Campeonato Catarinense de Futebol de 2013 - Divisão Especial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Catarinense de 2013
Divisão Especial - Segunda Divisão
Dados
Participantes 10
Organização FCF
Anfitrião  Santa Catarina
Período 26 de maio5 de outubro
Gol(o)s 282
Partidas 103
Média 2,74 gol(o)s por partida
Campeão 'Bandeira Itajai SantaCatarina Brasil.svg Marcílio Dias'
Vice-campeão Bandeira Brusque SantaCatarina Brasil.jpg Brusque
Rebaixado(s) XV de Indaial
Melhor marcador 13 gols:
* Alex Goiano (Atlético Tubarão)
* Eydison (Brusque)
Melhor ataque (fase inicial) Atlético Tubarão – 36 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brusque – 12 gols
Maior goleada
(diferença)
XV de Indaial 0 – 6 Marcílio Dias
Estádio Gigante do ValeIndaial
8 de junho
Público 26 824
Média 282,4 pessoas por partida
◄◄ Santa Catarina D. Especial 2012 Soccerball.svg D. Especial 2014 Santa Catarina ►►

A Divisão Especial do Campeonato Catarinense de Futebol de 2013 será a 27ª edição da Segundona do Catarinense, e contará com a participação de 10 equipes neste ano, sendo realizada entre os dias 26 de maio e 5 de outubro.[1][2][3][4]

A primeira partida da final, disputada no Estádio da Baixada em Ibirama devido a perda do mando de campo por parte da equipe do Brusque, terminou empatada em 0 a 0.[5] No segundo jogo houve um novo empate, 1 a 1 no Estádio Doutor Hercílio Luz em Itajaí e o Marcílio ficou com o título, por ter tido melhor campanha na fase anterior (Quadrangular).[6][7]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O campeonato foi dividido em quatro fases distintas:

  • Turno: As 10 equipes jogam entre si todas contra todas apenas em partidas de ida. O clube que apresentar a maior pontuação ao final de 9 rodadas será declarado Campeão do Turno e se classificará ao Quadrangular somando 1 ponto extra para esta fase.
  • Returno: Idêntico ao Turno, mas com os jogos de volta. Caso o campeão do Turno seja o mesmo do Returno, essa equipe será bonificada com 2 pontos extras no quadrangular.
Localização dos times no estado.
  • Quadrangular: Juntam-se aos campeões dos dois turnos iniciais, as duas equipes com as maiores pontuações na soma das duas fases anteriores. Se o campeão do Turno for o mesmo do Returno, o clube com a terceira maior pontuação se classificará. Nessa fase os quatro classificados jogam todos contra todos, no sistema de pontos corridos. As duas equipes que mais pontuarem nessa fase, serão classificadas para a Final do Campeonato. Os campeões do Turno e Returno iniciam esta fase com 1 ponto de bonificação.
  • Final: Nesta fase os dois clubes jogam em partidas de ida e volta e aquele que apresentar mais pontos na fase final, levando-se em consideração o saldo de gols, será declarado Campeão Catarinense da Divisão Especial de 2013, se houver empate de pontos e gols, o segundo jogo terá uma prorrogação de 30 minutos com o placar zerado e se esta não resolver, o mandante do segundo jogo (aquele que apresentou maior pontuação nas 3 fases anteriores) será considerado vencedor.[1][2][3][8]

Observação: Ao início de cada fase, a pontuação de todas as equipes é zerada, a exceção se dá no Quadrangular, visto que os vencedores de cada turno iniciam esse período com um ponto (se o campeão do turno foi o mesmo do returno, este inicia com 2 pontos).

Classificação Final

A Classificação será definida conforme as fases. O Campeão será o vencedor da Final e o Vice-Campeão o perdedor da mesma. O terceiro e o quarto colocado serão, respectivamente, o terceiro e o quarto colocado do Quadrangular. As colocações seguintes serão definidas de acordo com a pontuação nas duas fases iniciais.

O campeão estará classificado para a Divisão Principal de 2014. O último colocado será rebaixado para a Divisão de Acesso de 2014 (equivalente a terceira divisão de Santa Catarina).

Critérios de desempate

Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates serão aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols marcados;
  4. Confronto direto;
  5. Número de cartoes vermelhos;
  6. Número de cartoes amarelos;
  7. Sorteio.

