Barreirinhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Barreirinha (no Amazonas).
Barreirinhas
  Município do Brasil  
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, principal atração turística da região
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, principal atração turística da região
Símbolos
Bandeira de Barreirinhas
Bandeira
Brasão de armas de Barreirinhas
Brasão de armas
Hino
Gentílico barreirinhense
Localização
Localização de Barreirinhas no Maranhão
Localização de Barreirinhas no Maranhão
Barreirinhas está localizado em: Brasil
Barreirinhas
Localização de Barreirinhas no Brasil
Mapa de Barreirinhas
Coordenadas 2° 44' 49" S 42° 49' 33" O
País Brasil
Unidade federativa Maranhão
Municípios limítrofes Paulino Neves, Santana do Maranhão, Santa Quitéria do Maranhão, Primeira Cruz, Belágua, Santo Amaro do Maranhão.
Distância até a capital 252 km
História
Fundação 29 de março de 1938 (84 anos)
Administração
Prefeito(a) Amílcar Gonçalves Rocha[1] (PCdoB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 3 111,296 km²
População total (estimativa IBGE/2019[3]) 62 528 hab.
 • Posição MA: 20°
Densidade 20,1 hab./km²
Clima Semidesértico brando e Tropical atlântico
Altitude 4 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,570 baixo
 • Posição MA: 111°
PIB (IBGE/2014[5]) R$ 380 737 mil
 • Posição MA: 28°
PIB per capita (IBGE/2004[5]) R$ 6 385,75

Barreirinhas é um município brasileiro do estado do Maranhão. Sua população foi estimada em 63.991[3] habitantes, conforme dados do IBGE de 2021, sendo o vigésimo mais populoso do estado.

O município é conhecido como "Portal dos Lençóis maranhenses"[6] pelo fato de abrigar o Parque nacional dos lençóis maranhenses, região turística que consiste em uma vasta área de altas dunas de areias brancas e de lagos e lagoas, também conhecido como "Deserto Brasileiro".[7][8]

História[editar | editar código-fonte]

A região atualmente ocupada pelo município foi habitada pela etnias indígenas dos tapuios e caetés. Os caetés habitavam a região das areias próximo à foz do Rio Preguiças. No século XVIII, foi instalada a fazenda Santo Inácio, que pertencia à Companhia de Jesus. Após a expulsão dos jesuítas, a fazenda passou para o controle de vários senhores de engenho.[9]

Em 1849, o governo imperial construiu uma ponte sobre o rio Mocambo, na estrada que vinha da comarca de Campo Maior, no Piauí, à de Brejo, no Maranhão, e desta à de Icatu. As boas pastagens para a criação de gado e terras próprias para a lavoura nas margens do rio Mocambo deram origem à afluência de pessoas para aqueles lugares e à fundação de pequenos povoados.[10]

Em 1835, houve a abertura de uma estrada entre São Bernardo do Parnaíba (atual São Bernardo) e São José do Periá (atual Humberto de Campos), que interligava férteis regiões da bacia do rio Preguiças, favorecendo o surgimento de povoados.[10]

Em 1858, foi criada a freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Barreirinhas.[10]

Com a Lei Provincial n° 951, de 14 de julho de 1871, Barreirinhas foi elevada à categoria de vila, sendo desmembrada do município de Tutóia e formada por partes dos territórios de Tutóia, Brejo, Miritiba (hoje Humberto de Campos) e São Bernardo. [10]

Foi elevada à condição de cidade em 1938.[10]

A partir da década de 1960, a Petrobrás realizou pesquisas sobre a viabilidade econômica de exploração de petróleo e gás natural na região, tornando o campo de dunas conhecido pela imprensa nacional. [9]

Em 1981, foi criado o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.[9]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Relevo[editar | editar código-fonte]

