Buriticupu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Buriticupu
  Município do Brasil  
Vista da Cidade de Buriticupu - MA
Vista da Cidade de Buriticupu - MA
Símbolos
Bandeira de Buriticupu
Bandeira
Brasão de armas de Buriticupu
Brasão de armas
Hino
Gentílico buriticupuense
Localização
Localização de Buriticupu no Maranhão
Localização de Buriticupu no Maranhão
Buriticupu está localizado em: Brasil
Buriticupu
Localização de Buriticupu no Brasil
Mapa de Buriticupu
Coordenadas 4° 20' 45" S 46° 24' 03" O
País Brasil
Unidade federativa Maranhão
Municípios limítrofes Alto Alegre do Pindaré, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas, Amarante do Maranhão, Santa Luzia.
Distância até a capital 395 km
História
Fundação 10 de novembro de 1994 (27 anos)
Administração
Prefeito(a) João Carlos (PATRIOTA, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 2 545,440 km²
População total (IBGE 2016[2]) 71 227 hab.
 • Posição MA: 16°
Densidade 28 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,556 baixo
 • Posição MA: 145°
PIB (IBGE/2014[4]) R$ 439 124 mil
 • Posição MA: 24°
PIB per capita (IBGE/2014[4]) R$ 6 313,97

Buriticupu é um município brasileiro do estado do Maranhão. Sua população estimada em 2021 era de 73.595 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros povos a chegar à região foram os povos indígenas tupis-guaranis e os awá-guajás, que saíram do litoral para a região central do Maranhão após a chegada dos portugueses na costa maranhense. Em 1941, houve a chegada dos guajajaras, trazidos pelo extinto Serviço de Proteção ao Índio (SPI).[5]

No início da década de 1970, o governo do Maranhão instalou um projeto de colonização para assentamento de trabalhadores rurais na região em razão do processo de expansão da fronteira agrícola no Maranhão em direção à zona amazônica do estado, com a criação da Companhia Maranhense de Colonização COMARCO) durante o governo de Pedro Neiva de Santana.[5][6]

O “Programa Pioneiro de Colonização de Buriticupu” foi o primeiro projeto de colonização executado pelo governo do Estado do Maranhão, com uma área de 300.000 hectares. Esse projeto originou um povoado de nome Buriticupu, nome dado por se localizar às margens do rio Buriticupu, toponímia que é resultado da junção do nome de dois frutos típicos da região: buriti e cupuaçu, e que teria sido dada pelos guajajaras.[5][6]

No entorno do povoado, além das atividades agropastoril e comercial, desenvolveu-se a extração de madeira. Esse processo de expansão econômica foi marcado por choques entre especuladores de terra, negociantes de madeira, fazendeiros e latifundiários com trabalhadores rurais, praticantes de agricultura familiar e indígenas.[5][6]

Apesar dos conflitos e das dificuldades enfrentadas após a instalação do assentamento, o povoado cresceu economicamente e em número de habitantes, em razão da exploração agrícola, das numerosas indústrias madeireiras que se instalaram e por sua excepcional vocação comercial, atraindo novos moradores.[5][6]

Buriticupu foi elevado à condição de município por meio da Lei Estadual nº 6.162, de 10 de novembro de 1994, tendo sido desmembrado de Santa Luzia e instalado em 01 de janeiro de 1997.[5][6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município fica localizado no Planalto Dissecado Gurupi-Grajaú, constituído de baixas altitudes, com media de 350 metros, com superfície plana e levemente ondulada.[7]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é o tropical quente e úmido, com moderada deficiência de água entre os meses de junho a setembro. É megatérmico, com temperatura média anual entre 25°C e 26°C. A umidade relativa do ar anual gira em torno de 73 e 79% e os totais pluviométricos anuais entre 1200 a 1600 mm.[5]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Buriticupu faz parte da bacia hidrográfica do rio Pindaré, que corta o seu território, tendo como afluentes no município os rios Buriticupu, Dente de Porco e Córrego Açaizal. Outros rios encontrados são os córregos Jambu, Brejinho e Brejão.[5]

Vegetação e biodiversidade[editar | editar código-fonte]

A vegetação do município é a Floresta Amazônica, composta pela floresta ombrófila aluvial e submontana. [5]

