva T&D, BEI Technologies, Cimac, Citect, Clipsal, ELAU, Federal Pioneer, Merlin Gerin, Merten, Modicon PLC, Nu-Lec Industries, PDL Group, Pelco, Power Measurement, Square D, TAC, Telemecanique, Telvent, Gutor Electronic LLC, Zicom, Summit
Lucro
  • Aumento 1.75 bilhões (2016)
  • €1.41 bilhões (2015)[1]:7
Faturamento
  • Baixa €24.69 bilhões (2016)
  • €26.64 bilhões (2015)[1]:8
Website oficial schneider-electric.com

Schneider Electric (Euronext: SU) é um grupo multinacional francês, especializada em produtos e serviços para distribuição elétrica, controle e automação industrial. Com faturamento de 13,7 bilhões de euros em 2006, a Schneider Electric está presente em 190 países, com mais de 205 fábricas, mais de 105 mil funcionários, proporcionando os mais elevados níveis tecnológicos, de acordo com as principais normas de qualidade e segurança nacionais e internacionais.

Schneider Electric em Písek, República Tcheca.

Conta com três grandes marcas internacionais: Merlin Gerin, Square D e Telemecanique. No Brasil, possui a marca Prime, com produtos de baixa tensão para uso residencial e predial, e em agosto de 2007 efetuou a aquisição da ATOS Automação Industrial, com produtos como controladores lógicos programáveis e interfaces homem máquina, e serviços em Automação de máquinas e processos industriais. Em 2007 comprou a empresa American Power Conversion.

Presente há 60 anos no Brasil, a Schneider Electric possui 4 fábricas, 11 filiais comerciais, mais de 1500 pontos de venda e 150 representantes comerciais em todos os estados do país, garantindo ao mercado soluções completas e inovadoras.

Principais concorrentes[editar | editar código-fonte]

Entre as principais concorrentes estão a Eaton, Siemens AG, ABB, Rockwell,Grupo Legrand e Inotech

Referências

  1. a b c d Financial and Sustainable Development Annual Report 2015 (PDF) (Relatório). Schneider Electric. 16 de março de 2016 

NADA DE NADA[editar | editar código-fonte]

A APC adquiriu a Microsol Tecnologia, empresa com endereço cearense, em 2009. Fabricante brasileira, funcionando há mais de 26 anos, fabrica no-breaks, estabilizadores e acessórios para proteção de energia, e teve faturamento em 2008 na ordem de US$ 47 milhões. A partir de 2012, a marca Microsol foi totalmente incorporada, sendo que todos seus produtos agora saem com marca APC, marca usada no Brasil pelo grupo Schneider.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.