Clube Esportivo Guarani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde maio de 2013). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Clube Esportivo Guarani
CEGuarani.png
Nome Clube Esportivo Guarani
Alcunhas Bugre do Oeste
Mascote Índio
Fundação 7 de setembro de 1947 (71 anos)
Estádio Estádio Padre Aurélio Canzi
Capacidade 5000
Presidente Brasil Ênio Giacomelli
Treinador Brasil Aty Jordani
Competição Brasil Campeonato Brasileiro
Website Clube Esportivo Guarani
editar

O Clube Esportivo Guarani, mais conhecido como Guarani-SMO, ou Bugre do Oeste, é um clube de futebol brasileiro da cidade de São Miguel do Oeste, estado de Santa Catarina. Foi fundado em 7 de setembro de 1947, quando São Miguel do Oeste ainda pertencia ao município de Mondaí como Distrito de Vila Oeste. Suas cores são o vermelho, o preto e o branco. Seu estádio é o Estádio Padre Aurélio Canzi, inaugurado em 11 de janeiro de 1962.

Atualmente o clube disputa competições municipais, regionais e amadoras, tendo conquistado duas edições do Campeonato Sul-Brasileiro de Futebol Amador, duas competições do Campeonato Estadual de Amadores de Santa Catarina e diversos títulos municipais.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado oficialmente em 7 de setembro do ano de 1947 por colonizadores que na região de São Miguel do Oeste chegaram vindos do Rio Grande do Sul, na sua grande maioria descendentes de italianos e alemães, cujo campo fora construído pelos mesmos, e, dirigidos e coordenados os trabalhos pelo já então falecido Padre Aurélio Canzi, que, aliás, doou parte central do campo para sua construção.

Sabe-se que, a alcunha "Bugre do Oeste" surgiu devido à primeira partida de futebol ter sido realizada entre agricultores e os bugres que nesta região residiam, sendo estes, descendentes de índios.

Tinha como sede oficial do clube até o ano de 1962, num prédio no terreno onde hoje se localiza o HSBC Bamerindus, quando em 1962 um incêndio veio a destruir tudo, até mesmo os arquivos do clube, passando a partir de 1962, até a construção do ginásio ter como sede oficial os fundos do antigo cinema, hoje Boate Farol.

História no futebol[editar | editar código-fonte]

Até o ao de 1973, participava tão somente de competições municipais e intercâmbio intermunicipal e regional, até mesmo porque não possuía filiação a alguma liga de futebol. Até o ano de 1973, a liga era realizada em São José do Cedro.

Em 1974 foi criada a Liga Fronteirista, e neste mesmo ano o Clube Esportivo Guarani sagrou-se campeão do 1º Regional, habilitando-se assim a participar da primeira divisão do Campeonato Estadual de Futebol (Profissional), promovido pela Federação Catarinense de Futebol.

O Guarani-SMO participou do Campeonato Catarinense de Futebol nos anos de 1974, 1975, 1976, 1977 e 1978.

Em outubro de 1977 houve o pedido de afastamento do clube no estadual, mas, no entanto, formou-se uma comissão em prol da continuidade do Bugre do Oeste nofutebol, esta comissão assumiu por procuração e contrato de responsabilidade mútua, contrato este que foi assnado no dia 1 de novembro de 1977, até o dia 28 de fevereiro de 1978, Período em que o Guarani participou do torneio.

O Clube Esportivo Guarani encerra esta participação como Vice-Campeão. Ressalvando-se que quando do afastamento do Campeonato Estadual de Amadores em 1977, o Bugre do Oeste estava com 15 partidas invicto e já tinha aparecido por 3 vezes nos jogos da Loteria Esportiva Federal da época. Valendo aindaq lembrar que neste mesmo período estiveram fazendo apresentação oficial em jogos amistosos o Grêmio e o Internacional de Porto Alegre

Dia 30 de agosto de 1976, o Guarani-SMO jogou contra a equipe dos Milionários de São Paulo e venceu pelo placar de 4 a 3. Aequipe dos Milionários era composta por ex-jogadores da Seleção Brasileira, e era composta na época por: Mané-Garrincha, Fio Maravlha, Barbozinha, Humberto Monteiro, Tarciso, Minuca, Gilberto, Oréco, Paulo Borges, Cézar, Róbson, e no banco Tonho e Osvaldo.

