Vinci (construção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


VINCI
Logo Vinci.svg
Tipo Sociedade anônima
Cotação (Euronext: VIV)
Indústria industria, infraestruturas, telecomunicações
Fundação 1899 (como Compagnie Génerele des Eaux)
2000 (renomeado Vinci)
Sede França Rueil-Malmaison, França
Presidente Xavier Huillard
Website oficial www.vinci.com

A Vinci é um grupo francês de construção e gestão de concessões fundada em 1899 como Société Générale d'Enterprises. Emprega cerca de 183.000 pessoas e opera em mais de 100 países. É a maior empresa de construção do mundo em volume de negócios[1]. Para além da construção, opera um conjunto vasto de concessões (autoestradas, túneis, pontes, aeroportos, estádios) e tem negócios no setor energético, automação industrial e de tecnologias de informação e comunicação, através da sua divisão VINCI Energies[2].

Em Portugal, a Vinci é principalmente conhecida por deter a ANA - Aeroportos, a Sótecnica, ser um dos acionistas de referência da Lusoponte e por ter adquirido o negócio de infraestruturas informáticas à Novabase (a Novabase IMS, atualmente conhecida por Axians Portugal).

Referências

  1. «Top 10 construction companies in the world». www.constructionglobal.com (em inglês). Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  2. «GRUPO - VINCI Energies Portugal». VINCI Energies Portugal 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]