Equipes Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Município Em 2012 Estádio Capacidade Títulos
Atlético Tubarão Bandeira.tubarão.jpg Tubarão Domingos Silveira Gonzales 3.500 2007
Canoinhas Bandeira canoinhas.jpg Canoinhas ---* Estádio Ditão 5.000 ---
Brusque Bandeira Brusque SantaCatarina Brasil.jpg Brusque 9º (Divisão Principal) Augusto Bauer 5.000 1997 e 2008
Caçador Bandeira Cacador.svg Caçador 1º (Divisão de Acesso) Carlos Alberto da Costa Neves 6.500 ---
Concórdia Bandeira Concordia SantaCatarina Brasil.jpg Concórdia Domingos Machado de Lima 5.000 ---
Hercílio Luz Bandeira.tubarão.jpg Tubarão Aníbal Costa 15.000 ---
Imbituba Bandeira Imbituba SantaCatarina Brasil.jpg Imbituba Emília Mendes Rodrigues 5.000 2009
Marcílio Dias Bandeira Itajai SantaCatarina Brasil.svg Itajaí 10º (Divisão Principal) Hercílio Luz 10.000 1999 e 2010
Porto BandeiraPortoUnião.jpg Porto União Municipal Antiocho Pereira 4.087 ---
XV de Indaial Bandeira indaial.png Indaial Gigante do Vale 1.000 ---

* O Canoinhas negociou a vaga do extinto Biguaçu na Divisão Especial de 2013.[9]

Turno[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Marcílio Dias 18 9 5 3 1 19 6 +13 66,7
2 Brusque 161 9 7 1 1 20 8 +12 59,3
3 Porto 15 9 4 3 2 14 10 +4 55,6
4 Atlético Tubarão 14 9 4 2 3 14 10 +4 51,8
5 Caçador 14 9 4 2 4 15 12 +3 51,8
6 Imbituba 10 9 3 1 5 10 16 -6 37,0
7 Canoinhas 4 9 1 1 7 9 18 -9 14,8
8 XV de Indaial 2 9 0 2 7 5 27 -22 7,4
9 Hercílio Luz -11 9 3 2 4 12 14 -2 -3,7
10 Concórdia -61 9 4 3 2 12 9 +3 -22,2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Campeão do Turno.

Returno[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Atlético Tubarão 19 9 6 1 2 22 11 +11 70,4
2 Marcílio Dias 18 9 6 0 3 16 8 +8 66,7
3 Concórdia 17 9 5 2 2 16 8 +8 63,0
4 Imbituba 17 9 5 2 2 14 7 +7 63,0
5 Brusque 17 9 5 2 2 11 4 +7 63,0
6 Caçador 12 9 3 3 3 10 10 0 44,4
7 Canoinhas 11 9 3 2 4 9 10 -1 40,7
8 Hercílio Luz 10 9 3 1 5 8 15 -7 37,0
9 XV de Indaial 6 9 2 0 7 8 23 -15 22,2
10 Porto 1 9 0 1 8 6 24 -18 3,7
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Campeão do Returno.

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver também: [[Tabela de Jogos]]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Jogos do Turno estão em vermelho e os jogos do Returno estão em azul.

  ATT BRU CAÇ CAN CON HER IMB MAR POR XVI
Atlético Tubarão 1-2 3-1 3-1 1-1 4-1 3-2 2-1 1-1 4-1
Brusque 2-0 1-2 0-0 0-0 2-0 1-0 2-2 2-0 3-0
Caçador 2-2 1-3 2-0 1-1 0-1 2-1 1-0 2-2 4-0
Canoinhas 1-2 1-3 1-2 1-2 1-2 1-0 2-2 2-1 5-1
Concórdia 2-1 1-2 1-1 3-0 1-0 3-0 1-3 6-1 1-0
Hercílio Luz 2-1 2-4 2-1 0-0 1-3 1-3 0-0 3-0 1-0
Imbituba 0-1 1-0 1-1 2-1 2-0 2-1 2-0 3-1 2-2
Marcílio Dias 1-0 1-0 1-0 1-0 2-0 3-0 4-0 0-1 5-2
Porto 0-3 0-1 0-2 2-0 1-1 2-1 1-1 1-3 4-0
XV de Indaial 0-4 0-3 2-0 0-1 0-1 2-2 0-2 0-6 3-2

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Marcílio Dias 36 18 11 3 4 35 14 +21 66,7
2 Brusque 331 18 12 3 3 31 12 +19 61,1
3 Atlético Tubarão 33 18 10 3 5 36 21 +15 61,1
4 Imbituba 27 18 8 3 7 24 23 +1 50,0
5 Caçador 26 18 7 5 6 25 22 +3 48,1
6 Porto 16 18 4 4 10 20 34 -14 29,6
7 Canoinhas 15 18 4 3 11 18 28 -10 27,8
8 Concórdia 111 18 9 5 4 28 17 +11 20,4
9 Hercílio Luz 91 18 6 3 9 20 29 -9 16,7
10 XV de Indaial 8 18 2 2 14 13 50 -37 14,8
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Classificado ao Quadrangular (campeão do Turno ou Returno).
Classificado ao Quadrangular por índice técnico.
Rebaixado à Divisão de Acesso de 2014.