O relevo do município é formado por grandes planícies fluviais e fluvio-marinhas, áreas planas e baixas, recortadas por canais de circulação de águas salobras. Existe a formação de dunas móveis de vários tamanhos, que avançam sobre a vegetação do cerrado em direção ao continente.[10]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é o tropical úmido, dividido dois períodos: chuvoso de janeiro a junho e estiagem de julho a dezembro. A temperatura média anual é superior a 27° C, com a umidade relativa do ar anual variando de 76% e 82% e os totais pluviométricos entre 800 e 2.000 m.[10]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município faz parte da bacia hidrográfica do rio Preguiças, além dos rios Negro, Juçaraí, Maçangano, Sucuriju, da Fome ou da Formiga, Mamorana, do Santo Inácio e os riachos: Mirinzal, Açuí, Tucuns, do Poção, do Pirunga, das Cacimbas, São José, Giramundo, do Meio, Palmeirinha, do Molha, Passagem do Canto, Uriti, do Macaco, da Onça, do Guarimã, da Mangueira, da Mata, do Bosque, dentre outros.[10]

Vegetação e biodiversidade[editar | editar código-fonte]

A vegetação é caracterizada pela presença de restingas, pastagens, manguezais, campos de dunas, campos inundáveis e cerrado. [10]

As unidades de conservação do município são a APA de Upaon-Açu-Miritiba-Alto Preguiças, a APA da Foz do Rio das Preguiças-Pequenos Lençóis-Região Lagunar Adjacente e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.[10]

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Censo Demográfico de 2010, 71,64% da população do município é católica e 20,98% evangélica.[11]

Em 2010, 59,70% da população vivia na zona rural e 40,3% na zona urbana.[11]

Economia[editar | editar código-fonte]

O PIB do município ficou, em 2019, em R$ 482.388.100, correspondendo ao 26º maior PIB do estado. [12]

A distribuição setorial do PIB em 2018 ficou: Agropecuária (7,21%), Indústria (4,79%, com destaque para o setor alimentício), Serviços- Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social (42,30%) e Serviços- Demais setores (45,68%).[12]

A agricultura local conta com a plantações de mandioca (maior produtor do estado), arroz, milho, feijão, castanha de caju (maior produtor do estado), laranja (segundo maior produtor), coco (quarto maior produtor), e bananas.[13]

Na aquicultura, tem destaque a criação do tambaqui e da tilápia (quarto maior produtor estadual).[13]

O turismo para os Lençóis Maranhenses tem papel fundamental para a economia do município.[10]

Complexo Eólico de Delta 3[editar | editar código-fonte]

A cidade é sede de 48 aerogeradores do Complexo Eólico Delta III, que gera 220 MW. [10]

Petróleo e gás natural[editar | editar código-fonte]

A região conta com a Bacia de Barreirinhas BM-BAR-1, BM-BAR-3, BM-BAR-4 e BM-BAR-5, dentre outros, que são poços de petróleo a uma profundidade de 2000 a 2500 metros, na qual são realizadas pesquisas exploratórias desde a década de 1960.[14]

Em 2006, foi realizada a segunda rodada de licitações de áreas inativas contendo acumulações marginais, tendo sido oferecidos os Campos Terrestres de Espigão (Santo Amaro), Oeste de Canoas (Barreirinhas), com potencial para exploração de gás natural, e São João (Primeira Cruz), para produção de petróleo.[15]

Há previsão de construção da Usina Termelétrica Oeste de Canoas, utilizando gás natural da região. [16]

Em 2015, houve novo leilão do Campo São João e sua produção comercial foi iniciada em 2020.[17][18][19]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Barreirinhas pode ser alcançada através da BR-402 e da MA-225.[10]

Aeroporto[editar | editar código-fonte]

O Aeroporto Regional de Barreirinhas está disponível tem capacidade para pouso e decolagem para aeronaves do modelo A319 de até 120 passageiros.[10]

Educação[editar | editar código-fonte]

No município, há um campus do o Instituto Federal do Maranhão (IFMA), no nível técnico e superior.[10]

Em Barreirinhas, há 155 estabelecimentos voltados para a educação infantil, 168 voltados para o ensino fundamental e 5 para o ensino médio.[10]

Saúde[editar | editar código-fonte]

As principais unidades de saúde são o Hospital Regional de Barreirinhas (administrado pela EMSERH) e o o Centro de Saúde Eva dos Reis Lima.[10]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Há cinco emissoras de rádio no município.[10]

Política[editar | editar código-fonte]