O Guarani-SMO jogou com: Joãozinho, Lambari, Antônio Carlos, Valmir, Gessi, Paulo Renato, Clari, Alberto, Claudiomiro, Cézar e Tião.o Técnico foi o Lindomar, e foi àrbitro da partida o Sr. Atílio Mallmann e auxiliado por Simão de Oliveira e Hugo Simm na Bandeira.

Paralisação do futebol de campo dos anos de 1978.

Em 5 de maio de 1978, houve uma assembleia tendo como local o CTG Porteira Aberta, para a formação da Associação São Miguel de Futebol, que por parte do Clube Esportivo Guarani passaria a ser: Associação Atlética São Miguel de Futebol. Assunto este que só ficou em atas, tanto no Guarani-SMO como no Atlético.

Com a construção do ginásio nos anos de 1982, 1983 e 1984, veio o estatuto novo, e consequentemente com ginásio novo a participação do Clube Esportivo Guarani junto à Federação Catarinense de Futebol de Salão, registrando-se os Atlétas em nome do Clube Esportivo Guarani do ano de 1985 até o ano de 1991, que participava representando São Miguel do Oeste no futsal com o nome fatasia: Bem Bolado e ultimamente com o nome fatasia Clube Comercial

De 1981 até o ano de 1997 foram promovidos vários torneios da Amizade. Em 28 de fevereiro de 1997, exatamente 19 anos após a paralisação houve o retorno do Guarani com as Categorias de Base, ou seja, o Juvenil.

No ano de 1998, participou do Campeonato Estadual de Futsal na Categoria Juvenil com o nome: ASME/Clube Esportivo Guarani, ficando com a 3ª colocação, cuja final foi em São Miguel do Oeste.

Em 1999 teve participação no Campeonato Estadual de Futsal nas Categorias Infato-Juvenil e Categoria Juvenil, ficando mais uma vez em 3º lugar no estado.

Já no mês de setembro de 2000, o Clube paralisou a Categoria Infanto-Juvenil, e com os mesmos atletas iniciou a preparação para o Sub-17 do 9º Brasileirinho de Futebol de Campo, que seria realizado na cidade de Foz do Iguaçu-PR, dos dias 12 à 20 de janeiro de 2001, onde participariam 16 equipes, representando 10 estados na União, e o Clube Esportivo Guarani de São Miguel do Oeste acaba conquistando o 3º lugar na competição.

Poir força de compromissos firmados em ata, houve a confirmação da participação do Clube Esportivo Guarani no Campeonato Estadual de Amadores do ano de 2000, aproveitando-se, na grande maioria, atletas que já estariam inscritos pela Associação Esportiva Pérola (Clube do município de São Miguel do Oeste) confirmando assim uma parceria já que todo o movimento financeiro arrecadado era de exclusividade do Deprtamento.

Ainda no ano de 2000, o Clube Esportivo Guarani participou dos campeonatos: Municipal, Regional e Estadual de Futebol Não Profissional.

No ano de 2001, Ata Nº001/2001, de 25 de janeiro de 2001, Reestruturação no Departamento de Futebol Não Profissional, e a decisão de participar em todas as competições promovidas pela Liga Fronteirista e pela Federação Catarinense de Futebol Não Profissional.

Dezembro de 2001, Campeão do Oeste, Campeão da Fase Oeste de Futebol promovido pela Federação de Catarinense de Futebol, título este inédito em São Miguel do Oeste. Ainda em Dezembro, inicia-se a disputa pelo título do Campeonato de Amadores, onde o Guarani-SMO vence a equipe do Canto do Rio em jogos realizados em São Miguel do Oeste e em Floriaópolis. 2 de março de 2002, termina o Campeonato Estadual de 2001 e o Guarani-SMO acaba como Vice-campeão.

No ano de 2002, pela Categoria Juvenil, o Guarani-SMO conquista o Campeonato Municipal e Regional, promovido pela Liga Esportiva Fronteira, e na Categoria Adulto, a equipe conquista o Campeonato Municipal, Regional e Campeão Estadual de Amadores, Campeonatos estes, promovidos pela Liga Fronteirista de Futebol e Federação Catarinense de Futebol.