O primeiro tipo ocupa as áreas mais úmidas dos vales onde se destacam as palmáceas: açaí (Eurterpe olerácea), buriti (Mauritia Vinifera) e buritirana (Mauritia aculeata); o segundo tipo corresponde às formações mais exuberantes, ocupando as áreas dissecadas do relevo de planalto com solos medianamente profundos, composta principalmente por árvores de alto porte, algumas ultrapassando 50 m, onde se destacam a seringueira (Hevea brasiliensis) e a andiroba (Carapa guianensis).[5]

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Censo Demográfico de 2010, 66,51% da população do município é católica e 25,37% evangélica.[8]

Em 2010, a população urbana foi equivalente a 55% dos habitantes e a rural a 45%.[8]

Parte da Terra indígena Araraboia, onde vivem os guajajaras e awá-guajás, fica localizada no município.[5]

Economia[editar | editar código-fonte]

O PIB do município ficou, em 2019, em R$ 548.058.140, correspondendo ao 23º maior PIB do estado.

A distribuição setorial do PIB em 2018 ficou: Agropecuária (19,26%), Indústria (3,87%), Serviços- Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social (44,18%) e Serviços- Demais setores (32,56%).

A pecuária é a principal atividade econômica no município, sendo o rebanho bovino o mais importante, com criação semi-intensiva em pastos plantados e mais de 140 mil cabeças, sendo voltado para o corte, abate e produção leiteira.[5]

Os principais produtos cultivados são a soja, o milho, a mandioca, o tomate e o arroz.[5]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A principais rodovias do município são a BR-222 e a MA-006, entre Arame e Buriticupu.[5]

Ferrovia[editar | editar código-fonte]

A Estrada de Ferro Carajás possui um terminal ferroviário na localidade Presa de Porco, zona rural do município de Buriticupu, distante aproximadamente 58 km da sede municipal.[5]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A TV Buriticupu (canal 13) é filiada à TV Meio Norte, o Jornal Hora do Povo, impresso com circulação mensal, e rádios locais.[5]

Educação[editar | editar código-fonte]

Há um campus do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), além de faculdades privadas.[5]

A rede municipal possui 69 escolas. A rede estadual é formada pela Unidade Integrada Padre Edmilson de Sousa Freire, que possui três anexos na área rural.[5]

Saúde[editar | editar código-fonte]

A referência do município é o o Hospital Municipal Pedro Neiva de Santana.[5]

Política[editar | editar código-fonte]

O Poder Legislativo de Buriticupu é exercido pela Câmara Municipal, composta de 11 vereadores.[9]

O Poder Executivo é exercido pela Prefeitura de Buriticupu, e é representado pelo prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.[10]

O munícipio é termo sede da Comarca de Buriticupu, além de contar representantes do Ministério Público do Maranhão e da Defensoria Pública do Estado.[11]

Cultura e turismo[editar | editar código-fonte]

As quadrilhas são tradicionais nas festas juninas da cidade. O Carnaval também é uma festividade importante, assim como desfile da Independência do Brasil e o aniversário da cidade.[5]

Os pratos típicos são o bode, a feijoada e a panelada.[5]

O potencial turístico do município encontra-se na sua natureza, com resquícios da Floresta Amazônica, os rios Pindaré e Buriticupu e os morros.[5]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NO BRASIL E UNIDADES DA FEDERAÇÃO COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2016» (PDF). IBGE. Consultado em 7 de dezembro de 2016 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 30 de julho de 2013 
  4. a b «Pib dos municípios maranhenses». IBGE. 2014. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v IMESC (2020). «ENCICLOPÉDIA DOS MUNICÍPIOS MARANHENSESː REGIÃO DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA MARANHENSE» (PDF) 
  6. a b c d e «IBGE- Buriticupu» 
  7. Ministério de Minas e Energia Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral. «RELATÓRIO DIAGNÓSTICO DO MUNICÍPIO DE BURITICUPU» (PDF) 
  8. a b «IBGE- Buriticupu» 
  9. «Câmara municipal» 
  10. «Prefeitura Municipal de Buriticupu». buriticupu.ma.gov.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2022 
  11. «Comarca de Buriticupu» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.