O Poder Legislativo de Barreirinhas é exercido pela Câmara Municipal, composta de 11 vereadores.[20]

O Poder Executivo é exercido pela Prefeitura de Barreirinhas e é representado pelo prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.[21]

O munícipio é termo sede da Comarca de Barreirinhas, com o Fórum Deputado Luciano Fernandes Moreira, além de contar representantes do Ministério Público do Maranhão e da Defensoria Pública do Estado.[22]

Bairros[editar | editar código-fonte]

Cidade Nova, Boa Fé, Residencial Mundico Cosme, Vila Anselmo, Canequinho, Riacho, Murici, Amapá, Carnaubal, Cruzeiro, Centro, Ladeira, Santarém, Aeroporto, Cebola, Residencial Brasil, Francelina, Boa Vista e o bairro Balneário São Domingos.

Cultura e turismo[editar | editar código-fonte]

As principais manifestações culturais são: bumba-meu-boi com os sotaques de orquestra e matraca, quadrilhas, danças country e portuguesa, folia dos reis ou reisado, cordão de São Gonçalo e encenação da paixão de Cristo.[10]

Barreirinhas é um dos principais destinos turísticos do estado em razão dos Lençóis Maranhenses e dos Pequenos Lençóis.[10]

São pontos conhecidos a localidade Vassouras, onde avista-se o primeiro conjunto de dunas dos Pequenos Lençóis, o povoado de Mandacaru, onde está instalado o farol da marinha conhecido como Farol de Preguiças, a praia de Caburé, a vila de Atins, a comunidade de Queimada dos Britos, as belezas do rio Preguiças e das lagoas Bonita e Verde, dentr inúmeras outras dos Lençóis.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Eleição para prefeitura de Barreirinhas». Cidade Brasil. Consultado em 17 de abril de 2021 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 29 de maio de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2016 
  5. a b «Pib dos municípios maranhenses». IBGE. 2014. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  6. «Barreirinhas, portal dos lençóis Maranhenses - Foto de Maranhão, Brasil - Tripadvisor». www.tripadvisor.com.br. Consultado em 29 de maio de 2020 
  7. Ribeiro, Ronaldo (2010). «A Sea of Dunes». National Geographic. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  8. «Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses - Visitação». Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Consultado em 29 de agosto de 2012 
  9. a b c Flávio Ataide Júnior; Patrícia Costa Ataide. «O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO POVOADO TAPUIO FRENTE A CRIAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS MARANHENSES» (PDF) 
  10. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u INSTITUTO MARANHENSE DE ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS E CARTOGRÁFICOS – IMESC (2020). «ENCICLOPÉDIA DOS MUNICÍPIOS MARANHENSESː LENÇÓIS MARANHENSES» (PDF) 
  11. a b «IBGE - BARREIRINHAS». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  12. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  13. a b «IBGE- Barreirinhas» 
  14. «Barreirinhas é um dos locais onde a Petrobras investirá em busca de petróleo». Jornal Pequeno. 12 de outubro de 2021. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  15. «ANP DISCUTE REGRAS DE EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS EM BARREIRINHAS». SINAGENCIAS. Consultado em 28 de março de 2022 
  16. «Bacia de Barreirinhas ganhará usina termelétrica a gás natural». Barreirinhas - Lençóis Maranhenses: Portal Barreirinhas. Consultado em 28 de março de 2022 
  17. «ANP: leilão de campos terrestres arrecada R$ 4,2 milhões com ágio médio de 600%». Agência Brasil. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 28 de março de 2022 
  18. «Anuário estatístico brasileiro do petróleo, gás natural e biocombustíveis: 2021 / Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis» (PDF) 
  19. «BNamericas - Petro-Victory Energy anuncia producción come...». BNamericas.com (em espanhol). Consultado em 28 de março de 2022 
  20. «Câmara Municipal de Barreirinhas - Ma». cmbarreirinhas.ma.gov.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  21. Barreirinhas, Prefeitura de. «Prefeitura de Barreirinhas». www.barreirinhas.ma.gov.br. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  22. TJMA. «Portal do Poder Judiciario do Estado do Maranhão». Tribunal de Justiça. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia Barreirinhas
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.