Ano de 2003, em torneio realizado pela Federação Catarinense de Futebol e Chancelada pela Confederação Brasileira de Futebol o Guarani-SMO conquista o XVI Torneio Sul Brasileiro de Futebol Amador. Com a conquista deste torneio, o Guarani-SMO está automaticamente classificado para no ano seguinte participar do Torneio que será realizado no estado do Paraná, salientando que esta competição é realizada nos 3 estados do Sul em forma de rodízio, e além do Troféu Normal, é disputado também o Troféu Rotativo, e a equipe que conquistar três vezes consecutivas, e/ou, intercaladas fica com o mesmo Troféu definitivamente.

Em 2004, o Clube Esportivo Guarani consagra-se Bi-Campeão no XVII Torneio Sul Brasileiro de Futebol Não Profissional, realizado na cidade de Engenheiro Beltrão-PR, garantindo assim sua participação no XVIII Torneio, que no ano de 2005 será realizado no estado do Rio Grande do Sul.

Equipes que participaram do torneio:

O Guarani-SMO obteve os seguintes resultados: Guarani-SMO 0 x 0 Juventude-Ibirubá (RS) Guarani-SMO 1 x 1 Engenheiro Beltrão (PR) Guarani-SMO 4 x 0 Juventude-Lindóia (SC)

No mesmo ano, na modalidade de Futebol de Salão na Categoria Sub-13, classifica-se entre os oito semi-finalistas das trinta e duas participantes, e promove assim, entre os dias 12 e 14 de Outubro o primeiro quadrangular nas Categorias Sub-13, Sub-15 e Sub-17, com a denominação: "Quadrangular Taça C.T. Bugre do Oeste".

Participou também da VII Copa Santa Catarina de Futebol - Taça Governador do Estado na Categoria Sub-17, realizada no mês de Dezembro.

2006, Guarani-SMO consagra-se Bi-Campeão Estadual de Futebol Não profissional na Categoria Adulto.

Recebeu também neste ano, convite para participar da realização da SC Cup/Taça Governador do Estado em sua oitava edição, evento este realizado no mês de Dezembro de 2007, em Florianópolis, sendo uma realização da Empresa Mega Consultoria Esportiva LTDA, tedo como Coordenador geral o Profº Carlos Homrich.

2007, Guarani-SMO participa pela 1ª vez do Campeonato Estadual Aberto Regional Fase-Oeste de Futebol Sub-15 e Sub-17, promovido pela Federação Catarinense de Futebol, sagrando-se campeão na Categoria Sub-17.

Em 2012, jogou a Liga Esportiva Oeste Catarinense na chave A da competição juntamente com: Associação Ypiranga Futebol Clube; Esporte Clube Cometa; Ser. AJAP Colonia/Pinhalzinho; Esporte Clube Canarinho e CRM/ROTOPLAST onde terminou em terceiro lugar. Acabou sendo eliminado posteriormente nas quartas de finais da competição pelo Olaria E.C.[1]

Em 2013, iniciou sua nova jornada na Liga Esportiva Oeste Catarinense na chave C da competição juntamente com: CER. Ouro Verde; SER. Independente; Associação Ypiranga Futebol Clube; Esporte Clube Cometa.[1]

Títulos[editar | editar código-fonte]

    • Campeão Troféu Adolfo Camilli - Repescagem Campeonato Catarinense Profissional 1977
    • Campeão Sul Brasileiro 2003 - XVI edição - Taça Emídio Odósio Perondi
    • Campeão Sul Brasileiro 2004 - XVII edição
    • Campeão Estadual de Amadores 2002 - Taça Mahicom José Librelatto
    • Campeão Estadual - Fase Oeste 2006 - Troféu Imprensa Lorenci Modas
    • Campeão Regional 1973 - Taça Gener
    • Campeão Regional Oeste 2001
    • Campeão Regional de Amadores 2002 - Copa Unoesc Jornal Regional
    • Copa do Extremo-Oeste - Taça Deputado Antônio Pichetti
    • Copa Brasil Sul de Futsal Juvenil 1998 (4º lugar)
    • Sul-Brasileiro 2007 - Terceiro Lugar
    • Vice-Campeão Estadual de Amadores 2001 - Taça Osvaldo Manoel da Costa
    • Vice-Campeão Estadual Fase Oeste 2002 - Troféu Ignácio Gambatto
    • Vice-Campeão Regional 2004 - Taça Random Trukam
    • Vice-Campeão Estadual Fase Oeste 2013
    • Taça Hélio Wassum Campeão SMO 1975
    • Torneio da Amizade 1977
    • Taça São Miguel 1ª Divisão 2002
    • Troféu Disciplina - Sul-Brasileiro 2003
    • Campeão Regional Juvenil 2002 Copa Unoesc - Jornal Regional
    • Vice-Campeão Regional de Amadores Juvenil 2001
    • Campeão Municipal Sub-19 2005
    • Brasileirinho Juvenil Futebol 2001 Foz do Iguaçu (3º lugar)
    • Campeão Feminino Semana da Pátria 1983 (LEF)
    • Copa Itaqui de Futsal
    • Troféu Folha do Oeste 15 anos de Futsal  - Campeão
    • Placa Honra Ao Mérito Câmara Vereadores 2002
    • Placa Agradecimento Juventude Ibirubá