Desempenho por Rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram a classificação geral ao final de cada rodada:

Rodadas
Turno Returno
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
ATL POR BRU MAR

Clubes que ficaram na última posição da classificação geral (fase inicial) ao final de cada rodada:

Rodadas
Turno Returno
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
CAN XVI CAN XVI HER CON XVI

Quadrangular[editar | editar código-fonte]

O Brusque e o Atlético Tubarão iniciaram esta fase com um ponto de bonificação cada, por terem vencido o Turno e Returno respectivamente.

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Marcílio Dias 12 6 4 0 2 7 6 +1 66,7
2 Brusque 102 6 4 0 2 9 6 +3 55,6
3 Atlético Tubarão 7 6 2 0 4 7 7 0 38,9
4 Concórdia 6 6 2 0 4 7 11 -4 33,3
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Classificado à Final.

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver também: [[Tabela de Jogos]]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Jogos do Turno estão em vermelho e os jogos do Returno estão em azul.

  ATT BRU CON MAR
Atlético Tubarão 0–1 3–1 4–0
Brusque 2–0 3–1 2–12
Concórdia 2–0 3–1 0–2
Marcílio Dias 1–0 1–0 2–0

Final[editar | editar código-fonte]

O time de melhor campanha na classificação geral, terá o direito do mando de campo na segunda partida da final, além da vantagem do resultado de empate ao final dos critérios de desempate.

Campeão geral[editar | editar código-fonte]

Campeonato Catarinense de 2013 - Divisão Especial
Itajaí

Marcílio Dias
3º Título

Principais artilheiros[10][editar | editar código-fonte]

Gols Jogador Clube
13 Brasil Alex Goiano Atlético Tubarão
Brasil Eydison Brusque
8 Brasil Toni Marcílio Dias
7 Brasil Sadan Caçador
6 Brasil Alan Imbituba
Brasil Jean Moser Hercílio Luz
Brasil Marcelo Canoinhas
Brasil Tardelli Marcílio Dias
5 Brasil Juliano Marcílio Dias
Brasil Leandrinho Marcílio Dias
Brasil Manú Atlético Tubarão
Brasil Rodrigo Jesus Marcílio Dias
Brasil Rogério Abreu Atlético Tubarão
4 Brasil Cidinho Brusque
Brasil Cristiano Hercílio Luz
Brasil Dinei Concórdia
Brasil Elivélton Concórdia
Brasil Felipe Oliveira Atlético Tubarão
Brasil Giba Atlético Tubarão
Brasil Ismael Gaúcho Concórdia
Brasil João Paulo Brusque
Brasil Peixoto Concórdia
Brasil Rodrigão Atlético Tubarão
Brasil Santos Brusque
Brasil Willian Imbituba
3 Brasil Alexandre Brusque
Brasil Clebinho Atlético Tubarão
Brasil Dudu Porto-SC
Brasil Mauro XV de Indaial
Brasil Michel Santos Imbituba
Brasil Neguette Brusque
Brasil Patrick Marcílio Dias
Brasil Serginho Catarinense Brusque
Brasil Yan Porto-SC
2 Brasil Abner XV de Indaial
Brasil Acassio Caçador
Brasil Buiu Canoinhas
Brasil Bruno XV de Indaial
Brasil Cacá Marcílio Dias
Brasil Cássio Lopes Concórdia
Brasil Criciúma Porto-SC
Brasil Cristiano Canoinhas
Brasil Diego Costa Canoinhas
Brasil Edinei Caçador
Brasil Ednaldo Porto-SC
Brasil Fernandão Porto-SC
Brasil Fernando Hercílio Luz
Brasil Gustavo Concórdia
Brasil Hugo Caçador
Brasil Ildemar Caçador
Brasil Jairo Canoinhas
Brasil Jeremias XV de Indaial
Brasil João Paulo Marcílio Dias
Brasil Laion Hercílio Luz
Brasil Leo Breno Hercílio Luz
Brasil Leandro Mancha Brusque
Brasil Maurício Imbituba
Brasil Michel Concórdia
Brasil Pedrinho Marcílio Dias
Brasil Rilber Caçador
Brasil Rodrigo Paganelli Canoinhas
Brasil Saraiva Brusque
Brasil Thiago Ferreira Brusque
Brasil Zanatta Concórdia
Brasil Zé Carlos Concórdia