Treinadores[editar | editar código-fonte]

O atual técnico do clube é Sérgio Antunes, conhecido como Magrão. O treinador foi anunciado para a função no dia 31 de janeiro de 2011.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

O Guarani-SMO já foi comandado por vários presidentes.

Até o ano de 1974 não foram encontrados registros.

1974 até 16 de abril de 1975 - Presidente: Dr. Ademar de Quadros Mariani.

1975 - A partir do dia 16 de abril de 1975 assume provisoriamente Orlando Mafinski, pelo afastamento de Ademar Mariani por este estar na lista dos que poderiam ser prefeito, o que de fato aconteceu.

1976 - Presidente: Waldir João Fedrizzi e Vice-presidente: Ademar de Quadros Mariani.

1977 - Presidente: Dr. Claudius Augustus Faggions e Vice-presidente: Arly Barichello.

1977 - A partir de outubro, assume a Diretoria do Conselho Deliberativo, pelo afastamento do futebol Arly Barichello Mussolini.

1978 - No dia 5 de maio de 1978 houve assembleia, tendo como local o C.T.G. Porteira Aberta para a formação da Associação São Miguel de Futebol, que por parte do Clube Esportivo Guarani passaria a ser: Associação Atlética São Miguel de Futebol. Assunto este que só ficou em atas tanto no Guarani como no Atlético.

1979 - Presidente: Arly Barichello e Vice-presidente: Ivo Santo Rech (Eram Presidente e Vice-presidente do Conselho Deliberativo).

1980 - Presidente: Ivo Santo Rech, substituindo o então presidente Arly Barrichello.

1981 e 1982 - Presidente: Emyr Stringhini e Vice-presidente: Armando Rampi.

1983 e 1984 -

1985 à 1989 - Presidente: Emyr Stringhini e Vice-presidente: Aldemor Battiston.

1990 e 1991 - Presidente: Gilmar Baldissera e Vice-presidente: Ivanor José Moser.

1992 e 1993 - Presidente: Lauro Hining e Vice-presidente: Emyr Stringhini.

1994 e 1995 - Presidente: Emyr Stringhini e Vice-presidente: Armando Rampi.

1996 e 1997 - Presidente: Alfredo Fabiani e Vice-presidente: Armando Rampi.

1998 e 1999 - Presidente: Marcos Luft e Vice-presidente: Eulo Centenaro.

2000 e 2001 - Presidente: Orlando Mafinski e Vice-presidente: Osvaldir Alcides de Oliveira.

Ata Nº23/2000 de 22 de Agosto de 2000, Em reunião Extraordinária de Diretoria cria o Departamento de Futebol de Campo, nomeando como Vice-presidente de Futebol a pessoa do Sr. Itamar Schons e como Assessor o Sr. Ivonei Agostinho Rech.

2008 e 2009 – Presidente: Marcos Luft

???? - Presidente: Clairton Gueller e Vice-presidente: Vilson Eduardo Bratkoski

2010 e 2011 – Presidente: Celso Zílio – Vice-presidente: Miguel De Moura

2012 e 2013 – Presidente: O atual Presidente é Celso Zílio – Vice-presidente: Sérgio Hoffelder

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Uniforme[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O atual uniforme do Guarani-SMO é apresentado nas cores Vermelha, Preta e Branca

Material esportivo[editar | editar código-fonte]

A atual fornecedora do material esportivo é a d`lamb.