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os cinco maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 1 380 Brusque 3–1 Concórdia Augusto Bauer 26 de setembro 6ª Quad.
2 976 Brusque 2–1 Marcílio Dias Augusto Bauer 15 de setembro 3ª Quad.
3 847 Hercílio Luz 2–1 Atlético Tubarão Aníbal Costa 23 de junho
4 829 Marcílio Dias 1–0 Caçador Hercílio Luz 26 de maio
5 797 Concórdia 0–2 Marcílio Dias Domingos Machado de Lima 11 de setembro 2ª Quad.
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Média de público[editar | editar código-fonte]

Essas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante. Em alguns jogos o público pagante não foi computado, e não entraram para esta contagem:

  1. Marcílio Dias – 604
  2. Brusque – 415
  3. Canoinhas – 330
  4. Atlético Tubarão – 286
  5. Caçador – 262
  1. Concórdia – 257
  2. Hercílio Luz – 220
  3. Porto-SC – 146
  4. Imbituba – 124
  5. XV de Indaial – 39

Trívias[editar | editar código-fonte]

  • No dia 19 de dezembro de 2012, foi anunciado que o Esporte Clube Biguaçu da cidade de Biguaçu estava se extinguindo do futebol. Com isso a vaga do clube para a disputa da Divisão Especial de 2013 ficou em aberto e a tendência era que o Jaraguá assumisse a vaga, pois foi o vice campeão da Divisão de Acesso de 2012.[11] Mas após uma negociação do Biguaçu com o Canoinhas, o clube do norte do estado acabou comprando a marca Esporte Clube Biguaçu e assumindo a vaga para a disputa da Divisão Especial.[9]
  • O Brusque garantiu a sua classificação ao Quadrangular ao sagrar-se campeão do primeiro turno com uma rodada de antecedência, quando venceu o Hercílio Luz fora de casa por 4 a 2, no jogo válido pela oitava rodada do Turno.[13]
  • 1No dia 28 de junho de 2013, o Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina protocolou uma denúncia do Marcílio Dias contra Concórdia, Hercílio Luz e Brusque. O Código de Justiça Desportiva Brasileiro, prevê que somente jogadores amadores de até 20 anos de idade poderão participar de competições oficiais. Com isso o Marinheiro de Itajaí denunciou os atletas Ricardo Lenon Zanata, Jean Lucas Graeff, Adolfo Ritter Neto e Hiago Migliavaca Sanches do Concórdia, Matheus Nunes dos Santos do Hercílio Luz e Vinício dos Santos Rocha do Brusque.[14][15] Em primeira instância, dos três clubes denunciados, apenas o Hercílio Luz foi condenado, sendo punido com a perda de 12 pontos e multa de R$ 1.200,00.[16] Em segunda instância, o Brusque também foi penalizado com multa de R$ 500,00 e perda de seis pontos no turno e o Concórdia foi multado em R$ 3.500.00 e perdeu 21 pontos. Com isso o Marcílio Dias passou a ser o vencedor do Turno e o Brusque caiu para a segunda posição. No geral o Marinheiro também ultrapassou o Marreco. O Concórdia virou o lanterna do Turno e também na classificação geral.[17] Só que, ao término do Returno da competição, a Federação Catarinense ainda não havia homologado a perda de pontos pelas equipes punidas e o Quadrangular foi formulado sem considerar essas punições.[18][19]
  • 2Na terceira rodada do Turno do Quadrangular, o Brusque vencia o Marcílio Dias por 2 a 1 no Estádio Augusto Bauer, em Brusque quando, ao 38 minutos do segundo tempo, o árbitro Edson da Silva marcou o segundo pênalti em favor do time visitante e instaurou uma confusão. O goleiro do Brusque se negou a defender a cobrança, os jogadores abandonaram a partida e houve invasão de campo por parte da torcida. Alegando falta de segurança, o árbitro encerrou a partida e o jogo não foi finalizado.[25][26] No dia 24 de setembro, o TJD anunciou a punição ao Brusque da perda dos pontos da partida e de três mandos de campo. Apesar disso, o placar de 2 a 1 foi mantido.[27][28] Devido a este fato, a final do campeonato acabou sendo transferida de data, assim a primeira partida ficou remarcada para o dia 2 de outubro.[4]