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

Uniformes de jogo[editar | editar código-fonte]

  • Titular - ;
  • Reserva - ;
  • Alternativo - .

Escudo[editar | editar código-fonte]

No escudo atual do Guarani-SMO pode-se notar um formato de uma bola com bordas pretas, e dentro as letras "C, E, e G", que representam as iniciais do nome do clube: Clube Esportivo Guarani.

Mascote[editar | editar código-fonte]

O mascote do Bugre do Oeste tem representada a figura de um índio (primeiros habitantes da região) portanto um arco e flechas em uma bolsa.

Hino[editar | editar código-fonte]

Estádios[editar | editar código-fonte]

Estádio "Indefinido"[editar | editar código-fonte]

Tinha como sede oficial do clube até o ano de 1962, num prédio no terreno onde hoje é o HSBC Bamerindus, quando em 1962 um incêndio veio a destruir tudo, até mesmo os arquivos do clube. Passando a partir de 1962 até a construção do ginásio ter como sede social os fundos do antigo cinema, hoje Boate Farol.

Estádio Padre Aurélio Canzi[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Estádio Padre Aurélio Canzi

Atual estádio do Guarani-SMO, o Estádio Padre Aurélio Canzi é o local onde o Guarani-SMO manda seus jogos de futebol. O local é propriedade do município de São Miguel do Oeste e abriga a administração do clube, bem como o ginásio de esportes do Guarani. Foi inaugurado no dia 11 de janeiro de 1962, como Estádio Padre Aurélio Canzi. Hoje, o palco das partidas do Bugre do Oeste tem capacidade para 5 mil pessoas.

Comissão técnica[editar | editar código-fonte]

Técnio: Aty Jordani Auxiliar Técnico: Ivonei Rech Preparador Físico: Venderlei da Rosa - Vande Massagista: Jéferson ( Porcão) Preparadores de Goleiros: Jéferson "Porcão" Médico: Gerson Weisseimer Fisioterapeuta: Marcel "Guti" Mafinski

Comissão técnica[editar | editar código-fonte]

Nome Cargo
Aty Jordani Treinador
IVONEI RECH Auxiliar técnico
Venderlei da Rosa - VANDE Preparador físico
Jéferson (Porcão) Massagista
Jéferson (Porcão) Preparador de goleiros
Gerson Weisseimer Médico
Marcel Mafinski (Guti) Fisioterapeuta


Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Até o ano de 2011:

Legenda

Capitão Atual Capitão

Suspenso. Jogador suspenso

Lesionado Jogador contundido


Goleiros
Jogador
Brasil Indio
Brasil Thiago
Brasil Alan Simon
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Gustavo (ex-Gremio) Z
Brasil La Lana Z
Brasil Espinha Z
Brasil Felipe Uczai Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Tiago Maggi M
Brasil Danrlei Parana M
Brasil Rato M
Brasil Márcio Reis (ex-Ypiranga de Erechim) M
Brasil João Paulo M
Brasil Eduardo Backer M
Brasil Diogo Zimmermann M
Brasil Paulo Vienna M
Brasil Painço M
Brasil Evandro Bedin M
Brasil Sig (Beltrão) M
Atacantes
Jogador
Brasil Cléber Guerreiro
Brasil Leonardo Gruber
Brasil Darlei
Brasil Luizinho (ex-Araçatuba e RS)
Brasil William Pinheiro
Brasil Tuto (ex-Ponte Preta, São Caetano, Chapecoense e Japão)
Brasil Carlinhos (ex-Inter-futsal)
Comissão técnica
Nome Pos.
 Brasil Aty Jordani T

Referências

  1. a b http://www.leoc.com.br/
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de maio de 2013. Arquivado do original em 14 de julho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1]
  • [2] (Ata de Fundação-Minuta)
  • [3] (Ata N° 07 – Terceirização da Categoria sub-17 de Futebol de Campo)
  • [4] (Ata Nº 02)
  • [5] (Estatuto Atualizado)
  • [6] (Histórico)
  • [7] (liga Esportiva Oeste Catarinense)
  • [8] (Estadual de Amadores
  • [9] (Campeonato Sul-Brasileiro de Amadores)