Referências

  1. a b «Conselho Técnico altera forma e define datas da Divisão Especial 2013». FCF. 28 de novembro de 2012. Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  2. a b «Federação divulga tabela da Divisão Especial 2013». Futebol SC. 12 de março de 2013. Consultado em 14 de março de 2013 
  3. a b «Federação altera tabela e Especial volta a terminar em setembro». Futebol SC. 15 de março de 2013. Consultado em 15 de março de 2013 
  4. a b «Final entre Brusque e Marcílio é adiada». Futebol SC. 28 de setembro de 2013. Consultado em 30 de setembro de 2013 
  5. «Com 0 a 0 na ida, Marcílio fica pelo empate em Itajaí para ser o campeão». Globoesporte.com. 2 de outubro de 2013. Consultado em 3 de outubro de 2013 
  6. «Marcílio Dias é campeão da Divisão Especial 2013». Federação catarinense de Futebol. 5 de outubro de 2013. Consultado em 7 de outubro de 2013 
  7. «Empate com Brusque dá título da Segundona para o Marcílio Dias». Globoesporte.com. 5 de outubro de 2013. Consultado em 7 de outubro de 2013 
  8. a b «Marcílio pressiona e FCF muda regulamento da Especial». Futebol SC. 25 de março de 2013. Consultado em 1 de abril de 2013 
  9. a b «Canoinhas compra vaga do Biguaçu e promete reforços de renome nacional». Futebol SC. 7 de fevereiro de 2013. Consultado em 13 de março de 2013 
  10. «Artilharia». Futebol SC. Consultado em 27 de maio de 2013 
  11. «Biguaçu é extinto e Sport Jaraguá pode herdar vaga». Futebol SC. 19 de dezembro de 2012. Consultado em 14 de março de 2013 
  12. «Com portões fechados, Atlético Tubarão vence o Caçador». Futebol SC. 2 de junho de 2013. Consultado em 5 de junho de 2013 
  13. «Brusque goleia Hercílio em Tubarão e é campeão do turno». Futebol SC. 26 de junho de 2013. Consultado em 27 de junho de 2013 
  14. «Denúncias apresentadas pelo Marcílio Dias serão julgadas na terça-feira, na FCF». ClicRBS. 28 de junho de 2013. Consultado em 2 de julho de 2013 
  15. «Julgamentos de Hercílio Luz, Brusque e Concórdia são adiados pelo TJD/SC». Diário Catarinense. 1 de julho de 2013. Consultado em 2 de julho de 2013 
  16. «Hercílio perde 12 pontos no TJD e cai para a lanterna». Futebol SC. 16 de julho de 2013. Consultado em 17 de julho de 2013 
  17. «Em julgamento, Brusque e Concórdia são punidos». Futebol SC. 29 de julho de 2013. Consultado em 31 de julho de 2013 
  18. «Classificação da Divisão Especial: esclarecimentos». Futebol SC. 18 de agosto de 2013. Consultado em 10 de setembro de 2013 
  19. «Concórdia vence Hercílio Luz e se classifica para o quadrangular final». Futebol SC. 1 de setembro de 2013. Consultado em 10 de setembro de 2013 
  20. «Súmula do jogo Brusque x Marcílio Dias» (PDF). FCF. Consultado em 26 de julho de 2013 
  21. «Cidinho se destaca e Brusque vence o XV de Indaial». Futebol SC. 25 de julho de 2013. Consultado em 26 de julho de 2013 
  22. «Brusque x XV de Indaial será em Ibirama». Município Dia a Dia. 23 de julho de 2013. Consultado em 26 de julho de 2013 
  23. «Brusque X Canoinhas será em Indaial». FCF. 8 de agosto de 2013. Consultado em 14 de agosto de 2013 
  24. «Brusque e Canoinhas vão se enfrentar em Indaial». Farol Blumenau. 9 de agosto de 2013. Consultado em 14 de agosto de 2013 
  25. «Confusão põe fim ao clássico no Augusto Bauer». Futebol SC. 15 de setembro de 2013. Consultado em 16 de setembro de 2013 
  26. «Jogo da Divisão Especial termina em pancadaria em Brusque». Notícias do Dia. 16 de setembro de 2013. Consultado em 16 de setembro de 2013 
  27. «Brusque é punido por confusão no Augusto Bauer». Notícias Já. 25 de setembro de 2013. Consultado em 25 de setembro de 2013 
  28. «Brusque é punido por confusão no Augusto Bauer». Futebol SC. 25 de setembro de 2013. Consultado em 25 de setembro de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Divisão Especial de 2012
Segundo escalão do futebol catarinense
2013
Sucedido por
Divisão Especial de 2014